quinta-feira, 30 de maio de 2013

Uma prece cotidiana...

"Aquele que ama a Deus o 
roga pelos seus pecados, 
acautela-se para não 
cometê-los no porvir. 
Ele é ouvido em sua prece 
cotidiana."
(Eclesiástico, 3)

Uma prece cotidiana...
uma simples prece, 
um tempo para 
conversar com Deus,
colocar-se em atitude de 
humildade diante do Criador,
tudo tão simples, 
o falar, 
o pedir e o agradecer.

Mesmo assim, 
muitas vezes não temos tempo,
e a nossa boca silencia...

As vezes 
é preciso vir a dor, 
o medo, 
a coisa ruim
para despertar o desejo 
de abandonar-se ao Pai,
ainda assim, 
oramos apenas para pedir,
para fazer uma promessa 
tentando remediar,
o que já está com problema...

É o buscar a Deus como 
última opção,
como um verdadeiro milagre.

Uma prece cotidiana!
Tão simples...
nada mais!

Tenha tempo para Deus, 
para conversar com Ele,
falar de você, 
dos seus sonhos, 
dos anseios,
e quem sabe agradecer o dia, 
a saúde, o amor,
pais, filhos, 
a ausência de um acidente.

Agradecer por não ter 
nada que pedir,
pedir por necessidade 
de agradecer.

Uma prece cotidiana!
Simples, 
como a rosa que se abre,
como o orvalho da manhã.

Lembrar-se de quem nunca 
esquece de você,
de quem está ao longe gritando 
para você perceber,
o quanto você é 
importante para Deus.

Não se esqueça de orar.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 31 de Maio de 2.013.

Nenhum comentário: