segunda-feira, 30 de maio de 2011

Fiel no pouco

Nem sei quantas vezes
na vida nos encontramos nesse
meio caminho do não sei o que fazer,
não sei que atitude tomar
e a vontade de estar lá e
cá ao mesmo tempo.

Há situações assim,
que colocam nosso eu contra nosso eu,
nosso coração contra nossa razão,
a emoção que grita
escancaradamente e a cabeça
teimando em ficar
no seu lugar.

Essas coisas são humanas,
são parte da carga de cada um de nós,
são esses caminhos
desconhecidos que queremos
evitar e descobrir ao
mesmo tempo.

E se pedimos do alto a sabedoria,
vamos acertando aqui e ali,
de maneira que nossas quedas
não sejam tão dramáticas
que não posssam ser curadas
por Mãos amorosas.

Mas,
se da vida para a vida é assim,
do homem para Deus é diferente.

Não há meio caminho para o céu,
não existe estar aqui e ali,
não deve haver o acreditar um pouco,
o estar morno e isso é bom.

Deus pede nosso coração,
não parte dele;
Deus pede nosso ser e
não o que sobra dele;
Deus pede nosso tempo e não
os restos que podemos dar.

Ele nos deixa, creiam,
o suficiente para que
tenhamos para nós,
para que nossos dias aqui
na terra sejam saciados pelos
nossos desejos humanos
e naturais.

Foi Deus quem nos deu
o amor e a
capacidade de amar.

As dores que resultam
são o preço a pagar e isso
vale todas as penas
do mundo.

A nossa fidelidade para com
Deus deve ser total.
Os que são fiéis no muito
o devem ser no pouco e
no quase nada.

Não existem meios pecados,
meias culpas cheias de
meias desculpas.

Quem erra uma vez tem
sua culpa,
mas quem erra duas vezes
no mesmo caminho não tem
muitas desculpas.

Deus não exige que
sejamos perfeitos,
Ele pede apenas que sejamos
fiéis e tenhamos como meta
nos assentar no trono da Graça.

Podemos,
com os olhos fixos na cruz,
mostrar nossa
fidelidade nos pequenos
atos do dia-a-dia,
nas pequenas decisões,
nos pequenos caminhos que
escolhemos ou evitamos.

Fiel no pouco,
fiel no muito.
O Caminho para o céu
é um só e ou estamos nele,
ou fora dele.

Diz a bíblia que quem com
Deus não ajunta,
espalha.

Pensamos pouco sobre
isso e agimos menos ainda.
Mas não estamos
perdidos completamente,
pois Deus conhece a sinceridade
do nosso coração e nos afaga,
nos aproxima dEle,
nos pega nos braços e nos
traz para junto de Si.

Tudo é uma questão de crer
e isso de todo coração,
toda a alma e todo
o entendimento.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Junho de 2.011.

Nenhum comentário: