sábado, 21 de abril de 2012

A força da superação

Não se preocupe em
parecer tolo ou tola com
o uso da fé.

Muitas provas na vida
de muitos heróis da fé
pareciam tão tolas.

Mas,
na verdade,
eram do
exato cumprimento
do que eles poderiam
oferecer.

Ninguém em sã consciência
vai pedir para um
enfermeiro fazer a cirurgia.
Nem mandar o aspirante
a piloto fazer uma viagem
sozinho no Boeing.

Por isso,
a sua tarefa,
a sua dificuldade é sob
medida para a sua
capacidade.

Lógico que isso
não impede do enfermeiro
fazer medicina
e especializar-se.

Nem tampouco,
o piloto em treinamento
tirar o brevê e tornar-se
comandante.

Mas, agora,
nesse exato instante,
a sua prova,
que por vezes você
acredita ser maior
que você,
na verdade é exatamente
o que você precisa passar
e pode superar.

Veja que eu não falei em
"suportar".

Muita gente
"esperta"
em seus discursos
bonitinhos fala
em suportar as provas.

Eu acredito mesmo
é na SUPERAÇÃO.

Assim,
se a bola veio quadrada,
você pode chutar que
ela vai arredondar um dia.

Se todo dia você recebe
um limão azedo da vida,
junte-os.
Logo mais darão
uma saborosa limonada.

O que não dá para fazer
é ficar num canto,
triste,
sentindo-se a
"pipoquinha esquecida"
e abandonada no
chão do cinema.
Porque isso só leva
ao esmagamento da
"pipoquinha".

O olhar para a frente,
ainda que
embaçado pelas lágrimas,
traz um conforto,
um alívio para a alma
e uma direção.

Vai,
levanta e arruma
um bom sonho para
sonhar.

Enquanto isso,
prepare as malas para
uma grande viagem.
Viagem rumo ao seu
"eu"
que grita por mudanças.

Chega de pensar pequeno,
de sofrer por antecipação.

É tempo de sentir-se capaz.
Tempo de valorização.
É o seu tempo.

Hoje,
agora e não dá para
esperar.
Nem pode desanimar.
Pode muito mais,
se aprender a se amar.

É tempo de conquistar!

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 28 de Abril de 2.012.

Amparo em meu deserto

Deus sempre levanta uma pessoa para ajudar você"

Cada um de nós tem a sua maneira
de lidar com situações problemáticas.
Devido a nossa individualidade,
podemos enxergar de modo diferente um mesmo
momento ruim em nossas vidas.
Mas todos nós, sem exceção,
já vivemos um período que muitos chamam de
“deserto”,
um termo comum que significa uma fase
de solidão em um caminho de dor.

“Quando passamos por um deserto não temos ajuda,
não temos conselho, não temos amigos”.
A maioria descreve esse mesmo quadro.
“Ficamos abandonados,
amargando nossas tragédias pessoais”.

Mas por que o “deserto”
de cada um de nós tem que ser assim?
Não somos uma família,
a família na qual o cabeça é Cristo?
Por que não ampararmos mutuamente?
Penso que as pessoas fogem dos problemas alheios.

Quando a dor é muito grande,
as pessoas não sabem o que dizer, como ajudar,
como ficar perto.
A maioria de nós prefere não se envolver.
Pensamos que na vida isso faz parte,
e que logo a pessoa sairá e ficará bem.
Mas esquecemos que muitos demoram a ficar bem,
alguns de fato ficam mais ou menos bem,
trazendo para dentro de si a dor de um
trauma que persiste,
um trauma que pode durar uma vida toda.

E tem aqueles que realmente saem do
“deserto” sozinhos,
mas sofrem em demasia,
sofrem porque não foram ajudados,
não foram consolados,
não foram amparados.

Que tipo de gente nós somos quando
enxergamos a dor de um irmão e ficamos
alheios a isso?
Por que essa palavra “deserto”
tem ainda que está em nosso meio?
Será mesmo que Deus,
que é o Senhor de nossas vidas,
abandona alguém,
deixando-a a mercê de um momento ruim?

Eu não creio em um Deus assim.
Isso é contra a sua natureza.
Ele se entristece com tanta falta de
amor e quando não ajudamos ao nosso próximo.
Enquanto nos fartamos em nossos
instantes plenos de alegria,
de motivação, de êxito,
o nosso companheiro ao lado está vivendo
um momento profundo de dissabor.

Sabe por que o “deserto” ainda existe?
Porque somos ausentes no que diz respeito
ao problema de nosso irmão!
Somos imperceptíveis e gostamos de ser assim!
E se gostamos,
precisamos mudar isso de uma vez!
O deserto de alguém pode chegar
ao fim quando estendermos nossa mão,
quando intercedermos em uma oração que
pode fazer a diferença,
quando caminharmos juntos,
quando entendermos as lágrimas
de nosso próximo.

No deserto,
quantos já se desesperaram e buscaram
ajuda em pessoas que não possuem
o poder do Reino dos Céus,
e tiverem que tomar direções errantes,
tiverem que escutar conselhos que não
cabem a um filho de Deus.
Foram humilhados,
massacrados porque foram iludidos
e esperaram demais
por uma solução que nunca chegou.

Para aqueles que estão vivendo um
momento de deserto,
posso assegurar que vocês não estão sozinhos.
Não fiquem decepcionados com palavras
que vocês não ouviram,
com atitudes que vocês não viram acontecer;
não entrem em autocomiseração.

Algumas pessoas dizem,
que foram nesses instantes que mais aprenderam
o poder da consolação que o Espírito Santo tem.
E sempre existe alguém que está sensível
à voz de Deus.

No meio de tanta gente que está aquém
do que está vivendo,
Deus sempre levanta uma pessoa
para erguer você,
para fazer a diferença em sua dor,
para falar coisas edificantes que fazem
você seguir em frente.

Eu não acredito em deserto,
eu acredito em um vale,
um vale onde existe,
sim,
caminhos difíceis,
mas que existem também
planícies verdejantes,
águas tranqüilas e o frescor de
uma brisa de paz,
que nos acalma e nos ampara.

TEXTO DE: Anderson Rogério de Souza
Membro da Igreja Batista do Barreiro
– Belo Horizonte/MG -
* * * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Abril de 2.012.

Deus não opera sozinho nas nossas vidas!

Deus não opera
sozinho nas nossas vidas!
Tirai a Pedra!

"Então, ordenou Jesus:
_Tirai a pedra.
Disse-lhe Marta,
irmã do morto:

_Senhor, já cheira mal,
porque é de quatro dias.

Respondeu-lhe Jesus:
_"Não te disse Eu que,
se creres,
verás a glória de Deus?" (João
11:39-40).

Uma das primeiras reações
das pessoas,
diante de problemas de
difíceis soluções,
é só enxergar obstáculos.

Foi o que Maria enxergou:
_Senhor, já cheira mal,
porque é de quatro dias.

De nada adiantaria
remover a
pedra da entrada do túmulo
de seu irmão Lázaro.

Fazer Lázaro voltar à vida
era uma tarefa impossível
aos homens,
mas possível a Deus.

Remover a pedra,
porém,
era uma tarefa que
os homens poderiam fazer.

E Jesus deixou
esse trabalho a cargo
deles.

Um milagre requer uma parceria
entre Deus e o homem.
O homem entra com a fé;
Deus entra com a ação
sobrenatural.

Se o homem não entra com sua parte,
a fé, o milagre não vem,
pois "sem fé é impossível
agradar a Deus".

É óbvio que Deus pode
fazer tudo só,
mas agrada a Deus a fé Nele
depositada pelo homem.

Por isso a Bíblia diz:
"Agrada-te do Senhor,
e Ele satisfará os desejos
do teu coração"
(Salmo 37.4)

O evangelho de Mateus
(13.58)
registra que Jesus
deixou de fazer milagres
em Nazaré devido à incredulidade
das pessoas.

Uma coisa é a fé teórica;
outra coisa é a fé provada,
vivenciada;
é a maravilhosa experiência da
relação homem/Deus
nos momentos mais
difíceis da vida.

Há vezes em que,
diante de uma tribulação,
de um problema de difícil solução,
sentimo-nos desanimados,
abatidos,
e não temos disposição para
remover a pedra
que impede nosso acesso à
solução dos problemas;
só pensamos no
"mau cheiro"
dos problemas.

Mas Deus,
que é maior que todos
os problemas,
nos diz:

"Tirai a pedra!"

Se nós não
removermos a pedra da
nossa incredulidade,
se não exercermos a nossa fé,
perderemos a oportunidade de dizer,
como Jó:
"Eu te conhecia só de ouvir,
mas agora os meus olhos
Te vêem" (Jó 42.5).

Você está passando
por alguma situação difícil?

Esse problema já é de
"quatro dias" e já
"cheira mal"?

Já recorreu a Deus e a
resposta ainda não chegou?

Continue confiando;
Ele sabe o tempo de te
dar a bênção.

Não desanime.

Remover a pedra
significa fazer
a sua parte para a solução
do problema.

Exerça sua fé,
Ele espera que você faça
sua parte,
sem o que você não verá
a glória de Deus.

Era impossível a Naamã
mergulhar no rio sete vezes para
ficar curado da lepra?

Não.

Era impossível aos
discípulos lançarem a rede
outra vez ao mar
para terem sucesso na pescaria?

Não.

Era impossível aos apóstolos
recolherem cinco pães
e dois peixes
para que Jesus os multiplicasse
e alimentasse a multidão?

Não.

Era impossível aos serventes
nas bodas em Caná da Galiléia
encherem as talhas com
água para que
Jesus a transformasse
em vinho?

Não.

Queremos ver milagres
em nossa vida?

Então,
não duvidemos das
promessas de Deus.

Se diante de um problema
Ele nos mandar remover a pedra
que serve de obstáculo
à solução esperada,
obedeçamos.

Deus sabe até onde
vai a nossa capacidade de lutar,
e não deixará que carreguemos
fardos superiores à nossa força.

Ele não
espera o impossível de nós,
e sabe o tempo certo de
agir em nosso favor.

Então,
quando diante de um
problema sentires que,
realmente, nada podes fazer,
e que se esgotou toda
tua capacidade física,
mental, emocional e espiritual...
Lembra-te que Deus é maior
que todos os problemas,
e que ainda te resta a fé.

Disse Jesus:

"No mundo passais por aflições;
mas tende bom animo;
Eu venci o mundo".
(João 16.33).

Lembre-se:

A fé é o gatilho
da providência divina.

TEXTO: João Placoná
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Abril de 2.012.

Fábula - O Escorpião e o Mestre

Um mestre do Oriente viu
quando um escorpião
estava se afogando
e decidiu tirá-lo da água,
mas quando o fez,
o escorpião o picou.

Pela reação de dor,
o mestre o soltou
e o animal caiu de novo na água
e estava se afogando de novo.

O mestre tentou
tirá-lo novamente
e novamente o animal
o picou.

Alguém que estava observando
se aproximou do mestre
e lhe disse: ?
Desculpe-me, mas você é teimoso!
Não entende que todas às vezes
que tentar tirá-lo da água
ele irá picá-lo?

O mestre respondeu:
A natureza do escorpião é picar,
e isto não vai mudar a minha,
que é ajudar.

Então, com a ajuda de uma folha
o mestre tirou o escorpião da água
e salvou sua vida.

Não mude sua natureza
se alguém te faz algum mal;
apenas tome precauções.

Alguns perseguem a felicidade,
outros a criam.

Preocupe-se mais com
sua consciência do que com
a sua reputação.

Porque sua
consciência é o que você é,
e sua reputação é o que os outros
pensam de você.

E o que os outros pensam,
não é problema nosso...
é problema deles.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br

* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Abril de 2.012.

Entre!

A porta da vida está aberta e convida,
pessoas com coragem para arriscar,
a rir, chorar, trabalhar, se esforçar, amar,
ser ouvido ou incompreendido,
receber atenção ou sofrer uma desilusão,
ser amado ou perder-se numa paixão,
a vida pede atenção...

A vida oferece muitas possibilidades,
até para quem já não acredita mais em nada,
sempre haverá algo novo sob o sol,
um fio de esperança que poderá te levar ao paraíso,
uma nova oportunidade de ser e crescer.

Só não vale ter medo de si mesmo,
só não vale não se conhecer, não se respeitar.
Tem que pegar todas as experiências,
boas e ruins, doces e amargas,
e colocar no grande caldeirão da alma,
para entender o que vale e o que não vale a pena.
Assim, você terá uma bússola precisa,
que vai indicar o seu Norte, a sua direção,
que não tem tempo nem idade,
rumo a realização dos seus sonhos,
rumo a felicidade.

Acredite na vida, acredite em você.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke

* * * * *

Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 24 de Abril de 2.012.

terça-feira, 17 de abril de 2012

O movimento "de fora para dentro"

Estamos tão cercados
de tecnologia barata e simples,
que estão quase obrigando
as pessoas a serem felizes.

Mostram a todo momento
que temos tanto para
comemorar.

A Internet diminui
distâncias e possibilita,
assim como na praia,
que pobres e ricos possam
se misturar e frequentar os
mesmos lugares.

Já pensou nisso?

Nesse momento
podemos visitar o museu
do Louvre,
passear pelas ruas de
Paris ou Amsterdã.

Busque uma câmera online
e veja o céu de Nova York.
E o frio londrino pode até ser
sentido aqui e agora.

Podemos até começar
um papo com o nosso
futuro amor.

Mas,
porque não sorrimos
tanto assim?

Porque os consultórios se enchem
de pessoas com queixas
"vazias".

Pessoas que estão doentes
e não conseguem explicar
a doença.

São sintomas da alma,
que aflita perdeu a paciência.

Paciência que desapareceu
do mundo agitado e
cheio de pressa.

Temos tecnologia 4G
para o seu Ipad,
mas nem 1G para
a sua paz.

Deveríamos estar
todos felizes.

Não precisamos mais
caçar a comida,
pegar a lenha,
buscar água.

Subir escadas?
Temos elevadores rápidos.

Caminhar até a esquina?
Pra quê?
temos carros velozes.

Namorar na praça?
Temos o Face,
o MSN,
o twitter.

Podemos digitar alguns
caracteres que dizem:
eu te amo!
Com ponto de exclamação
e vazio de emoções.

Condomínios fechados.
Alimentos processados.
Comida
"FAST" que nos "FOOD".

Pílulas para dormir,
para fazer amor,
para relaxar,

para rir.
Plásticas para esticar,
desinchar,
afinar e até,
pasmem: matar!

Admirável mundo velho,
que se faz de novo e engana
a cada um de nós.

Que esquecemos o valor
das pequenas coisas.
Da comida feita lentamente,
no processo de colocar amor
em cada ingrediente,
do beijo na boca demorado
e ardente,
do tempo de abraçar e
sorrir contente.

Do tempo em que precisávamos
de muito pouco para
sermos felizes.

Pelo menos agora, por amor a você,
preste atenção ao seu tempo,
que escorre pelo ralo
da tecnologia,
que rouba a paciência e a própria
essência da vida.

Desligue-se por algum tempo,
e viva o mundo real,
que te saúda e oferece
mil coisas saudáveis e gratuitas
para ser realmente feliz!

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 21 de Abril de 2.012.

CONQUISTAS...

Em seu livro
"O coração de um campeão",
Bob Richards,
detentor de algumas medalhas
olímpicas,
fala da importância
de se acreditar nos sonhos
e lutar por eles.

E, para ilustrar,
narra um episódio acontecido
com o famoso
atleta Charley Paddock.

Certo dia,
Paddock fazia uma
palestra num ginásio de Cleveland,
e a certa altura disse:
"quem sabe, talvez,
haja aqui alguém que um
dia vá ganhar provas
numa olimpíada."

Encerrada a assembléia dos alunos,
aproximou-se dele um jovem negro,
magricela,
de pernas finas,
que estivera sentado ao
fundo do salão,
e lhe disse timidamente:
"eu daria tudo para
ganhar uma corrida importante
algum dia."

Paddock olhou para
ele e respondeu calorosamente:
"e você pode,
meu filho.
Basta que faça disso
sua meta de vida e dê tudo de
si para alcançá-la."

E em 1936,
aquele jovem, c
ujo nome era Jessie Owens,
ganhou várias medalhas de ouro nas
olimpíadas de Berlim,
e quebrou diversos recordes.

Adolf Hitler,
ao saber de seu maravilhoso
desempenho,
ficou furioso,
pois a realização do sonho
daquele jovem,
representou um duro golpe
para o louco sonho do ditador,
de criar uma raça ariana
superior.

Quando Jessie Owens
voltou para os Estados Unidos
teve uma recepção festiva nas ruas.

Naquele dia,
outro rapazinho negro,
de pernas finas,
conseguiu comprimir-se entre
a multidão,
chegou perto dele e disse:
"eu gostaria muito de correr numa o
limpíada quando crescer!"

Jessie lembrou-se do
que lhe acontecera,
apertou a mão do garoto
e respondeu:
"sonhe alto, meu filho.
E dê tudo de si para
chegar lá."

Em 1948,
era o rapazinho,
Harrison Dillard que
ganhava medalhas de ouro nos
jogos olímpicos daquele ano.

Por sua vez, um estudante,
entusiasmado com tudo isso,
estava treinando o salto
em altura,
preparando-se para um
campeonato estadual.

Após cada salto,
seu técnico elevava um
pouco mais o sarrafo.

Afinal ele colocou na
altura do recorde da prova.

O rapaz protestou:
"ah, não.
Como é que vou saltar essa altura?"
Ao que o treinador replicou:
"atire o coração por cima do sarrafo
e seu corpo irá junto."

Todos os que lutam,
reconhecem que
os sonhos têm força
propulsora.

Por isso,
restaure os sonhos que
se frustraram,
realize os que ainda
não foram realizados e
reformule os sonhos
com defeito.

Sobretudo,
não esqueça que se
você tem capacidade
para conquistar os
seus sonhos,
também tem a força de
vontade necessária para
reformular o seu caráter.

Pense nisso,
e aja ainda hoje,
enquanto é tempo!

Invista em você mesmo!

TEXTO: Equipe de Redação do Momento Espírita
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 19 de Abril de 2.012.

TRÊS PARTES...

Vamos juntar 3
partes importantes da
sua vida:

O passado,
que te trouxe até aqui.

O presente,
que te mantem aqui,
e o futuro,
que as vezes te arrasta daqui.

O passado,
que pode ser a fonte
de alguma dor agora,
é a base fundamental do
seu presente,
mas não é essencial.

Essencial é o dia de hoje,
que agora chamamos
de presente,
e que na virada do dia,
será passado.

Por isso,
não se perca
em filosofias complicadas,
em estudos
complexos dos nervos e
dos sentimentos,
viva o simples.

Raciocine:
dá para refazer os passos
de ontem?

Então,
se descobrir que não dá,
e realmente não dá,
comece a caminhar na
nova estrada que se abre,
com uma vantagem:
você pode evitar
os caminhos que um dia
entrou e viu que não
levava a nada.

Agora você já tem uma
certa experiência,
então,
viva a possibilidade
de errar menos.

Sim,
vamos errar ainda,
vamos dar "cabeçadas",
mas, vamos acertar muito também,
e quem sabe,
num desses acertos,
vem o amor da sua vida,
a conquista do emprego tão sonhado,
um novo prazer,
um hobby,
uma descoberta em você.

O passado é uma viagem
já realizada.

O presente uma escolha
de bilhetes; e o futuro,
o embarque ao destino
escolhido.

Escolha bem o seu roteiro
e seja feliz!

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 18 de Abril de 2.012.

Teologia Moral da Manga

O velho caipira,
com cara de amigo,
que encontrei num Banco,
estava esperando para
ser atendido.
Ele ia abrir uma conta.
Começo de um novo ano...
Novas perspectivas...
E como não podia deixar de ser,
também começou
ali um daqueles papos
de fila de banco.
Contas,
décimo terceiro que
desapareceu,
problemas do Brasil,
tsunami...
Será que vai chover?

Mas em
determinado momento
a conversa tomou um rumo:
"Qual é então o maior
problema do Brasil para
ser resolvido?"

E aí o representante rural,
nosso querido
"Mazaropi da modernidade"
falou com um tom sério demais
para aquele dia:
"O Maior Problema do Brasil
é que sobra muita manga!"
Tentei entender a teoria...

Fez-se um silêncio e ele continuou:
"O senhor já viu como
sobra manga hoje debaixo
das árvores?
Já percebeu como
se desperdiça manga?"

"Sim...
Creio que
todos já percebemos isto...
Onde tem pé de manga,
tem sobrado manga..."
E aí ele continuou:
"Num país onde
mendigo passa fome ao
lado de um pé de manga...

Isso é um absurdo!
Num país que sobra manga
tem pouca criança.
Se tiver pouca criança
as casas são vazias...

Ou as crianças que tem
já foram educadas para
acreditar que só "ice cream"
e jujuba são sobremesas
gostosas.

Boa é criança que
come manga e deixa escorrer
o caldo na roupa...

É sinal que a mãe vai lavar,
vai dar bronca,
vai se preocupar com o filho.
Se for filho tem pai...

Se tiver pai e manga de
sobremesa é por
que a família é pobre...

Se for pobre,
o pai tem que ser trabalhador...

Se for trabalhador
tem que ser honesto...

Se for honesto,
sabe conversar...

Se souber conversar,
os filhos vão compreender
que refeição feliz
é ter manga que é comida
de criança pobre e que brinca
e sobe em árvore...

Se subir em árvore,
é por que tem passarinho
que canta e espaço
para a árvore crescer e
para fazer sombra...

Se tiver sombra tem
um banco de madeira para
o pai chegar do trabalho
e descansar...

Quem descansa no banco,
depois do trabalho,
embaixo da árvore,
na sombra,
comendo manga é por
que toca viola...

E com certeza tá com
o pé na grama...

Quem pisa no chão e toca
música tem casa feliz...

Quem é feliz e canta
com o violeiro,
sabe orar...

Quem sabe orar sabe amar...
Quem ama, se dedica...
Quem se dedica, ama,
ora, canta e come manga,
tem coração simples...

Quem tem coração assim,
louva a Deus.
Quem louva a Deus,
não tem medo...
Nada faltará porque tem fé...

Se tiver fé em Deus,
vê na manga a providência divina...
Come a manga,
faz doce,
faz suco e não deixa
a manga sobrar...

Se não sobra manga,
tá todo mundo ocupado,
de barriga cheia e feliz.

Quem tá feliz...
não reclama da vida em
fila do banco..."
Daí fez-se um silêncio...

TEXTO: Rubem Alves
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 17 de Abril de 2.012.

sábado, 7 de abril de 2012

O medo da felicidade

Alguém tem medo de ser feliz?
Não!
À primeira vista não.

Quando tudo nos
direciona para a busca
da felicidade,
parece mesmo ridículo
afirmar que as pessoas têm
medo da felicidade.

E então,
por que essa estranha
sensação que sentimos quando
tudo vai bem demais
nas nossas vidas?

Por que o medo de falar,
ou de falar alto demais,
como se essa felicidade fosse
algo tão frágil que
pudesse nos escapar a
qualquer momento?

É por isso que quando
as pessoas recebem
boas notícias,
evitam compartilhar.
Ou acreditar.
Como se a felicidade fosse
algo imerecido.

Dizemos:
"estou tão feliz que tenho até medo;"
"nem vou falar, senão estraga;"
"não conte pra ninguém que dá azar..."
e coisas assim.

Dessa maneira acabamos
estragando nossos
momentos de felicidade com
nossos temores.

Uma coisa que poderia ser
vivida a cem por cento,
torna-se oitenta,
pois o restante é transformado
na angústia de perder o que
tanto se desejou.

Mas, pra que ter medo?

Agarremos nossa felicidade,
nossa boa notícia com
unhas e dentes!

Os invejosos talvez nos
olhem de lado,
mas então olhemos
para outro lado,
onde existem certamente
outros que podem compartilhar
da nossa alegria.

As pessoas que vencem
na vida são as que
se direcionam para as coisas
positivas e não perdem
tempo com negativismo.

Eu li que "enquanto a
felicidade está na sua sala,
a infelicidade dorme
na sua cama."

Se isso é mesmo verdade,
então,
só tenho uma sugestão:
mudar de quarto,
de cama, dormir na sala...
mas guardar a preciosa felicidade!

O que é nosso ninguém
toma a menos que a
gente permita.

Nunca tenha medo de ser feliz!

Da mesma forma,
nunca tenha medo de sofrer.

Construa seu mundo com
aquilo que ele te oferece,
colocando você mesmo as
cores que quiser.

Não dependa dos outros
para ser feliz ou infeliz,
mas viva a sua vida como
verdadeiro dono dela.

O poder de ser feliz
ou infeliz está nas suas
próprias mãos.

Cabe a você saber com que
intensidade vai
viver isso!

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 14 de Abril de 2.012.

Desafie-se!

Desafie-se!
Crie "possibilidades" na sua vida.
Se você é vítima da timidez,
suba num banquinho na praça,
leia uma poesia (ainda que de olhos fechados),
e não espere os aplausos,
apenas sorria de contentamento.

Se você sofre com alguma fobia,
experimente cutucá-la aos poucos.
Se o medo é de altura,
suba na cadeira de casa e feche os olhos,
imagine-se no Everest...
O sonho é livre, e é todo seu.

Se o pavor é lugares fechados,
se tranque nos braços de alguém,
e bem apertado diga:
- não deixe espaço meu bem!

Se você treme com medo de bichinhos,
sejam baratas, grilos ou borboletas,
eu te respeito e até aceito,
mas só para contrariar, pegue uma foto do bicho,
e coloque como alvo para brincar com dardos.
De tanto ver a foto, você é capaz de se acostumar,
e sentir o medo se esvaziar...

Fobias, medos, situações difíceis,
todos nós guardamos em nossos "cantinhos da alma",
um espaço escuro, um quartinho úmido,
"uma sexta-feira 13 cheia de gatos pretos",
que as vezes saem para nos assombrar.

Sabe qual é o melhor remédio?
ALEGRIA em tudo o que plantar.
ALEGRIA no caminhar e no falar.
Ser a própria certeza de que tudo vai passar.

Sorria, o" medo tem pavor da alegria",
e foge assustado com a risada espontânea,
remédio que age de forma instantânea,
e dura uma eternidade.
Porque o riso de hoje,
é aquilo que amanhã,
chamamos de felicidade.

Seja Feliz!

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 13 de Abril de 2.012.

PESSOAS ESPECIAIS

Todos nós queremos ser pessoas especiais.
Mais que uma questão de ter o ego saciado,
sentir-se especial é sentir-se valorizado,
diferente, mas de maneira enriquecedora.

Que somos únicos todo mundo fala.
Não existem duas pessoas iguais,
mesmo se a semelhança entre muitas
pode ser extraordinária vez ou outra.
Deus nos fez assim, diferentes,
semelhantes e criaturas dEle como todas essas
maravilhosas coisas que nos cercam.

Mas acontece de nos sentirmos pequenos e insignificantes.
Nem sempre sabemos lidar com nossos problemas
e as coisas parecem tomar uma proporção
muito maior do que são na realidade.
Quantas vezes sentimos que o chão se abre sob nossos pés
e nos perguntamos onde encontraremos forças para não cair!
E nos perguntamos ainda onde outras pessoas
conseguem encontrar forças, como conseguem,
como levantam a cabeça, se erguem e vencem!

O que torna realmente uma pessoa especial em relação a outra
não é o fato dela ter nascido com melhores condições.
Se assim fosse, Jesus estaria entre a classe dos comuns,
pois não poderia ter vindo ao mundo de maneira mais humilde.

O que torna uma pessoa especial é a sua vontade,
convertida em capacidade de lidar com os tropeços da vida,
as dúvidas, quedas, doenças
e tantos outros empecilhos ao bem-viver.
Para uns é mais fácil do que para outros sim,
mas para todos é possível olhar para o Alto, se inclinar,
trabalhar consigo e com suas emoções,
dar a volta por cima e sair vitorioso.

O que nos segura e mantêm vivos é a nossa fé,
nossa esperança num amanhã ou numa eternidade
que sabemos que está à nossa frente e nos espera.
Como provar nossos conhecimentos
se não passarmos por provas?

Cada dia quando fechamos a porta do último minuto
e nos preparamos para o dia seguinte,
é uma vitória alcançada.

Pessoas especiais aos olhos de Deus são as que não desistem,
as que se voltam, recuam quando necessário
e avançam quando preciso.
São as que nunca perdem a coragem,
mesmo nas aflições.

As que guardam a calma na tormenta porque tiraram da vida as lições,
as que sabem que Deus não nos abandona, mas respeita,
embora com tristeza, quando nos afastamos dEle.

Pessoas especiais abrem-se ao mundo e o abraçam.
E por onde passam vão deixando rastros de luz,
perfume de sabedoria, esperança para os que ficaram para trás,
exatamente como deseja o coração de Deus.

Obrigada a todos vocês pelo carinho!

Que o Senhor continue iluminando o caminho de cada um,
que Ele esteja presente a cada instante e possa reconfortar
os corações aflitos que se abrem a Ele.

Texto: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Abril de 2.012.

A Porta

Em nossa vida existem
várias portas muitas
nem abrimos,
outras abrimos,
observamos por um momento
e saímos,
até que um dia encontramos
a porta certa e passamos ali
por longo tempo.

Reflitam!!

Se você abre uma porta,
você pode ou não
entrar em uma nova sala.

Você pode não entrar
e ficar observando a vida.

Mas se você vence a dúvida,
o temor, e entra,
dá um grande passo:
nesta sala vive-se!

Mas, também,
tem um preço...

São inúmeras outras
portas que você descobre.

Às vezes curte-se
mil e uma.

O grande segredo é saber
quando e qual porta
deve ser aberta.

A vida não é rigorosa,
ela propicia erros
e acertos.

Os erros podem ser
transformados em
acertos quando com
eles se aprende.

Não existe a segurança
do acerto eterno.

A vida é generosa,
a cada sala que se vive,
descobre-se tantas
outras portas.

E a vida enriquece
quem se arrisca a abrir
novas portas.

Ela privilegia quem
descobre seus segredos
e generosamente oferece
afortunadas portas.

Mas a vida também pode
ser dura e severa.

Se você não ultrapassar a porta,
terá sempre a mesma
porta pela frente.

É a repetição perante a criação,
é a monotonia monocromática
perante a multiplicidade das cores,
é a estagnação da vida...

Para a vida,
as portas não são obstáculos,
mas diferentes passagens!

(Içami Tiba)

Queridos Amigos!!

Você tem várias escolhas,
quando escolhe uma delas
renúncia outras,
então sempre pense bem
no que é melhor para você!

Para saber qual é o melhor
para você,
basta ouvir o que seu
coração lhe diz...

Um forte abraço!!

Velho Sábio!!
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 11 de Abril de 2.012.

É PRECISO SABER ESPERAR

Saber esperar não é uma tarefa fácil,
mas também não é impossível,
com o passar do tempo
pouco a pouco aprendemos a
ter paciência e talvez não
agora mas mais tarde descobrimos
porque é necessário que
seja assim...

Reflitam!!

É preciso saber esperar...!
Principalmente
quando as coisas estão
mais difíceis,
quando parecem não ter
mais soluções.
Pois muitas vezes a dor pela
espera é necessária
para o nosso crescimento.

A vida é como um bumerangue.
Tudo o que fazemos terá
sempre retorno.
Por isso é sempre
importante praticarmos o bem,
fazermos boas coisas.

Quão maior for a dor,
maior será o alívio de superá-la,
e sentir o gosto da vitória.

Não existe uma só folha que
caia que não seja da
vontade de Deus.

Sejamos fortes em todos
os momentos.
Principalmente nos mais difíceis...
Pois só assim conheceremos
a nossa própria força,
só assim trabalharemos para o
nosso próprio crescimento.

É preciso saber esperar!
Com paciência!
Com fé no coração!

Com a certeza.
De que iremos vencer.
Pois somos filhos do criador.

E um Pai jamais abandona seus filhos!

Autor: Procura-se

Queridos Amigos!!

Depois de um tempo a
vida lhe ensina ter paciência
e a ser forte,
ela nos obriga a isso...

A gente precisa ser forte para
podermos ajudar uns
aos outros,
pois a vida nos surpreende
a cada dia,
e nem sempre é boa a surpresa,
mas temos que aceitar,
pois estamos aqui para aprender
várias coisas,
como por exemplo amar o próximo,
respeitar,
a dar valor as pessoas
que são especiais para nós...
e conforme o tempo vai
passando vamos aprendendo
com nossos erros
e com eles aprendemos ter
paciência e saber esperar
momento certo de agir!

Um forte abraço!!

- Velho Sábio -
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 10 de Abril de 2.012.

domingo, 1 de abril de 2012

FELIZ PÁSCOA

Ressuscitei e estou com você...
"porque meu amor é para sempre"
(cf. Sl 136).

Estas não são simples palavras...
são gestos concretos da
Páscoa de Jesus.

Tudo lhe aconteceu nesta terra:
perseguições, sofrimentos,
morte.

Mas nele venceu a fidelidade,
o amor, a vida.
Sim,
a Vida teve a última palavra.
Com sua ressurreição,
Jesus nos fez
renascer como "povo da Páscoa".

Povo que assume a causa
pela qual ele
veio a este mundo:
"Que todos tenham vida...":
àqueles que buscam paz,
dignidade humana,
liberdade, saúde,
solidariedade, amor.

É Páscoa:
tempo de esperança
e ação.

Tempo para começar
uma vida nova,
na certeza de que,
nas mãos de Deus,
até a morte
pode transformar-se
em vida.

Depois da ressurreição,
a cruz tornou-se
testemunho de amor,
sinal de esperança.

É o poder de Deus que
se manifesta
na humildade e no serviço
dos que crêem.

Que a luz do Ressuscitado
ilumine seu caminho
e lhe dê forças para prosseguir.

Com certeza,
todas as noites escuras
acabam tendo sua aurora.
Que a Páscoa aconteça
em sua vida!

Creia e alegre-se:
ela já está acontecendo.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Abril de 2.012.

O Lava-pés

Jesus lava os pés dos discípulos
Jo - 13,1-15

Faltava somente
um dia para a Festa da Páscoa.
Jesus sabia que tinha chegado
a hora de deixar este mundo e ir para o Pai.
Ele sempre havia amado os seus
que estavam neste mundo
e os amou até o fim.

Jesus e os seus discípulos estavam jantando.
O Diabo já havia posto na
cabeça de Judas, filho de Simão Iscariotes,
a idéia de trair Jesus.

Jesus sabia que o Pai lhe tinha dado todo o poder.
E sabia também que tinha vindo
de Deus e ia para Deus.
Então se levantou,
tirou a sua capa,
pegou uma toalha e amarrou na cintura.

Em seguida pôs água numa
bacia e começou a
lavar os pés dos discípulos e a
enxugá-los com a toalha.

Quando chegou perto de Simão Pedro,
este lhe perguntou:
- Vai lavar os meus pés, Senhor?
Jesus respondeu:
- Agora você não entende o que estou fazendo,
porém mais tarde vai entender!
- O senhor nunca lavará os meus pés! - disse Pedro.
- Se eu não lavar,
você não será mais meu discípulo!
- respondeu Jesus.

- Então, Senhor,
não lave somente os meus pés;
lave também as minhas mãos e a minha cabeça!
- pediu Simão Pedro.

Aí Jesus disse:
- Quem já tomou banho está
completamente limpo e precisa
lavar somente os pés.

Vocês todos estão limpos,
isto é,
todos menos um.

Jesus sabia quem era o traidor.
Foi por isso que disse:
"Todos menos um."

Depois de lavar os pés dos seus discípulos,
Jesus vestiu de novo a capa,
sentou-se outra vez à mesa e perguntou:
- Vocês entenderam o que eu fiz?
Vocês me chamam de "Mestre" e de "Senhor" e
têm razão, pois eu sou mesmo.
Se eu, o Senhor e o Mestre,
lavei os pés de vocês,
então vocês devem lavar os pés uns dos outros.
Pois eu dei o exemplo
para que vocês façam o que eu fiz.

Toda essa riqueza de gestos porém,
só tem sentido real por sua finalidade
que era lavar os pés dos discípulos.

Sendo mestre, Ele se inclina,
se abaixa,
e não tem medo de ser reconhecido como servo,
pois o serviço não ameaça a autoridade,
pelo contrário, a confirma.
Age como servo,
e ensina como mestre,
deixando este ato como atitude que
também nós devemos praticar
entre nós.

Pois, todo ser humano,
como criatura e imagem de Deus,
deve ser acolhido.

Rejeitar uma única pessoa do
nosso amor e convívio é
anticristão e fere a beleza do amor de Deus.
O ser humano,
o irmão ao meu lado deve ser amado
e a ele devemos lavar os pés,
a exemplo de Jesus.

Neste dia somos convidados a estar
com Jesus no início de seu sofrimento.
Antes, porém,
Ele nos ensina que devemos
ser humildes para podermos
participar da ceia de
corpo e seu sangue.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 05 de Abril de 2.012.

Trabalhe no seu sonho...

No começo,
seu sonho vai parecer impossível.
Trabalhe nele mesmo assim,
e ele mudará de impossível
para improvável.
Começa a surgir um breve
fio de esperança.

Mesmo assim,
embora exista a possibilidade,
embora talvez possa acontecer,
provavelmente não vai.
Trabalhe nele mesmo assim.

Continue trabalhando para
realizar seu sonho,
e em breve você verá
que ele provavelmente
vai acontecer.

Seus esforços conseguem
elevar seu sonho de
categoria: era impossível,
agora é provável.
Você começa a sentir
que está
chegando lá,
mas não é hora de parar.
Trabalhe nele mesmo assim.

Aí seu mundo desaba.
A vida joga na sua frente
uma curva inesperada.
Tudo parece dar errado.
De repente,
seu sonho não vai mais acontecer.
Trabalhe
nele mesmo assim.

Procure maneiras diferentes
de realizá-lo.
Você investiu demais para
desistir sem lutar.

Trabalhe nele,
e você encontrará uma
maneira de recuperar
seu sonho perdido.

Os obstáculos,
que pareciam incontornáveis,
eram na verdade apenas os
últimos degraus na escada
do seu sucesso.
Você finalmente consegue
chegar lá,
você realizou seu sonho,
sua vida é uma maravilha.
Continue trabalhando
mesmo assim.
Esta é a sua chance de chegar
ainda mais alto.

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br

* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Abril de 2.012.

Educar o olhar!

Se você colocar um falcão
em um cercado de 1m²
e inteiramente aberto em cima,
ele se tornará um prisioneiro,
apesar de sua habilidade
para o voo.

A razão é que um falcão
sempre começa seu
voo com uma pequena
corrida em terra.

Sem espaço para correr,
nem mesmo tentará
voar e permanecerá um
prisioneiro pelo resto
da vida,
nessa pequena cadeia
sem teto.

O morcego,
criatura notavelmente
ágil no ar,
não pode sair de um
lugar nivelado.

Se for colocado em um
piso completamente plano,
tudo o que ele
conseguirá fazer será
andar de forma confusa,
dolorosa,
procurando alguma
ligeira elevação de
onde possa se lançar
ao voo.

Um zangão,
se cair em um pote de
vidro aberto em cima,
ficará lá até morrer
ou ser removido.

Ele não vê a saída no alto.
Por isso,
persiste em tentar sair
pelos lados,
próximo ao fundo.

Procurará uma maneira
de sair onde
não existe nenhuma,
até que se destrua completamente
de tanto se atirar contra
as paredes do vidro.

Existem pessoas como o falcão,
o morcego e o zangão:
atiram-se obstinadamente
contra os obstáculos,
sem perceberem que a
saída está logo acima.

Se você está como um zangão,
um morcego ou um falcão,
cercado(a) de problemas
por todos os lados,
olhe para cima!

E lá estará Deus:
à distância de uma oração!

OBS:
Não encontramos autoria do texto acima,
mas gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Caso queira colaborar conosco,
envie um e-mail para:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 03 de Abril de 2.012.