terça-feira, 24 de abril de 2018

Tudo acontece como deveria acontecer, acredite.

Fazer as pazes com o passado é a dádiva para seguir em frente com o coração em paz. É ter certeza que tudo aquilo que está por vir também vai acontecer do jeitinho que tem que ser. Nem mais, nem menos. Tudo acontece como deveria acontecer, acredite.

Demora um bocado de tempo mesmo e, às vezes, a gente precisa remexer aquela caixinha chamada passado para ter certeza que tudo aconteceu e acontece exatamente como deveria.

Quando a gente se liberta de pesos, dúvidas e histórias, a caixinha do passado não passa de recordação. Servirá para rever histórias, mas sem criar identificação com ela.

Permito-me dizer que, às vezes, você custará acreditar que viveu tudo que viveu, como viveu. Hoje tenho certeza de que a minha "eu" de 10 anos atrás tinha que viver todas as descobertas e incertezas que viveu para que essa "eu" aqui escrevesse esse texto.

Somos a mesma pessoa, mas olhar para ela com essa empatia é mágico. Fazer as pazes com o passado é a dádiva para seguir em frente com o coração em paz. É ter certeza que tudo aquilo que está por vir também vai acontecer do jeitinho que tem que ser. Nem mais, nem menos.

E novamente você vai olhar para trás, vai se abraçar e agradecer por absolutamente tudo.

Amadurecer é entender que não temos controle sobre absolutamente nada e não há problema algum nisso.

Nós escolhemos como vamos nos sentir. Frustrados ou felizes, o trabalho é o mesmo, a diferença é que um traz bem-estar, enquanto o outro nos devora com a culpa.

É libertador aceitar que longe de ser perfeita, a vida que levamos é movida pela energia que trocamos com ela.

Não ter controle sobre o futuro e fazer as pazes com o passado é escolher viver o agora de maneira única.

Tudo acontece como deveria acontecer, acredite.

TEXTO DE: Juliana Manzato
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 26 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

No cabo de guerra da vida, ganha quem sabe ceder

Insistir em algo que você já percebeu que não vai rolar e não é para você é como estar em um cabo de guerra com a vida. A vida puxa de um lado e você de outro. Cada vez que você puxar a corda estará brigando, lutando e relutando com a sabedoria infinita de tudo que há.

Eu sempre gostei bastante de assistir aos filmes de romance, tanto os que envolvem humor, quanto os que envolvem drama e uma coisa que geralmente encontro nesses enredos é alguém que ainda está apaixonado por alguém que já se foi (vulgo "ex") ou alguém que traz um trauma do passado e não consegue mais se apaixonar ou o filme traz algum personagem que ainda vai descobrir que o que ela/ele conhecia sobre amor não é bem assim.

Como estas são situações que, de fato, costumamos passar na nossa vida, geramos identificação instantânea e nos vemos dentro de muitos destes filmes.

Você também já percebeu que em todos eles acontecem mil coisas que dão errado e poderiam ser evitadas, se desde o início os personagens tivessem feito (aprendido/assimilado/superado) o que era preciso?

Deixe eu me explicar. Na arte e na vida tudo tem o seu tempo e muitas vezes não estamos com a mente preparada para agir da maneira mais eficaz e assim evitar sofrimentos.

Geralmente, a gente cavuca, prefere ir e ver com os próprios olhos e arriscar para não se arrepender depois, e não tem nada de errado com isso, afinal, tudo é para o nosso aprendizado.

Mas se a cada experiência ficarmos mais atentos e mais presentes à nossa realidade, ao que queremos para nós, para o nosso bem, vamos evitar ir por caminhos só por curiosidade ou por comodismo, pois, no fundo, não queremos perder tempo e lutar contra a vida.

A vida é sábia e temos todos os dias escolhas por fazer, passos a dar e tudo - tudo mesmo - está do jeito que está porque definimos assim na nossa jornada ou porque é um caminho a percorrer para a nossa evolução.

Os problemas contêm em si mesmos as respostas para eles e se você não ceder ou fazer o que precisa ser feito vai ficar dando voltas e sua vida será como um daqueles filmes que eu falei para você lá em cima: Para chegar o final você terá de passar ainda por várias situações até estar no ponto que a vida pede que você esteja!

Esquecer um ex-amor por exemplo é uma dessas situações em que sabemos o caminho a ser trilhado. Pode ser que lá na frente vocês voltem, mas o ciclo do passado - muitas vezes recente - já acabou. Insistir em algo que você já percebeu que não vai rolar e não é para você é como estar em um cabo de guerra com a vida. A vida puxa de um lado e você de outro. Cada vez que você puxar a corda estará brigando, lutando e relutando com a sabedoria infinita de tudo que há e teimando que da sua forma as coisas seriam melhores.

Se você quer ser uma pessoa realizada, quer estar em evolução e sentir que está trilhando uma jornada feita de verdades e de paz, solte o cabo de guerra. Ceda.

Não brigue com a vida e aceite dela os problemas, o retorno dos seus atos, o fim do seu relacionamento e creia no aprendizado em si. Sem ele você não poderá ter um enredo da qual se orgulhar e uma trajetória abundante para desfrutar.

TEXTO DE: Déborah Lessa
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 25 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Não é preciso muito para ser feliz, ter fé já é o suficiente.

Muitas pessoas vivem procurando motivos para ser feliz, mas concordo que a felicidade esteja dentro de nós, pois se tivermos fé em nosso interior, com certeza estamos no caminho certo.

A porta da felicidade é aquela que nos leva até Deus, porque é a única que temos a certeza de que dura, que nos sustenta e nos faz caminhar, muitas vezes não sem um pouquinho de medo, mas cercados de certezas e com a confiança de que medo nenhum é maior do que Aquele que nos protege e nos faz entender que o medo é apenas mais uma das várias barreiras que nos impedem de prosseguir, por isso não devemos nos preocupar: a coragem de seguir faz com que os medos sejam deixados pelo caminho.

Por isso, rico é quem confia em Deus e entrega sua vida a Ele, pois é o único que tudo pode e, sem Ele, nada podemos. Sábio é quem tem clareza disso porque é essa verdade que nos ilumina.

Assim, acredito que não é preciso muito para ser feliz, ter fé já é o suficiente. A fé nos abre caminhos, nos mostra novos horizontes, nos traz certezas e nos afasta de tudo aquilo que nos deixa estagnados por causa dos nossos medos, dúvidas e incertezas. Deus é tão bom que tira de nós tudo aquilo que nos faz tristes para plantar sorrisos em nossos lábios, Ele é especialista em fazer felizes aqueles que O amam. 

Por isso, eu não me arrependo de me cercar de fé todos os dias, porque é essa a barreira que tem me protegido de tudo aquilo que me faz mal.

Sabe quando a gente tem aquela certeza bonita de que tudo vai dar certo? É Deus sussurrando no nosso ouvido nos dizendo que dará tudo certo porque é Ele quem está no controle.

As melhores coisas e as pessoas especiais que recebemos em nossa vida são frutos da fé porque só Deus para nos presentear com o que há de mais valioso, verdadeiro e sincero. Dessa maneira, quando temos fé, Deus nos presenteia com as constantes felicidades que planta em nossa vida.

Às vezes, a felicidade transborda tanto que rimos sem motivos e sentimos que estamos sendo acariciados por dentro; é apenas a nossa alma transbordando por estar embevecida da fé. A fé é a nossa estrutura, é a mais linda prova de que a "felicidade" já fez morada em nosso coração, desde o primeiro instante em que resolvemos acreditar em Deus como o plantador de sorrisos, o único capaz de nos tornar felizes, porque não economiza momentos felizes em nossa vida, mas está sempre regando nossa felicidade para que os nossos sorrisos nunca morram de sede.

A felicidade é nítida naqueles que confiam em Deus, não há disfarces que sejam capazes de ofuscar a luz do Senhor no coração de cada um que n'Ele confia, essa luz é facilmente reconhecida quando dizem "você tem algo especial; a sua luz brota do seu sorriso; você é tão alegre; você é diferente".

Para tudo há uma única resposta: é a fé que nos sustenta que nos torna tão especiais, se Deus está dentro do nosso coração, não há motivos para não sermos felizes.

TEXTO DE: Patrícia Regina de Souza
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 24 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

sábado, 21 de abril de 2018

Consertar vale a pena?

Hoje em dia, quando uma coisa quebra ninguém mais quer consertar. Ninguém pensa se ainda tem ou não tem conserto. Querem trocar. Substituir. Silenciar. Jogar fora. Ninguém quer mais perder tempo: quebrou? Joga fora. Deu trabalho? Não me serve.

Hoje em dia, quando uma coisa quebra ninguém mais quer consertar. Ninguém pensa se ainda tem ou não tem conserto. Querem trocar. Substituir. Silenciar. Jogar fora. Quando algo quebra, o destino mais provável é o lixo, o abandono. Quando algo dá trabalho, o melhor é esquecer. E por mais triste que pareça, muitos querem impor esse comportamento, também, a suas relações de vida: Amizades, amores, namoros, trabalho, etc. Ninguém quer mais perder tempo: quebrou? Joga fora. Deu trabalho? Não me serve.

É certo que ninguém é obrigado a suportar aquilo que não deseja. Todos têm o direito de ficar em dúvida quando não se sabe o que fazer em algumas situações. Uma das maiores características do ser humano é se acostumar a qualquer coisa.

A gente se acostuma com o bom. A gente se acostuma com o ruim. A gente se acostuma a ser bom. A gente também se acostuma a ser ruim.

Nós nos acostumamos a tanta coisa, a tanto sentimento vago, a tanta emoção vazia, que se desapegar tornou uma tarefa difícil, na maioria das vezes, até impossível.

Devemos ter muito cuidado para não transformar essa rotina de aceitações, em um monstro que devore nossos dias, nossos sonhos e o valioso pouco tempo que ainda nos resta. Sair da zona de conforto não é nada fácil. Habituar-se com o que é pouco ou com os excessos acaba sendo uma cruel consequência.

Resta jogar tudo para o alto e cair fora conforme a regra? Ou tentar consertar, arriscando repetir o erro?

De tanto parar para pensar, a gente acaba aceitando algumas coisas, só por não saber como consertar. Só por não ter coragem de agir. Por não saber sequer por onde, nem como dar início ao que se pretende. Só por não querer jogar o que não serve mais no lixo.

Por não ter coragem o suficiente ao menos para abrir a porta e deixar ir.
Temos que aceitar que algumas coisas não têm reparo, não têm restauro, não terão conserto nunca mesmo. Mas é preciso investir, até que a certeza de que não vale a pena seja plena. Daí não tem mais volta, o melhor é abrir a gaiola e voar ou abrir a gaiola e deixar sair.

Ninguém precisa brigar por felicidade. Precisa simplesmente ter autoestima e muito amor-próprio. Concordo que alguns sentimentos precisam de conserto, precisam de quem os ajude a fluir, precisam de alguém que não meça esforços e renúncias para fazê-lo surgir.

Alguns sentimentos valem todo o custo para mantê-los vivos. Algumas pessoas valem todo o custo para mantê-las por perto.

Se ser feliz é a meta, então não meça energias para conseguir, para conquistar. Elimine o orgulho que existe dentro de você. Às vezes é difícil, a gente falha, mas não ligue para o que vão dizer, siga em frente, porque a gente deve confiar e ser otimista, sabendo que o importante é entender que os momentos difíceis, de dúvidas e fracassos, podem fazer surgir uma vida plena de belezas e alegrias, sem que haja a necessidade de se jogar nada fora ou desistir de algo ou alguém. Consertar muitas vezes vale a pena, vale a outra chance.

Administrar a vida é uma arte e a gente não pode se esconder para sempre atrás das portas e no escuro, com os olhos fechados para o espelho.

Precisamos ter uma alma grande, não uma alma mesquinha que se submete aos caprichos alheios para satisfazer outros egos, depreciando a nossa própria imagem no espelho. Só vale a luta e o apego, se sentirmos que existe o amor. Sempre é de verdade quando há reciprocidade.

Esforce-se ao máximo para ficar do lado de alguém lhe faz bem, mas dê maior valor às atitudes que saem do coração, às palavras que saem da boca.

Não somos obrigados a aceitar tudo, a sorrir sempre, a agradar a todos e a permanecer calados. Não adianta sonhar em consertar o mundo, se a gente não consegue arrumar nem a nossa vida.

Nós não somos obrigados a ser o que não queremos ser. A ter o que não precisamos ter. A manter o que não é essencial. Não somos obrigados a consertar o que está sempre quebrando. Não somos.

Nossa única obrigação é tentar ser feliz e quem deseja estar junto, que faça por merecer e venha com aquele sentimento que não precisa restaurar, não carece de remendos.

Que venha com aquele sentimento inteiro, íntegro e verdadeiro. Que venha sabendo conjugar, perfeitamente, o verbo amar!

TEXTO DE: Cleonio Dourado
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 23 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Siga sempre com Deus e que a bússola da intuição guie seus passos.

Hoje eu o convido a fazer uma prece e dentro dela que você coloque seus sentimentos mais sinceros.

Que Deus o ouça e atenda no que for possível. Hoje eu o convido a sorrir, eu convido a fazer uma prece e dentro dela que você coloque seus sentimentos mais sinceros. Que Deus o ouça e atenda no que for possível.

Hoje eu peço cuidado com sua vida, com suas atitudes, cuidado com quem lhe precisa. Cuidado com seu coração, sonhos e pensamentos. Que portas se abram e por trás desse olhar de quem já viveu tantas coisas, você possa se sobressair em outras fantasticamente escritas para si, porque você merece o sol que aquece a alma, você merece ser luz.

Que você corra atrás do que o encanta e que entre um sentir e outro, você aprenda a discernir a raridade de um encontro bom e a presença do amor e a cumplicidade de quem necessita viver e experimentar as sensações do tempo. 

Hoje eu o convido a se reencontrar com alguém que lhe seja especial e que sinta sua falta. Alguém que mereça um toque, um gesto, uma proximidade maior, alguém que lhe caiba, como quem o ensina e o ouve, como quem não o julga e o ama mesmo assim.

Não tenha medo de ser feliz não tenha medo de voar e de se entregar ao que faz bem. Hoje eu te convido a rir, a dançar, a estar entre amigos a estar com os seus com respeito com jeito de quem pousa o olhar no abraço de quem sempre o protegeu e pediu por você com fervor. Você tem a faca e o queijo, tem direito a fazer acontecer. Aconteça, erga, surpreenda. Você tem a ideia, você tem passagem para transitar onde puder, não transfira responsabilidades que são suas, apenas as inclua como dever a ser cumprido.

Hoje eu o convido a correr e se lançar nas coisas mais profundas, raras e simples; como um café, um olá, um sorriso.

Mantenha a confiança nos passos mantenha a alma erguida. Vá em frente seja transparente, mas não seja líquido. Seja consistente, seja de verdade, seja íntegro (a).

Hoje eu o convido a colher bons frutos e distribuir afetos, a se libertar de todas as prisões internas, a dar impulso e prosseguir. Vá descalço (a), vá a pé, vá calçado (a) de dias melhores e pensamentos mais positivos. Só não pare não se acomode e não se deixe nas mãos de ninguém.

Vá com Deus e que a bússola da intuição o guie a laços mais fortalecidos, colos que acalentam mãos que seguram, dando-lhe o suporte que você precisa para se sentir mais em paz e amado (a) como se deve. Desejo-lhe uma boa vida e que você lute por ela, sempre que pensar em desistir.

TEXTO DE: Sil Guidorizzi
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 21 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Eu prefiro sempre me lembrar do que me faz bem. O que faz mal, não chega mais ao meu coração

Prefiro me lembrar do que me faz bem, porque aquilo que me faz mal já é um passado que não bate mais à porta do meu coração. Só guardo comigo aquilo e aqueles que me acrescentam porque todo o resto é bagagem inútil.

Que sejamos leves porque a leveza de quem carrega coisas boas na mente e no coração não se iguala a qualquer outra coisa, porque pessoas que se esquecem do que lhes faz mal, que sabem perdoar e seguir em frente sem mágoas no coração, são como pássaros sem gaiola, não ficam presas ao que não as deixa voar para o caminho da felicidade.

O grande problema de muitas pessoas é que gostam de ficar revivendo tudo aquilo que já lhes machucou um dia e essa nunca é uma boa escolha, as pessoas felizes são aqueles que escolhem seguir em frente apesar de tudo, que decidem perdoar porque a mágoa e o ressentimento trazem escuridão para dentro da gente, aqueles que preferem ser e semear amor, mesmo em um mundo onde o ódio fala alto.

Por isso, eu prefiro me lembrar do que me faz bem, porque aquilo que me faz mal já é um passado que não bate mais à porta do meu coração, simplesmente porque já foi algo deletado.

Só guardo comigo aquilo e aqueles que me acrescentam porque todo o resto é bagagem inútil, todo o resto é apenas o resto e eu, sinceramente, só me contento com aquilo que é inteiro, sentimentos e pessoas que vêm inteiras para mim.

Nunca fui fã dos meio termos ou das migalhas, talvez, por isso, eu me sinta tão feliz todos os dias, com a certeza de que a bagagem que levo comigo é simplesmente aquela que não pesa, mas que se torna vital na minha caminhada.

Temos que aprender a ser mais apegados a tudo aquilo que vale a pena e valorizar as pessoas e os sentimentos que nos levam para frente porque é isso o que sempre importa, é tudo isso que nos faz transbordar por dentro e por fora.

E, precisamos aprender a se desapegar de tudo aquilo que nos faz estagnar ou retroceder: sejam sentimentos, pessoas, caminhos ou escolhas, tudo isso não vale a pena e, muito menos, a nossa valiosa presença.

Não devemos pegar o sofrimento com as nossas próprias mãos porque mais tarde pode ser tarde demais para se arrepender, certas coisas só existem para nos fazer sofrer, mas, o bom de tudo, é que sempre podemos escolher entre aceitar ou não aceitar determinadas cargas, que são tão pesadas que não nos deixam enxergar o bom da vida e a felicidade que está nos esperando alguns passos à frente do caminho.

Nós temos a possibilidade de escolher os caminhos que devemos trilhar, mas temos total responsabilidade sobre o que encontraremos no destino, o que decidimos manter em nossa vida ou o que, definitivamente, não precisamos.

Não precisamos sofrer, chorar ou ser infelizes por coisa pouca porque não podemos aceitar menos do que o melhor, sábio é aquele que decide escolher aquilo que lhe faz feliz de maneira plena porque meios-termos são para quem se contenta com migalhas.

Que saibamos carregar dentro de nós somente aquilo que nos eleva e ao nosso lado somente aqueles que merecem.

TEXTO DE: Patrícia Regina de Souza
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 20 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Notívagos: quando a madrugada não serve para dormir

Quando a madrugada não serve para dormir. Nem é preciso sair de casa, não se trata necessariamente de baladas, mas parece que, em algumas pessoas, o metabolismo simplesmente acende enquanto o dia vai embora e a noite chega, mesmo que para ficar em frente à televisão.

Quando procuramos significados para a palavra "notívago", sempre encontraremos algo relacionado a quem possui hábitos noturnos. E muita gente é assim, do tipo que o que menos sente na madrugada é sono. Nem é preciso sair de casa, não se trata necessariamente de baladas, mas parece que, em algumas pessoas, o metabolismo simplesmente acende enquanto o dia vai embora e a noite chega, mesmo que para ficar em frente à televisão.

A madrugada e sua lua, desde sempre, inspiram poetas, músicos e artistas, em geral, a produzirem suas obras, adentrando as horas da madrugada compondo, escrevendo, pintando, como se a escuridão e as sombras lhes motivassem a produzir luz, por meio de sua arte.

Teve um tempo em que a programação dos canais de televisão encerrava suas atividades durante a madrugada, mas hoje os programas se estendem pelas vinte e quatro horas do dia, bem como existe uma rede de comércio que jamais fecha, empresas com turnos noturnos, e por aí vai.

Há estudos que dizem ser o organismo do adolescente peculiar, nesse sentido, uma vez que, nessa fase de crescimento e de amadurecimento, o corpo é mais lento nas primeiras horas do dia, ou seja, eles estão predispostos a dormir e a acordar mais tarde.

Nesse ponto, portanto, percebe-se que muitas pessoas permanecem na adolescência a vida toda, pois, para elas, acordar cedo é um martírio, enquanto que varar a madrugada é tranquilo e natural.

Por outro lado, o cair da noite também pode nos trazer sentimentos desconfortáveis e medos que, durante o dia, parecem adormecidos - é como se o medo dormisse de dia e acordasse com tudo à noite.

Existem pessoas com depressão, por exemplo, que veem suas angústias acentuarem ao cair da noite, como se o crepúsculo levasse, junto com a luz do sol, suas esperanças. Há, inclusive, a síndrome do entardecer, em pacientes com Alzheimer, pois, nesse período, eles tendem a ficar mais confusos.

Fato é que muitas pessoas amam a madrugada e sentem-se dispostas e motivadas a inúmeras atividades exatamente nessas horas em que muitos descansam e dormem. Há muitas coisas interessantes rolando nessas horas, tanto nas redes sociais, quanto nos canais televisivos, ou pelas ruas da cidade, entre os boêmios de plantão.

Encontros furtivos, tramas complexas, planos de vida, vícios e prazeres compõem o imaginário popular quando nos referimos às horas escuras.

Seja para sair por aí, para se encontrar com quem se ama, seja para curtir a própria companhia, há muitas pessoas interessantes que fazem parte da tribo dos notívagos. Simplesmente porque a madrugada é composta de horas interessantes. Interessantíssimas!

TEXTO DE: Marcel Camargo
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 19 de Abril de 2.018.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR. Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 24 anos.