sábado, 24 de março de 2012

A cobertura de Deus é maior que a sua imaginação pode alcançar.

Mas os problemas que
ora te afligem,
podem ser frutos da
sua semeadura errada
no passado.

E por isso,
esse sentimento de
impotência diante das
dificuldades.

Quantas vezes,
ao depararmos com dois
caminhos diferentes,
"deixamos de conversar com Deus"
e seguimos qualquer um,
Normalmente aquele
caminho que parece mais florido,
mais fácil.

E Deus,
em sua infinita misericórdia,
permite que façamos
nossas escolhas.

Mas,
a colheita das nossas
escolhas é obrigatória.

Poderá o homem
que fuma por muitos
anos reclamar do enfisema
pulmonar?

Poderá o homem
ou mulher que trai a
pessoa amada reclamar
de solidão?

Poderá o homem que
rouba no seu
trabalho reclamar da
punição?

Poderá o homem
que plantou jiló esperar
abacaxis doces?

Ainda assim,
diante das mazelas humanas,
dos erros cometidos por
cada um de nós,
Deus se apieda,
e envia anjos de todas
as espécie;
médicos, enfermeiros,
doadores, irmãos,
amigos,
evangelistas e desconhecidos,
que através do círculo
de amor divino,
envolvem a pessoa necessitada
em carinho que cura.

Em amor que restaura.
Em generosidade
que alivia
dores e restaura caminhos.

Assim,
seja o problema
que for.
Causado pela sua escolha
errada do passada,
ou sem nenhuma compreensão
nos dias atuais.
Saiba que Deus não
desiste de ninguém.

Tudo vê,
tudo ampara quando
pode intervir.

Quando você pede socorro
e deixa Ele agir.

A cobertura de Deus é exatamente
do seu tamanho,
e pode socorrer
agora a sua alma aflita,
sem nada pedir.

Somente creia e deixe
Deus agir.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Agosto de 2.015.

Levante-se

"Ser derrubado
é freqüentemente uma
condição temporária.
Desistir é o que a torna
permanente."
- Marilyn vos Savant -

Todos tropeçam e caem,
especialmente quando estão
caminhando e buscando mudanças.

Todos se machucam e sangram,
por fora ou por dentro,
mesmo quando querem
somente viver a vida plenamente.

Todos se sentem exaustos,
um dia ou outro,
e param a caminhada para descansar
quando não conseguem dar nem
mais um passo.

Seu caso,
meu caso e o caso
de todos os que estão vivos.

Ninguém disse que nossa
aventura de viver seria fácil mas,
apesar dos tropeços,
quedas, dores, tristezas,
ferimentos, solidão e exaustão,
ainda assim você é
mais forte.

Mesmo quando derrubado,
ou derrubada,
você pode levantar e continuar.

Você é mais forte do
que suas aparentes limitações
e a prova disso é que
sente quando algo está
limitando sua vida.

Se não fosse mais forte,
nem notaria.
Você é mais forte do
que seus ferimentos,
razão pela qual busca
curar-se o mais rapidamente
possível para voltar ao
combate na vida,
na família, na empresa,
na escola ou onde quer que
seja necessário o seu retorno.

Você é mais forte do que a
tristeza porque,
no fundo,
deseja que ela se vá para
dar lugar à alegria
e felicidade.

Você é bem mais forte.

Mais forte do que pensam
os outros,
por melhor que conheçam você.

Mais forte do que pensa você,
por mais que acredite
conhecer-se.

Mais forte do que qualquer
um sobre a Terra possa
achar que você é.

Sua força não pode ser
medida em aparelhos,
não pode ser guardada
nem vendida.

Ela está ai dentro e só
você pode usá-la,
quando achar que deve,
quando achar que pode,
quando achar que vai.

Suas derrotas não são permanentes,
como diz Marilyn vos Savant
ao afirmar:
"Ser derrubado é freqüentemente
uma condição temporária.
Desistir é o que a torna permanente."

E você não vai desistir,
porque você é mais forte,
e sempre será mais forte.

Mostre isso ao mundo hoje e se,
por qualquer razão,
você tropeçar e cair,
lembre-se:
você é mais forte.

Respire fundo,
levante-se e não desista.

Desistir é o que torna toda
derrota permanente.

Levantar-se é o que torna
toda derrota somente
mais uma lição em direção ao
seu imbatível sucesso.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 30 de Março de 2.012.

Colhendo o que Plantou

Com certeza você já
ouviu essa máxima popular:
fulano está colhendo
o que plantou...

Infelizmente,
ela só é usada quando
alguém não dá certo.

Ninguém lembra
da citação quando ocorre
o contrário;
quando alguém alcança
o sucesso.

Nesse caso,
dizem que é sorte!

Você sabe que não
é bem assim.

Cada um colhe o que planta,
isso é certo.

Mas,
se a pessoa é negligente,
não terá bons frutos.

Para chegar onde deseja,
não basta querer;
é preciso trabalhar duro
para alcançar.

Antes de colher os frutos,
é necessário fixar,
enraizar as idéias;
depois trabalhar firme e
estar preparado para superar
todos os imprevistos -
que com certeza vão aparecer.

O sucesso é isso:
é o fruto bem cultivado
que vai para as mãos de
quem soube não só plantá-lo,
mas que trabalhou
com dedicação e paciência
até poder colhê-lo...

E você?

A quantas andam as
suas plantações?

"Transporte um punhado de terra todos
os dias e farás uma montanha!"
- Confúcio -

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 29 de Março de 2.012.

Você Pode...

Você tem escolha!
Você pode obter o que
deseja ou ficar com as
coisas deixadas pelos
outros para você.

Deixar as coisas acontecerem
é muito mais fácil,
afinal não requer nenhum
esforço de sua parte.
O problema é,
que quando você
simplesmente espera
as coisas acontecerem elas
não ocorrem do seu gosto.

E você fica alimentando
uma sensação
que a vida está passando
e que não está fazendo nada
de importante com ela.

A outra escolha,
que é conquistar os seus
sonhos e ideais,
requer envolvimento ativo,
toma esforço com foco,
compromisso,
disciplina e persistência.

Todas estas coisas soam
como difíceis,
e elas com certeza serão.

Assim,
por ser difíceis,
fazem muitas pessoas
evitarem ou desistirem
deste caminho.

Mas quem escolhe este caminho,
e persiste até o fim,
obterá as recompensas que
a vida nos reserva.

Seguramente você pode
escolher o seu caminho -
andar por estradas
conhecidas ou se aventurar
pelos caminhos mais difíceis.

Qual caminho você está
seguindo neste instante
de sua vida?

Você tem sorte de poder
escolher qual
estrada seguir para construir
a vida que você deseja.

Escolha com sabedoria,
por que através
desta decisão você irá
alterar completamente os
destinos de sua vida.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 28 de Março de 2.012.

A arte de não adoecer

Se não quiser adoecer -
"Fale de seus sentimentos"
Emoções e sentimentos
que são escondidos,
reprimidos,
acabam em doenças como:
gastrite, úlcera,
dores lombares, dor na coluna.

Com o tempo a repressão
dos sentimentos degenera
até em câncer.

Então vamos desabafar,
confidenciar,
partilhar nossa intimidade,
nossos segredos,
nossos pecados.
O diálogo, a fala, a palavra,
é um poderoso
remédio e excelente terapia.

Se não quiser adoecer -
"Tome decisão"
A pessoa indecisa permanece
na dúvida,
na ansiedade, na angústia.

A indecisão acumula problemas,
preocupações, agressões.

A história humana é
feita de decisões.
Para decidir é
preciso saber renunciar,
saber perder
vantagem e valores para
ganhar outros.

As pessoas indecisas
são vítimas de
doenças nervosas,
gástricas e problemas
de pele.

Se não quiser adoecer -
"Busque soluções"
Pessoas negativas não enxergam
soluções e aumentam os problemas.
Preferem a lamentação,
a murmuração, o pessimismo.

Melhor é acender o fósforo
que lamentar a escuridão.
Pequena é a abelha,
mas produz o que de mais
doce existe.

Somos o que pensamos.
O pensamento negativo gera
energia negativa
que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer -
"Não viva de aparências"
Quem esconde a realidade finge,
faz pose,
quer sempre dar a impressão
que está bem,
quer mostrar-se perfeito,
bonzinho etc.,
está acumulando toneladas
de peso...
uma estátua de bronze,
mas com pés de barro.
Nada pior para a saúde que viver
de aparências e fachadas.
São pessoas com muito
verniz e pouca raiz.
Seu destino é a farmácia,
o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer -
"Aceite-se"
A rejeição de si próprio,
a ausência de auto-estima,
faz com que sejamos algozes
de nós mesmos.
Ser eu mesmo é o núcleo de
uma vida saudável.
Os que não se aceitam são invejosos,
ciumentos, imitadores,
competitivos, destruidores.
Aceitar-se,
aceitar ser aceito,
aceitar as críticas,
é sabedoria,
bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer -
"Confie"
Quem não confia,
não se comunica,
não se abre,
não se relaciona,
não cria
liames profundos,
não sabe fazer amizades
verdadeiras.
Sem confiança,
não há relacionamento.
A desconfiança é falta
de fé em si,
nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer -
"Não viva sempre triste"
O bom humor, a risada,
o lazer, a alegria,
recuperam a saúde e trazem
vida longa.
A pessoa alegre tem o dom de alegrar
o ambiente em que vive.
"O bom humor nos salva das
mãos do doutor".

Alegria é saúde e terapia.

TEXTO: Dr. Dráuzio Varella
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Março de 2.012.

domingo, 18 de março de 2012

Nossa consciência

O seu amigo
íntimo é a sua consciência.
O seu júri,
é a sua consciência.
O espelho da sua alma,
é a sua consciência.

Podemos representar
qualquer papel na vida.
Para um ou
para muitas pessoas.
Podemos ser o bonzinho,
o feliz, o zangado,
o que não leva desaforos
para casa,
o que não derrama lágrimas,
o que não dá o braço
a torcer.
Mas,
na hora em que
nos despimos de nós
mesmos.

Quando deitamos a cabeça
no travesseiro,
quando deixamos os
pensamentos tomarem
conta do nosso
"eu",
vem aquela
verdade que nem
sempre é dita.

A realidade que as vezes
tentamos esconder...

E por vezes,
há noites em que molhamos
o travesseiro
com grossas lágrimas da
nossa solidão.
Com mágoas reprimidas,
desilusões mal digeridas,
separações que
não aceitamos até hoje.

A ausência de um
ente querido,
a falta de uma palavra de
doçura dos pais,
um pequeno gesto de
reconhecimento de quem
tanto amamos.

Não porque vivemos esperando
reconhecimentos,
não é porque buscamos aplausos,
nada disso.

É pela simples troca de
energias do amor.
Damos amor,
queremos receber o amor...

Então,
no nosso Tribunal interior,
as vezes nos massacramos,
nos inferiorizamos,
e por isso, durante o dia,
ficamos calados demais,
ou damos
"patadas" a "torto e a direita",
distribuímos o nosso mau-humor,
não fechamos com ninguém,
e assim, sofremos...

Mas,
eis que a Boa Nova,
a alegria,
vem trazendo pela
mão um alento,
e vem em forma de
doce pensamento.

É quando nos reconhecemos
merecedores das conquistas
que provocamos.

Quando nos lembramos
do tanto que já trabalhamos.

Quando finalmente
nos aceitamos do jeito
que somos,
e percebemos que temos
qualidades.

Que podemos amar
tantas vezes quantas
forem possíveis.
E que a vida é tão bonita,
que podemos enxugar
ás lágrimas,
secar o pranto e ficarmos prontos
para a Felicidade,
que insiste em bater
a nossa porta,
todos os dias.

Hoje não é mais tempo
de chorar.

É tempo de amar!

De se descobrir e se revelar.

Tempo de ser mais você.

Eu acredito em você!

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 24 de Março de 2.012.

CAMINHANDO SOBRE O MAR

Você conhece
essa cena do Evangelho,
não é?

Ela retrata o momento em que
Jesus anda sobre as águas
e socorre o discípulo Pedro,
desesperado...
afundando nas ondas agitadas!

O que aconteceu com Pedro?

Ele e os outros
discípulos estavam numa barca
atravessando para outra
margem.
Jesus os vê na barca agitada
pelo vento forte
e vai ao encontro deles.
"Caminhando sobre o mar".
Pedro vendo Jesus pede-Lhe
para ir até Ele.
"Vem", Jesus diz.
Pedro sai do barco e vai andando...
Enquanto confia em Jesus,
ele fica de pé sobre as águas!
Mas...
A violência do vento redobrou.
Pedro teve medo e afunda gritando:
"Senhor, salva-me!".
No mesmo instante,
Jesus estendeu-lhe a mão,
segurou-o e lhe disse:
"Homem de pouca fé,
por que duvidaste?"

Ao gritar: "Senhor",
Pedro afirma que
está diante Daquele
que tudo pode sobre a terra,
céu e mar.

Ao gritar: "salva-me",
Pedro está diante Daquele que
se faz Misericórdia,
socorrendo a todos que Lhe pedem.

Pedro via acontecer isso...
Mesmo assim,
Pedro teve medo...

Na pergunta que faz a Pedro,
o Senhor está ensinando que
não basta ter confiança quando
tudo está tranquilo.
Mas manter a fé mesmo
na tempestade!...

Como nos
identificamos com Pedro,
não é mesmo?

Mas ele também nos ensina!
Ele mostra que
o discípulo de Jesus
não é aquele que nunca afunda,
mas o que sempre volta a confiar.

Quantas vezes acontece coisa
semelhante conosco!...

Quando as ondas do mar da vida
se agitam e
parece que nosso barco vai virar ...

Clamamos por Jesus.

Ele diz "vem",
e até damos passos na
sua direção.
Mas de repente o vento
sopra mais forte,
as ondas dos problemas
se agigantam...

E temos medo...
O medo nos paralisa.
Impede de percebermos as
mãos fortes de Jesus
segurando a nossa para
não afundarmos.
Mas as mãos
de Jesus estarão sempre lá,
onde necessitarmos delas.

Se estivermos
afundando em mares
bravios de problemas,
mas reconhecermos que
Jesus tudo pode,
e que acima da nossa pouca fé,
está a Sua misericórdia infinita...

Basta gritarmos como Pedro:
"Senhor, salva-me!".

Ele há de segurar nossa mão
com a firmeza com que segurou
a de Pedro.

E nos salvará...
Sempre!!!

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br

* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 23 de Março de 2.012.

O que é importante para você?

Você jura que dirige a sua vida,
que reflete antes de tomar decisões,
que é responsável e age com sabedoria.
Pois bem,
tenho que lhe dizer que na verdade,
somos impulsionados pelas emoções,
e as emoções que sentimos,
são frutos diretos das nossas
crenças e dos valores
que cultivamos.

Os valores pessoais,
são quase sempre,
heranças da nossa criação,
e cada indivíduo,
carrega consigo
“idéias a respeito de família,
de trabalho, de honestidade,
dignidade e isso
move para essa ou para
aquela direção.

Tem gente que mata outro
ser humano com tanta
facilidade que chega a indignar,
e outros que se ocupam de
cuidar das formigas órfãs
do cerrado…
Valores, valores e valores.

Já as crenças,
são adquiridas com
experiências
e até com observações de
pessoas que admiramos.

Crenças são quase sempre,
um “conjunto de regras”.
Algumas herdamos dos pais,
avós,
ou amigos muito próximos,
como não tomar banho após
as refeições,
não comer manga com leite,
não falar a palavra “Câncer”,
e tantas outras “crenças”
que armazenamos em nosso
cérebro e que ficam ali de
espreita para quando
chegar o momento “certo”,
ela vem e dá a sua opinião,
quase sempre,
a opinião mais forte.

Por isso que temos gente
que tem tudo para
ser um bom político por exemplo,
mas tem medo de entrar
para a política pois dentro de si,
guarda a informação de
que todo político é ladrão
por exemplo.

E aqueles que admiram o amor,
suspiram romanticamente
mas nunca encontram
alguém para se relacionar
seriamente,
porque normalmente,
acreditam que o amor de
verdade é aquela coisa
da Cinderela,
do Príncipe que vem
com seu cavalo,
que é coisa de “contos de fadas”,
não existe na vida real,
e quando tem tudo para
viver o amor,
foge com suas crenças…

Mas,
como descobrir se
as suas crenças e seus
“valores pessoais”
estão interferindo positiva
ou negativamente
na sua vida?

Vou te dar uma sugestão,
que não é assim tão
difícil de fazer.
Comece procurando um
lugar tranquilo para
sentar ou deitar numa grama
por exemplo,
onde você possa realmente
ficar só e
“ter um tempo para você”.

Relaxe e tente responder
essa pergunta simples:
- O que é importante para mim?
Deixe a sua mente responder.
Não force nada.

Provavelmente você vai ver
passar um turbilhão de
fotos de familiares,
imagens de alguns amigos,
bens materiais,
sei lá…

Cada um carrega em si mesmo
uma mala cheia de emoções,
fotos,
recordações e experiências
que moldam a nossa vida
e nossas atitudes.

Deixe-se envolver pelo
seu relatório e descubra
realmente o que é importante
para você,
em quê ou no quê você
acredita,
quais são os valores
que te movem,
o que te desagrada tanto.

Pode ser que você esteja
carregando ai dentro,
crenças absurdas,
que o seu intelecto já é
capaz de reconhecer
como absurdo,
como um fato que não
é verdadeiro,
mas mesmo assim você
continua preservando,
como não tomar manga
com leite…

Te proponho algumas mudanças,
como entrar em uma Lanchonete
e pedir um Suco de Manga
com Leite e beber gostosamente,
com a confiança de que é um
excelente suco para a sua saúde.

Você vai desamarrar um “nó”
da sua cabeça e se
libertar para viver novas experiências,
com mais segurança e uma certeza:
nós podemos um pouco mais.

Podemos realizar algo mais.
Crescer além das nossas medidas,
que quase sempre são tão pequenas.

O que é importante para você?

Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 22 de Março de 2.012.

Depressão é doença sim!

Pode ser que a depressão
já esteja na sua porta,
que a idéia do suicídio esteja
martelando na sua cabeça.

Pode ser que você
esteja vendo tudo cinza,
barreiras e mais barreiras,
uma vontade sem vontade,
nada alimenta o seu desejo,
o seu tesão pela vida sumiu.

Tudo isso são
sinais claros de Depressão.

Depressão é uma
doença sim!

Ela atinge qualquer pessoa,
de qualquer credo,
de todas as raças,
países ou comunidades.
Precisa de tratamento,
precisa de medicamento.

Não adianta pegar
uma pessoa depressiva,
e ficar fazendo discurso
de alegria,
nem ficar falando que
Deus levanta,
que depressão é coisa do
"mal",
que os demônios
estão a solta.

Depressão
precisa de atenção!
Atenção de quem
vive o problema,
atenção de quem compartilha
com um ente querido.

Por isso,
o primeiro passo é reconhecer
que precisa de ajuda.
O segundo, é claro,
é buscar essa ajuda.

Não adianta ficar em
casa esperando um anjo,
se não puder caminhar,
peça socorro!

Admitir que está com
gripe é pecado?
Admitir que está com dor
de barriga é vergonhoso?
Admitir que precisa de ajuda
é tão difícil assim?

Depressão é doença sim!

Precisa de atenção,
de medicamento,
de carinho.
É um ciclo que todos
estamos sujeitos.

Por ser um ciclo,
deve ter começo,
meio e fim.

Por isso,
busque ajuda
para trocar os "olhos",
que vêem tudo acinzetado,
por outros,
que possam enxergar a
beleza e a cor da vida.

"É um novo dia,
e quem sabe,
uma nova terapia.

Ser feliz é uma
busca constante,
de todo ser caminhante.

Por vezes,
sentimos fraquejar,
o desânimo vem nos alcançar.

Mas,
levante a cabeça,
não olhe para o chão,
é do céu que vem a
sua salvação."

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 21 de Março de 2.012.

Seja você mesmo

Quando nos recusamos a passar
quem realmente somos
para os outros,
é a nossa imagem que eles
passam a conhecer
e até a amar ou não apreciar,
e não aquilo que somos
verdadeiramente.

Frequentemente as pessoas
têm medo do julgamento
dos outros
e elas preferem
"seguir a maré"
do que contradizer.

Talvez tenham medo
de se revelar
por achar que não vão ser
aceitas como são,
ou então para não magoar
e ferir os outros,
preferem agir como se estivessem
de acordo com tudo.

Dizem sim quando interiormente
pensam não.
E cria-se assim uma
imagem falsa
e errônea de si mesmo.

Mas a vida não é um palco
e nós não somos todos
atores que,
depois do espetáculo,
se despem da sua personagem.

Se fazemos isso criamos em volta
de nós mesmos
um mundo hipócrita.

Não digo aqui que devemos ficar
jogando nossas verdades
sem nos importar com a reação
das pessoas.

Nós não somos
uma ilha e menos ainda o
centro do mundo.

Todavia,
tem momento e meio pra
tudo na vida.

O importante é a sinceridade.

Uma mesma coisa pode ser dita
de diferentes maneiras
e causar diferentes impactos
naquele que ouve.

É o que chamamos
de eufemismo e que não faz
mal a ninguém.

Uma coisa é dizer
"essa cor fica horrível
em você"
e outra
"eu acho que aquela ficaria bem
melhor em você."

Se não concordamos com uma
idéia ou uma pessoa,
há maneiras
de expôr o que pensamos
sem ser desagradáveis.

Nós somos o que
somos e pensamos o que
pensamos.

As pessoas que
nos amam
devem nos amar por
aquilo que somos
e não pelo
que aparentamos ser.

Elas nos aceitarão apesar de nossas
falhas se perceberem
que somos sinceros e se nos amarem
verdadeiramente.

Os verdadeiros amigos
não devem estar
obrigatoriamente o tempo
todo de acordo,
mas devem
aprender a respeitar
e aceitar a diferença
do outro,
porque são justamente
as diferenças que nos
enriquecem.

Qualquer que seja a situação,
seja você mesmo.
Sincero,
límpido, transparente.

Talvez você não seja o ideal
para todo mundo,
mas você saberá que aqueles
que te amam,
amam profundamente e de
todo o coração.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 13 de Março de 2.012.

domingo, 11 de março de 2012

Podas

Quando eu era criança,
encontrei, um dia,
um jardineiro,
com uma tesoura enorme
na mão.

Fiquei revoltado
quando vi que ele,
com a sua tesoura,
começou a cortar os galhos
mais tenros de todas
as plantas.
Reclamei,
agarrei-o pelo braço.

Ele sorriu e pediu-me que,
depois de um mês,
eu voltasse a ver o resultado
do que tinha feito.

E, de fato,
um mês depois todas
as plantas estavam ainda
mais belas e cheias
de vida.

Foi assim que aprendi o
segredo das podas.

Quando li, no Evangelho,
que o Criador e Pai
poda justamente os galhos
que dão frutos,
entendi,
aceitei,
porque eu já sabia
o efeito da poda.

Por que todos nós
temos a tentação de imaginar
que os sofrimentos
que nos chegam são
castigos de Deus?!

Por que não pensar que Deus
permite sofrimentos
físicos e morais,
como o agricultor que poda
suas árvores,
para que dêem mais
fruto ainda?!

Por mais que o sofrimento
nos desnorteie;
por mais que certos
sofrimentos pareçam absurdos
e revoltantes,
agarremos-nos a estas
duas certezas,
como quem se agarra a dois
cabos de aço:
Deus existe e Deus é Pai.

Muitos de nós
desperdiçamos vários
anos à espera de época
melhores no futuro ou
com dúvidas a respeito de
tempos melhores no passado,
em vez de trabalhar por
épocas melhores
no presente.

Se apenas tivéssemos
vivido em tempos
melhores ou nascido em
época melhores...

Se apenas vivêssemos
com pessoas melhores
ou pertencêssemos
a um grupo menos privilegiado...

Se apenas vivêssemos
em uma casa ou cidade
melhores...

Se apenas tivéssemos
um negócio
ou um emprego melhor...
Se... se... se...!
Amanhã... amanhã... amanhã...!

No entanto,
o hoje está sempre aqui;
o ontem se foi e o amanhã
talvez não chegue jamais.

Não,
hoje é a ocasião...
aqui é o lugar.
Esta é a pessoa.
Este é o seu lar.
Este é seu emprego.
Esta é sua esposa...
seu esposo...
seu filho...
sua mãe...
seu amigo.
Esta é sua gente.
Estes são seu pais.
Esta é sua geração.

Viva isso
de modo maravilhoso
exatamente onde,
quando,
como e com quem está.

TEXTO: Dom Hélder Câmara

TOQUE POSITIVO:

Motive-se.
Procure observar sempre
o lado bom que há em tudo.
O desânimo é uma
praga que se expande
lentamente e corrói
nossos sonhos.

Livre-se dele por seu oposto,
buscando a companhia
de pessoas alegres e otimistas,
leia a biografia de pessoas
que tiveram sucesso em
suas atividades.

Há milhares de pessoas vencedoras,
de ânimo firme e forte,
que poderão servir-nos de exemplos,
em todas as épocas e em
todos os povos.

E então,
o que está esperando para
ser uma delas?
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 17 de Março de 2.012.

MILHO DE PIPOCA

Milho de pipoca que não passa
pelo fogo continua a ser
milho para sempre.

Assim acontece com a gente.

As grandes
transformações acontecem
quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo,
fica do mesmo jeito a vida inteira.

São pessoas de
uma mesmice e uma dureza
assombrosas.

Só que elas não percebem
e acham que
seu jeito de ser é o melhor
jeito de ser.
Mas, de repente,
vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos
lança numa situação que
nunca imaginamos:
a dor.

Pode ser fogo de fora:
perder um amor,
perder um filho, o pai,
a mãe, perder
o emprego ou ficar pobre.

Pode ser fogo de dentro:
pânico, medo,
ansiedade,
depressão ou sofrimento,
cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio:
apagar o fogo!
Sem fogo o sofrimento
diminui.
Com isso,
a possibilidade da grande
transformação também.

Imagino que a pobre pipoca,
fechada dentro da panela,
lá dentro cada vez
mais quente,
pensa que sua hora chegou:
vai morrer.
Dentro de sua casca dura,
fechada em si mesma,
ela não pode imaginar um
destino diferente para si.

Não pode imaginar
a transformação que está
sendo preparada para ela.

A pipoca não imagina aquilo
de que ela é capaz.
Aí,
sem aviso prévio,
pelo poder do
fogo a grande transformação
acontece:
BUM!

E ela aparece como uma
outra coisa
completamente diferente,
algo que ela
mesma nunca havia
sonhado.

Bom,
mas ainda temos o piruá,
que é o milho de
pipoca que se recusa
a estourar.

São como aquelas
pessoas que,
por mais que o fogo esquente,
se recusam a mudar.
Elas acham que não pode
existir coisa mais
maravilhosa do que o jeito
delas serem.

A presunção e o medo
são a dura casca do milho
que não estoura.
No entanto,
o destino delas é triste,
já que ficarão duras
a vida inteira.

Não vão se transformar
na flor branca,
macia e nutritiva.
Não vão dar
alegria para ninguém.

Em vez de sofrer pelas
modificações que ainda
não consegue,
sinta-se grato(a) pelas
mudanças que já realizou.
Amor e Paz para você!

"Eu segurei muitas
coisas em minhas
mãos e perdi;
mas tudo que eu
coloquei nas mãos de Deus
eu ainda possuo."
(Martin Luther King

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Março de 2.012.

Convite valioso

No mundo em que vivemos,
com tanta competição,
onde todo mundo corre atrás
de alguma coisa
que lhe dê sentido e significado,
o convite de Jesus é
tremendamente terapêutico:

"Vinde a mim
vós que estais cansado e
sobrecarregado,
e Eu vos aliviarei."
- Mateus 11:28 -

Há tantas pessoas em
busca de alívio,
pessoas cansadas de querer
impressionar os outros,
cansadas de fazerem o
que não querem,
cansadas de procurar e questionar
sem ter respostas.

Há também um outro
tanto de pessoas
sobrecarregadas com
sentimentos de desprezo,
de culpa, ressentimentos,
amarguras,
baixa auto-estima.

Pessoas feridas na alma
que não encontram REMÉDIO
para curar suas dores.

Existe um alívio real para aqueles
que se encontram nesta situação.

Ele é encontrado por quem atende
ao convite de JESUS.

"VENHA A MIM,
venha como está,
venha como você é,
venha com o que você tem."

JESUS nos aceita,
é o único que nos dá o
verdadeiro alívio.

Ele é o abrigo seguro,
é a FONTE de VIDA,
é o Deus rico em poder,
é o MÉDICO DOS MÉDICOS,
o Príncipe da Paz,
Pai de Amor.

Seu reino é constituído de PAZ,
alegria e justiiça.

Quando a tristeza e a aflição
nos encontram,
somos tentados a nos isolar
em nós mesmos e
afundarmos em desespero.
Mas quando encontramos Jesus,
somos libertos dessa
angústia e desespero,
para uma vida plena
que permite
que você vença o pecado e
não mais seja vencido
por ele.

Deus te abençoe.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 14 de Março de 2.012.

A lição do Pássaro

Você já viu um
passarinho dormindo num galho
ou num fio sem cair ?
Como é que ele consegue isso?
Se nós tentássemos dormir assim,
com certeza,
iríamos cair e quebrar o pescoço.

O segredo está nos tendões
das pernas do passarinho.

Eles são construídos de forma
que quando o joelho está dobrado
o pezinho segura firmemente
qualquer coisa.

Os pés não irão soltar
até que ele desdobre
o joelho para voar.

O joelho dobrado
é o que dá ao passarinho a força
para segurar qualquer coisa.

É uma maravilha , não é ?

Que desenho incrível que
o Criador fez para segurar
o passarinho.

Mas,
não é tão diferente de nós.

Quando nosso "galho"
na vida fica precário,
quando tudo
está ameaçado de cair,
a maior segurança,
a nossa maior estabilidade
vem de um joelho dobrado,
dobrado em oração.

Se você algumas vezes,
se vê num emaranhado
de problemas que te fazem
perder a fé,
desanimar de caminhar ,
não caminhe mais sozinho.
Jesus quer te fortalecer
e caminhar contigo por
toda sua vida
é Ele quem renova suas
forças e sua Fé.

Se Deus nosso Pai cuida
de um passarinho,
imagina o que não fará por você(nós),
seu filho(a), amado(a).

Basta Você crer.

OBS:
Recebemos este texto sem autoria,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecedios ao autor do mesmo.
Se você souber e quiser colaborar conosco,
fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 13 de Março de 2.012.

domingo, 4 de março de 2012

A síndrome do Superman

Talvez você não saiba,
mas até o Superman tem
uma fraqueza.
Sim.
Ele não pode com a pedra de
“kriptonita”.
Basta um pedacinho da
pedra verde e ele cai
que nem lesma.

E você ai…
pagando de "super-super"
e dizendo para os 4
cantos do mundo:
-Eu não to nem ai para a dor,
para o problema,
para a situação.
E lá no fundo,
naquela “dobrinha”
do coração que mamãe
não apertou,
tem uma dor tenebrosa,
daquelas de fazer palhaço
chorar no picadeiro.

Mas,
você não pode dar o
braço a torcer!
Te ensinaram que
“os fortes não choram”,
ou que os “vitoriosos
não recuam”.

Tudo besteira de almanaque de
"autoajuda" furado.

Sabe aquele livro
daquela solteirona encalhada
que ensina como fisgar
um homem?
Pois é,
é a mesma coisa dessa
filosofia barata que ensina
a ficar firme,
a engolir o choro,
a não desabafar.

Filosofia que
cria frustrados e perdedores,
pois o reconhecer dos erros,
o chorar,
o arrepender-se é uma
forma linda de extravasar a dor,
a angústia e escolher
novos caminhos.

É como um dia de chuva forte,
daqueles que parece que
vai lavar o mundo e que
quando acaba,
deixa aquele cheiro de
limpeza no ar,
de terra molhada e santificada,
que logo vai gerar frutos.

Não queira ser o “superman”,
ou a “super-mulher” que seja.

Queira ser o herói anônimo
que não precisa de
máscara para esconder
a sua identidade,
apenas trabalha,
segue, confia, ama,
erra, tropeça,
levanta e recomeça,
sempre,
ainda que com lágrimas
nos olhos,
pois as lágrimas do aflito
de hoje podem ser a gota
d’água bendita
que semeia os campos da
conquista de amanhã.

Eu acredito em você,
e no seu poder de transformar.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 10 de Março de 2.012.

ONDE ESTÁ VOCÊ?

Onde está você com seus
pensamentos nesse momento?

Será que está presente
na conversa com os amigos,
ou está longe,
viajando por lugares distantes?

Onde está sua felicidade agora?

Será que está junto de você,
ou está longe,
em objetos distantes,
em pessoas que se foram,
em bens materiais que você
ainda não tem?

Onde está seu sorriso agora?

Está em seu rosto,
estampando a sua alegria
e confiança na vida?
Ou será que foi levado por alguém
que não está mais aqui?
Será que seu sorriso ainda
depende dos outros?

Onde está a sua vontade de viver,
agora?

Está aí mesmo dentro de você chamando-o,
a cada minuto,
para as oportunidades,
para viver os dias,
ou está nas mãos de outras pessoas,
e você está perdido sem saber
para onde ir?

Quem é o dono da sua vida,
da sua vontade e da sua motivação?

O que você precisa para ser feliz agora?

Um emprego?
Será que você não consegue
procurar um pouco mais?
Quem sabe mudar os rumos?

Ou procurar em lugares onde
você nunca havia procurado antes?

Não coloque para si mesmo
obstáculos demais!

Será que a felicidade está apenas
na conquista de um emprego?

Talvez você precise de um amor.

Então cultive novas amizades!
Lembre-se de que a amizade
é a fonte do amor verdadeiro!

Procure se aproximar mais das pessoas,
quem sabe!
Antes de querer ser amado,
ame!

Onde está seu Deus agora?

Será que você já o descobriu
dentro de você?

Será que você já o descobriu
nas leis maravilhosas que
regem o universo?

Na proteção que recebemos,
nas chances,
nos encontros,
nas bênçãos da vida?

Será que você já
o descobriu nas estrelas,
nos mares, nos ventos,
no perfume das flores?

Onde está você agora?

No curso mais seguro da vida,
tendo sua embarcação sob controle?
Ou está à deriva?

Distraído pelas ilusões que
encrespam o oceano todos os dias?

Onde está você agora?

Buscando um sentido
maior para tudo,
buscando o crescimento espiritual,
ou está preocupado com
coisas tão pequenas,
incomodado com problemas
tão simples?

É tempo de saber onde
realmente estamos.

É tempo de repensar muitas coisas,
de dar um novo sentido a tudo,
de redescobrir as coisas mais
simples e possíveis,
e recriar a vida,
colocando-a em seu curso seguro.

Como nos ensinou o Mestre de Nazaré,
onde estiver seu coração,
aí estará também o seu tesouro.

Pense nisso!

Por vezes nossos olhares
se perdem no espaço
à procura de algo que se encontra
bem perto de nós.

Outras vezes permitimos que
nosso sorriso siga
atrelado ao passo de alguém
que se afasta de nós...

Nossa alegria,
tantas vezes,
perde a força por causa
de algo insignificante.

Às vezes permitirmos que a
nossa vontade de viver se enfraqueça,
vencida pelas ilusões e fantasias...

No entanto,
para que não deixemos de
viver o momento,
intensamente,
é preciso prestar atenção nas horas,
no agora, no hoje,
para que não deixemos escapar
as mais excelentes oportunidades de
construir nossa felicidade duradoura.

Pensemos nisso!

TEXTO: Equipe de Redação do Momento Espírita,
a partir de texto de autoria desconhecida.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 09 de Março de 2.012.

8 de Março - Dia Internacional da Mulher -

Todos sabem que
o preconceito é um marco
presente na vida
da humanidade e a mulher
não ficou de fora,
em razão dele sofreu
grandes perdas.

Ao longo da história,
as mulheres estiveram sempre
subjugadas às vontades
dos homens,
a trabalhar como serviçais,
sem receber nada
pelo seu trabalho ou então
ganhavam um salário injusto,
que não dava para sustentar
sua família.

Em razão desses e tantos
outros modos de discriminação,
as mulheres se uniram
para buscar maior respeito
aos seus direitos,
ao seu trabalho e à sua vida.

A discriminação era
tão grande e séria que chegou
ao ponto de operárias
de uma fábrica têxtil serem
queimadas vivas,
presas à fábrica em que trabalhavam,
em Nova Iorque,
após uma manifestação onde
reivindicavam melhores
condições de trabalho,
diminuição da carga horária de
16 para 10 horas diárias,
salários iguais aos dos homens,
que chegavam a ganhar três
vezes mais no exercício da
mesma função.

Porém,
em 8 de março de 1910,
aconteceu na Dinamarca uma
conferência internacional feminina,
onde assuntos de interesse das
mulheres foram discutidos,
além de decidirem que a
data seria uma homenagem
àquelas mortas carbonizadas.

No governo do presidente
Getúlio Vargas as coisas
no Brasil tomaram outro rumo.

Com a reforma da constituição,
acontecida em 1932,
as mulheres brasileiras ganharam
os mesmos direitos trabalhistas
que os homens,
conquistaram o direito ao voto
e a cargos políticos do executivo
e do legislativo.

Ainda em nosso país,
há poucos anos,
foi aprovada a Lei Maria da Penha,
como resultado da grande
luta pelos direitos da mulher,
garantindo bons tratos
dentro de casa,
para que não sejam mais
espancadas por
seus companheiros ou
que sirvam como escravas
sexuais deles.

Mas a mulher não
desiste de lutar pelo seu
crescimento,
o dia 8 de março não
é apenas marcado como uma
data comemorativa,
mas um dia para se firmarem
discussões que visem à diminuição
do preconceito,
onde são discutidos assuntos
que tratam da importância do papel
da mulher diante da sociedade,
trazendo sua importância para uma
vida mais justa em todo o mundo.

TEXTO: Jussara de Barros
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 08 de Março de 2.012.

CALMA!

O mundo não foi feito
em um único instante,
surge sempre algo novo.

Você não foi formado
em um único dia,
aliás,
não se formou até hoje.

Calma,
as coisas não são
o que parecem ser.

Se você olhar para algo
e disser é assim,
tenha certeza que mais
calma deverá ter,
porque a coisa muda.

Não pense que só você sofre.
Quer todos os privilégios?

As coisas vão e vem
e você já deve
ter tido alguma experiência
disso.

Com certeza,
já ficou falando demais
sobre si e o ladrão,
que esperto é,
levou algumas coisas.

Às vezes a roda gigante
para de girar.
E aí, v
ai pular lá de cima?

Amigo,
se você acredita que
por trás de um sorriso bonito,
uma amizade surgirá
para sempre,
mentira.

Uma plástica mal feita
pode ter-lhe enganado,
e aquela pessoa nem sabe
que você existe.

A calma existe para que
possamos sentir,
observar e refletir melhor.

É companheira de quem
perdeu seu umbigo e
não foi procurá-lo,
na tentativa de colocá-lo
no lugar outra vez.

De quem acredita no amor,
no trabalho,
no descobrir e no
simplesmente ser.

Sabe,
ser o segundo é bem
melhor pois permite oferecer
o primeiro lugar a alguém.

E isso é ser forte,
dotado de calma.
Mas não queira,
depois,
que o outro seja o último.
Isso não vale...

A vida se renova a cada dia.

Calma...
pois o amanhã virá e o
ontem já se foi.
E se as coisas não foram boas,
já o foram também,
um dia.

A força de uma próxima
estação garantirá o surgir
das flores.

E as chuvas vão devolver
as águas aos rios.

E a confiança,
com certeza,
vem da calma.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Março de 2.012.

Aprenda a Valorizar

Às vezes,
não descobrimos as
coisas boas que temos conosco,
que estão ao nosso
lado e vamos longe atrás da
miragem de falsos
tesouros e geralmente ficamos
decepcionados e até infelizes porque
não encontramos.

Aprenda a Valorizar o
que você tem,
os amigos que estão perto
e que realmente se importam
com você,
o emprego que Deus lhe deu,
ou se você for agnóstico,
que com seu esforço
você o conquistou;
o conhecimento que você adquiriu,
a sua saúde,
o sorriso do seu filho,
do seu irmão,
do seu amigo,
o carinho de seus pais.

Esses são os verdadeiros
tesouros que
devemos conquistar
e preservar.

Não deixe que o orgulho,
a vaidade,
o ódio,
o rancor e a inveja
dominem seus pensamentos
e seu coração
por mais que os que lhe
cercam estejam cultuando
estes sentimentos,
Não se deixem consumir.

Seja altivo,
sem ser arrogante!

Lute pelos seus objetivos,
mas não pise em ninguém...
Para que ?

Perceba as pequenas
coisas e aprenda a
valorizá-las.

São essas atitudes
aparentemente simples,
que nos oferecem
a possibilidade de
sermos felizes,
que fazem com que a
vida valha a pena ser vivida,
o resto,
se refletirmos bem,
não tem a menor importância!

E mais:
lembrem-se, sempre,
que não importa se somos
ricos ou pobres,
negros ou brancos,
cultos ou ignorantes,
feios ou bonitos,
acabamos inapelavelmente
ASSIM...

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 06 de Março de 2.012.