quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Quem fala o que quer, ouve o que não quer...você concorda?

A VERDADEIRA LIBERDADE DE
EXPRESSÃO NUNCA É REATIVA

É comum ouvirmos ou pronunciarmos a frase
" quem fala o que quer, ouve o que não quer "
como justificativa para nosso
comportamento reativo como quem diz: "
Ele mereceu pois provocou"
Nesse momento,
sempre me lembro das
palestras do Osho,
quando ele diferencia
a REAÇÃO da RESPOSTA.

Quando reagimos,
somos escravos do outro,
quanto agimos,
o fazemos pela consciência,
não estamos mais a
mercê do outro.

Por isso, a meu ver,
a REAÇÃO,
nunca tem a ver
com a LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

Isso porque,
para nos expressarmos
de modo
verdadeiramente livre,
não podemos ser
um escravo do comportamento
do outro.

Sempre que somos REATIVOS,
não estamos sendo livres.
A meu ver,
a verdadeira liberdade
de expressão vem da CONSCIÊNCIA,
portanto ela é sempre
uma RESPOSTA e
não uma REAÇÃO.

Assim,
minha sugestão amorosa
de hoje é:
lembre-se que sempre
que você estiver sendo
reativo com alguém,
você está manifestando
a sua escravidão.

Ao invés de se mostrar
como um escravo,
transcenda os determinismos,
seja subversivo:
RESPONDA COM PERCEPÇÃO!

Isso não significa
ser bobo,
passivo ou incapaz
de por limite,
significa estar alinhado
com a sua essência
e portanto ser capaz
de AGIR ao invés
de REAGIR.

Essa é a verdadeira
liberdade de expressão,
a meu ver.
Mais meditação e menos
alienação de nós mesmos.

AUTORIA: Gisela Vallin
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Setembro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

domingo, 30 de agosto de 2015

Trate-se como se fosse seu melhor amigo...

Quando você tem
um amigo muito querido,
se ele te procura
depressivo,
preocupado com algo,
ou revoltado,
ou cheio de culpas,
você se empenha em mostrar
a ele a pessoa bacana que ele é,
vai lembra-lo das muitas
qualidades que ele tem,
da capacidade que ele
tem de dar a volta por cima,
enfim,
você vai dar a mão
para que ele se
levante.

Por que você
é capaz de fazer
isso com alguém
querido e não é
capaz de fazer isso
consigo mesmo?

Ame-se, respeite-se,
trate-se como
se fosse seu melhor
amigo.

É desse amor próprio
que temos carência.

Se todos te derem
as costas,
mas se você tiver
o seu apoio,
você supera
qualquer dificuldade,
mas se receber
o apoio dos outros
e não tiver o seu,
nada do que fizerem
para te ajudar será
suficiente.

Ninguém dá o melhor
de si quando
só recebe críticas,
cobranças...
lembre-se disso.

Tenha respeito
por você.

Acima do amor de
quem quer que seja,
o que você precisa,
em primeiro lugar,
é do seu próprio amor.

O nome disso é
dignidade.

AUTORIA: Meire Espirito Santo
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 31 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

sábado, 29 de agosto de 2015

A fome da alma

A alma tem fome de
sensações e emoções.
Mas não é de qualquer
tipo de emoção.
A alma deseja ser tocada
por delicadezas,
pequenas lembranças
e sutilezas.

Detesta emoções banais,
excessivamente carnais.

Por isso,
para alimentar a alma,
alimente-se de coisas
boas da gratuidade
dos abraços sinceros;
dos beijos carinhos
das crianças,
ou do beijo apaixonado
de quem amamos.

Tudo sacia,
tudo preenche,
mas,
se tem algo que
faz a alma transbordar,
é a possibilidade
de servir,
de ser útil de verdade.
Quer matar a fome
da alma?
Pratique a caridade.

AUTORIA: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 30 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Discussão

Ainda bem que
a gente não perde
nunca essa mania
de acreditar.

Que amanhã vai
ser melhor.
Que o próximo
amor virá para ficar.
 Que essa aflição
um dia vai passar.
Que a distância não
pode nos impedir
de sonhar.
Que o nosso coração
errante ainda
toma jeito.

No fundo a gente
acaba acreditando.
Por algo ou por alguém.

É o que costumamos
chamar de fé.
Essa certeza de que
o pior ficou para trás.
Essa confiança de
que existe alguém
lá em cima
observando nossa luta
e preparando um
belo prêmio.

Essa crença
de que a vida vai
dar certo.
E vai mesmo.

Porque a mente
atrai o clamor
da alma.
Porque quando
a gente acredita,
de verdade,
as coisas acontecem.

Porque o coração
é uma fênix que
não se cansa
de renascer.

E o amor não é uma
invenção humana.
E o bem há de prevalecer.
A escuridão da madrugada
assusta a tristeza.

E amanhã o Sol
estará mais uma vez
no céu a brilhar.
É a vida lhe dizendo
na forma de luzes
e cores que mais uma
chance lhe foi dada.

Enxugue o rosto,
abra o armário
e escolha o seu
melhor sorriso.
Confie em mim.
Não é uma vida ruim.
Foi só um dia difícil.
E já passou.

AUTORIA: Giselia Duarte
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 29 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O eterno em nós

Vivemos flutuando
no mar do ego.

Nós construímos
uma vida baseada
no projeto
desenhado por
arquitetos estranhos
a nós,
enchemos ela de
móveis ditados pela
moda dos outros,
dançamos e choramos
e rimos por sentimentos
dos outros,
pensamos com a mente
dos outros,
assumimos e defendemos
as ideias dos outros.

Muito pouco,
ou nada,
é realmente nosso.
Mas toda essa
vida é artificial,
limitada,
e tem um fim previsível
e inevitável:
a morte.

E então?
De que maneira nos
justificamos neste
mundo?
Buscando e encontrando
o verdadeiro,
o eterno em nós.
Aquilo que sobreviverá
à morte,
que somos nós mesmos, nosso Eu.

Essa porção
de existência que
há em nós e que quando chega
a morte simplesmente
retorna ao Todo mas
não desaparece.

Iremos continuar
flutuando nos rios
dos outros,
vivendo vidas de
outras pessoas,
ou começaremos a
nadar em nosso
próprio riacho,
onde a beleza
nos surpreende
a cada momento
e que segue até o
mar nos braços do amor
e da compaixão?

Vamos continuar
a viver na segurança
falsa e confortável
ou escolheremos
a aventura
imprevisível mas
enriquecedora que
é viver?
Buscaremos o eterno
em nós?

AUTORIA: Osho, em "La pasión por lo imposible"
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 28 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21
anos.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

A única maneira de aliviar o nosso medo...

A maioria de nós 
experimenta uma 
vida cheia de 
momentos maravilhosos 
e momentos difíceis. 

Mas para muitos 
de nós, 
mesmo quando 
estamos mais alegres, 
há medo por trás 
de nossa alegria. 

Tememos que este 
momento termine, 
que não conseguiremos 
o que precisamos, 
que perderemos 
o que amamos, 
ou que não 
estaremos seguros. 

Muitas vezes, 
nosso maior medo 
é saber que um dia 
os nossos corpos 
pararão de funcionar. 

Então, 
mesmo quando 
estamos rodeados 
de todas as condições 
para a felicidade, 
nossa alegria não 
está completa.

Pensamos que, 
para sermos mais 
felizes, 
devemos afastar 
ou ignorar 
o nosso medo. 

Não nos sentimos 
à vontade quando 
pensamos nas coisas 
que nos assustam, 
então negamos 
nosso medo. 

“Oh, não, 
não quero pensar 
nisso.” 

Tentamos ignorar 
o nosso medo, 
mas ele ainda está 
presente.

A única maneira 
de aliviar o nosso 
medo e ser feliz 
é reconhecer nosso 
medo e olhar 
profundamente para 
sua fonte. 

Em vez de tentar 
fugir do nosso medo, 
podemos convidá-lo 
até nossa consciência 
e olhar claramente 
e profundamente.

AUTORIA: Thi Nhat Hanh
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21
anos.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Um belo coração

Para que tenhamos
um coração belo é preciso
saber desde logo o que é a
verdadeira beleza e como
conquistá-la!
De repente,
um velho apareceu
diante da multidão
e disse:
"Por que o coração
do jovem não é tão
bonito quanto o meu?"

A multidão e o jovem
olharam para o coração
do velho,
que estava batendo
com vigor,
mas tinha muitas
cicatrizes.
Havia locais em que
pedaços tinham sido
removidos e outros
tinham sido colocados
no lugar,
mas estes não
encaixavam direito,
causando muitas
irregularidades.
Em alguns pontos
do coração,
faltavam pedaços.

O jovem olhou para
o coração do velho
e disse:
"O senhor deve
estar brincando...
Compare nossos corações.
O meu está perfeito,
intacto e o seu é uma
mistura de cicatrizes
e buracos!"

"Sim! - disse o velho.
Olhando,
o seu coração
parece perfeito,
mas eu não trocaria
o meu pelo seu."
Veja,
cada cicatriz representa
uma pessoa para a
qual eu dei o meu amor.
Tirei um  pedaço do
meu coração e dei para
cada uma dessas pessoas.
Muitas delas deram-me
também um pedaço do próprio
coração para
que eu colocasse no meu,
mas,
como os pedaços não
eram exatamente iguais,
há irregularidades.

Mas eu as estimo,
porque me fazem
lembrar do amor
que compartilhamos.

Algumas vezes,
dei pedaços do meu
coração a quem não
me retribuiu.

Por isso, há buracos.
Eles doem.
Ficam abertos,
lembrando-me do amor
que senti por essas
pessoas...  
Um dia espero que
elas retribuam,
preenchendo esse vazio.

E então, jovem?
Agora você entende o
que é a verdadeira beleza?
O jovem ficou calado
e lágrimas escorriam pelo
seu rosto.

Ele aproximou-se
do velho.
Tirou um pedaço
de seu perfeito e jovem
coração e ofereceu
ao velho,
que retribuiu o gesto.
O jovem olhou para
o seu coração,
não mais per feito
como antes,
mas mais belo
que nunca.

Os dois se abraçaram
e saíram caminhando
lado a dado.
Como deve ser triste
passar a vida com o
coração intacto.

Agora você terá
a chance de retirar
um pedaço de seu coração
e passa-lo para uma
pessoa que goste,
ou senão guarde-a,
e deixe seu coração intacto...
Eu retirei um pedacinho
especial para você.

AUTORIA: www.rivalcir.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21
anos.