quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Pare de se sentir ofendido

O comportamento
de outras pessoas não
é motivo para se sentir
imobilizado.

Existe a ofensa
apenas quando você
se enfraquece.

Se procurar
por situações que
o aborreça,
as encontrará em
cada esquina.
É o ego no controle
convencendo você que
o mundo não deveria
ser do jeito que é.

Mas é possível tornar-se
um observador
da vida e alinhar-se
com o Espírito
da Criação universal.

Não se alcança
o poder da intenção
sentindo-se ofendido.

Procure erradicar,
de todas as formas possíveis,
os horrores do mundo
que emanam da identificação
maciça do ego,
e esteja em paz.

Assim como
a paz está em Deus
(tenha seu Deus o nome que sua crença der a Ele)
e você que é parte Dele
só retorna ao lar em Sua paz.

O Ser está em Deus
e você que é parte Dele
só retorna ao lar
em Sua paz.

Ficar ofendido cria
o mesmo tipo de energia
destrutiva que
a princípio o feriu,
e leva a agressão,
ao contra-ataque e a guerra.

Energia estabiliza
ou desestabiliza.
Você escolhe.

AUTORIA: Wayne W. Dyer
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Breve Diálogo com Leonardo Boff

No intervalo de uma
mesa-redonda sobre
religião e paz entre os povos,
na qual ambos participávamos,
eu, maliciosamente,
mas também
com interesse teológico,
lhe perguntei em meu
inglês capenga:

— Santidade,
qual é a melhor religião?

Esperava que ele dissesse:
"É o budismo tibetano"
ou
"São as religiões orientais,
muito mais antigas do
que o cristianismo".

O Dalai Lama fez
uma pequena pausa,
deu um sorriso,
me olhou bem nos olhos,
o que me desconcertou um pouco,
por que eu sabia da
malícia contida na pergunta,
e afirmou:

— A melhor religião é aquela
que te faz melhor.

Para sair da perplexidade
diante de tão sábia resposta,
voltei a perguntar:

— O que me faz melhor?

— Aquilo que te
faz mais compassivo
(e aí senti a ressonância tibetana,
budista,
taoísta de sua resposta),
aquilo que te faz mais sensível,
mais desapegado,
mais amoroso,
mais humanitário,
mais responsável...

A religião que conseguir
fazer isso de ti é a
melhor religião...

Calei, maravilhado,
e até os dias de hoje
estou ruminando
sua resposta sábia
e irrefutável.

AUTORIA: Citado no livro Conselhos Espirituais,
Verus Editora
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

domingo, 23 de novembro de 2014

O Sucesso Está na Dedicação

Muitas pessoas se iludem
achando que o sucesso
está ligado apenas à
sorte ou àqueles que herdam
o prévio triunfo da família.
Muitas vezes esses
sentimentos podem estar
relacionados com
o acréscimo de alguma
dificuldade para justificar
a falta de empenho para
alcançar bons resultados.

Não adianta ter nas mãos
a fortuna de todas
as empresas bem-sucedidas
do mundo se não houver
dedicação e esforço depositados.
Com diz uma das leis da Física,
nenhum objeto pode se
mover se permanecer parado,
é preciso exercer uma força
sobre ele para que haja
movimento.

O mesmo vale para a vida,
não podemos nos enganar
achando que a sorte
pode chegar a qualquer momento,
e somente a partir daí
nos levar ao sucesso tão esperado.
O acaso muitas vezes
pode até ajudar,
mas certamente só surgem
para aqueles que já persistem
na luta para alcançar
bons resultados.

AUTORIA: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

CADA UM TEM SEU DESERTO POR ATRAVESSAR

O deserto constitui um
lugar de passagem.
Uma travessia que,
aparentemente,
parte do nada e o leva
a lugar nenhum.

Duro de atravessar,
assemelhando-se a um calvário,
por ser doloroso e sofrido,
retratado nas rugas que
sulcam o rosto,
a transparecer caminhos sem fim,
dos que enfrentam o deserto.

Como se não bastasse
o calor tórrido de
dia que nos põe em contato
com o inferno,
para, de noite,
enregelar com o intuito
de nos ensinar a lidar com
os altos e baixos de uma
cruzada sem fim,
que, na verdade,
é a vida.

O que nos remete ao medo
de afundar na areia e
ali sermos sepultados em
meio a escorpiões que nos
picam para alertar que
não podemos confiar
em ninguém.

Em suma, no deserto,
você está rigorosamente
sozinho à mercê da aridez do
clima e de
condições inóspitas que,
aparentemente,
tornam difícil a sobrevivência.

Induzido pela areia que
lembra um mundo em dissolução
- se o que era sólido,
virou pó.

Sozinho,
não fora as miragens
que rodam o filme da
água em cascata,
potável e fresca,
em plena imensidão
desértica sob ventos
abrasadores,
nas quais acreditamos
logo que as vemos.
Até que se rompa a ilusão
trazida pela sede,
desvanecendo-se no horizonte.
Então,
em quem podemos confiar
nessas circunstâncias?

Circunstâncias que não
são muito diferentes de
outras com que nos
defrontamos.

O deserto sempre nos conduz
para os nossos desertos
interiores,
onde reina o silêncio,
por vezes mal
compreendido por nós.
Igualmente árduo e penoso
atravessar esses desertos.

Por só conseguirmos
travar contato com a
materialidade do mundo,
restritos a nós mesmos
e às nossas memórias,
quando procuramos
vencê-los.

Encaramos as manifestações
espirituais ao longo do
percurso como pura miragem
- obra do fortuito destino
ou mera coincidência.
Não atinamos para os sinais que
delas advêm como suporte
para demonstrar que
não estamos sozinhos nesse
mundo de Deus e à mercê
de nossa própria sorte.

Por isso,
cada pessoa tem
o seu próprio deserto
por atravessar.
Onde será necessário
distinguir dentre mais e
mais miragens,
separando os véus que
deixam nossa visão embaçada,
quem avança em nossa direção,
se merece confiança ou
não para consumar alianças,
estabelecer crédito e adquirir
sabedoria em cada trecho,
por menos importante que seja,
aparentemente.

AUTORIA: Jean Yves lelopup
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 23 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Felicidade e infelicidade

Pessoas consideradas
inteligentes dizem que a
felicidade é uma idiotice,
que pessoas felizes
não se deprimem,
não têm vida interior,
não questionam nada,
são uns bobos alegres,
enfim,
que a felicidade
anestesia o cérebro.

Eu acho justamente o contrário:
cultivar a infelicidade é
que é uma burrice.
O que não falta nessa
vida é gente sofrendo pelos
mais diversos motivos:
ganham mal,
não têm um amor,
padecem de alguma doença,
sei lá,
cada um sabe o
que lhe dói.

Todos trazem uns
machucados de estimação,
você e eu inclusive.

No que me diz respeito,
dedico a meus machucados
um bom tempo de reflexão,
mas não vou fechar a cara,
entornar uma garrafa de
uísque e me considerar
uma grande intelectual
só porque reflito sobre
a miséria humana.

Eu reflito sobre a miséria
humana e sou muito feliz,
e salve a contradição.

Felicidade depende
basicamente de duas coisas:
sorte e escolhas bem feitas.
Tem que ter a sorte
de nascer numa família bacana,
sorte de ter pais que
incentivem a leitura e o esporte,
sorte de eles poderem
pagar os estudos pra você,
sorte por ter saúde.
Até aí,
conta-se com
a providência divina.
O resto não é mais da
conta do destino:
depende das suas escolhas.

Os amigos que você faz,
se optou por ser honesto
ou ser malandro,
se valoriza mais a grana
do que a sua paz de espírito,
se costuma correr atrás
ou desistir dos seus projetos,
se nas suas relações
afetivas você prioriza a
beleza ou as afinidades,
se reconhece os momentos
de dividir e de silenciar,
se sabe a hora de trocar
de emprego,
se sai do país ou fica,
se perdoa seu pai ou
preserva a mágoa
pro resto da vida,
esse tipo de coisa.

A gente é a soma
das nossas decisões,
todo mundo sabe.

Tem gente que é infeliz
porque tem um câncer.
E outros são infelizes porque
cultivam uma preguiça existencial.

Os que têm câncer não têm sorte.
Mas os outros, sim,
têm a sorte de optar.
E estes só continuam
infelizes se assim
escolherem.

TEXTO DE: Martha Medeiros
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 22 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Escolha o Instinto e Repense o Motivo

Há muitas pessoas que necessitam
de vários motivos
para permanecerem vivos.
Para esses não há o instinto,
somente o motivo.
São aqueles que acordam
já com diversas atividades
programadas em mente,
e se por um acaso algo não
sair como o planejado,
pode deixá-lo totalmente
perdido.

Um café da manhã
balanceado para continuar
com o peso adequado,
ter determinada profissão
para manter certa posição social,
ou ainda continuar casado
pelos simples fato
de ser mais fácil.

O que pode ter
sido referido como motivação,
neste caso não passa
de estagnação.
Quando fazer algo de uma
forma diferente passa a ser
tão distante que nem
é mais lembrado,
talvez toda essa falta de
vontade deve ser repensada.

Obviamente é necessário
um mínimo de planejamento,
mas tornar tudo isso como uma prisão,
sem a opção da liberdade
dos pensamentos,
pode ser transformado lá
na frente em arrependimento.
Todos os motivos que
movimentam nossa vida
devem ser sempre alterados
à medida que são alcançados,
mas se no meio do caminho
percebeu que algum já não
é mais válido,
tenha a certeza que mais
vale dispensá-lo.

TEXTO DE: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 21 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PARA REFLETIR

Um homem morreu. 
Ao se dar conta, 
viu que Deus se aproximava 
e tinha uma maleta com Ele. 
E Deus disse: 
- Bem, filho, 
hora de irmos.

O homem 
assombrado perguntou: 
- Já? Tão rápido? 
Eu tinha muitos planos...

- Sinto muito, 
mas é o momento de sua partida. 
- O que tem na maleta?
Perguntou o homem.

E Deus respondeu: 
- Os seus pertences!!! 
- Meus pertences? 
Minhas coisas, minha roupa, 
meu dinheiro?

Deus respondeu: 
- Esses nunca foram seus, 
eram da terra.

- Então são as 
minhas recordações? 
- Elas nunca foram suas, 
elas eram do tempo.

- Meus talentos? 
- Esses não pertenciam a você, 
eram das circunstâncias.

- Então são meus amigos, 
meus familiares? 
- Sinto muito, 
eles nunca pertenceram a você, 
eles eram do caminho. 
- Minha mulher e meus filhos? 
- Eles nunca lhe pertenceram, 
eram de seu coração.

- É o meu corpo. 
- Nunca foi seu, 
ele era do pó.

- Então é a minha alma. 
- Não!
Essa é minha.

Então, 
o homem cheio de medo, 
tomou a maleta de Deus 
e ao abri-la se deu conta 
de que estava vazia...
Com uma lágrima de 
desamparo brotando em 
seus olhos, 
o homem disse: 
- Nunca tive nada?

- É assim, 
cada um dos momentos 
que você viveu foram seus. 
A vida é só um momento... 
Um momento só seu! 
Por isso, 
enquanto estiver no tempo, 
desfrute-o em sua totalidade.

Que nada do que você 
acredita que lhe 
pertence o detenha...

Viva o agora!
Viva sua vida!

E não se esqueça de SER FELIZ, 
é o único que realmente vale a pena! 
As coisas materiais e todo 
o resto pelo que você luta fica aqui.

VOCÊ NÃO LEVA NADA!

TEXTO DE: Procura-se 
Fineza nos informar através do e-mail: 
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 20 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.