sexta-feira, 31 de julho de 2009

Caminhando com Jesus

Imagine-se
caminhando numa praia com Jesus,
conversando sobre
a sua vida e fazendo
as perguntas
que sempre te inquietaram.

A ansiedade,
a inquietação que toma conta do teu
ser é tão grande que você nem
sabe por onde começar,
são tantos problemas,
aflições,
medos e angústias que a sua
mente viaja pela sua vida que passa
como um filme em preto e branco.

Sua voz trêmula pergunta
ao Mestre amoroso:
-Por que tanto sofrimento no mundo?
Por que tantas guerras, muros,
divisões, bombas,
guerrilhas e gente que
mata por tão pouco?

Jesus,
sem se deter
e sem alterar o tom de voz,
pede para parar e observar
o mar e pergunta:
- Filho,
observe o mar e me diga,
o que você vê?
Você querendo ser
poético e espiritual diz:
-Vejo a força de Deus,
a perfeição de sua obra
no equilíbrio das marés.

Jesus responde:
- Você viu algo imaterial,
algo que é próprio do espírito,
e assim é a maioria das
pessoas neste planeta,
ou enxergam apenas o que seus
olhos alcançam,
ou ficam filosofando sobre
o que não vêem.

Perdem um tempo precioso
discutindo a natureza dos instintos,
quando a resposta está na
simplicidade das coisas.

Aqui a nossa frente está todo
um sistema perfeito,
capaz de suprir as
necessidades dos homens,
em todas as suas fases.

Ao lançar uma rede,
o homem tira do mar o alimento
fresco e saudável capaz de
saciar a sua fome.

Isso sem contar as algas
riquíssimas em nutrientes,
o sal,
o plâncton e outras substâncias
que o homem ainda não descobriu,
pois os homens conhecem mais a
Lua que os oceanos de seu planeta.

O mar é ainda,
caminho para que os homens
estreitem relações.
O mar é curativo para os nervos
e doenças reumáticas.
O mar é fonte de inspiração
para os artistas.
O mar é equilíbrio do Planeta,
é a garantia da própria vida,
e tudo isso é visível,
está ao alcance de qualquer um,
ignorante ou intelectual.

Assim, meu amado filho,
os homens não conseguem enxergar
os tesouros que tem em suas
próprias casas,
por isso,
as famílias são destruídas com
relacionamentos extra-conjugais,
doenças são criadas pelo sistema
nervoso abalado pelo nada,
pelo invisível.

O corpo humano é depósito
de lixo com alimentos criados
apenas para iludir,
o homem não come mais para viver,
vive para comer, e come mau,
e vive mau e morre pior ainda.

Filho,
tudo está em ordem na Criação de Deus,
o que continua errado são
os olhos das criaturas.
Se teus olhos forem bons,
tudo a sua volta será bom,
e serás feliz,
porque tudo o que precisas
está aqui á sua volta.
Deus não te enviaria a Terra
apenas para sofrer.

Os homens sofrem porque ainda não
compreenderam que fazem parte
de uma grande família,
que é impossível ser feliz enquanto
existir uma só pessoa chorando com fome,
sem atendimento médico,
sem respeito aos direitos naturais
que todos seres humanos tem.

O ser humano
ainda é possessivo demais,
quer possuir as pessoas,
os objetos e até o que é Divino.

Falta amor.
Amor é desprendimento:
eu amo verdadeiramente quando
eu quero o melhor para a
pessoa que eu amo,
mesmo que isso signifique a distância,
uma separação, uma ausência.

Chegará o dia em que o homem
vai descobrir que o DNA do mundo
é uma célula única,
que o Pai de Todos realmente é Deus,
e assim,
a ciência vai declarar na televisão
em horário nobre, que,
com 99,99% de chances de acerto,
confirma-se que somos todos irmãos.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 01 de Agosto de 2.009.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O T da vida

Quantos planos cabem nos
seus sonhos?
Qual é a ousadia que você pode
fazer neste dia?
Qual é a coisa mais louca que
passou pela sua cabeça?
Qual o desejo que mexeu
com sua estrutura?
Qual o prato te fez salivar
no meio da rua?
Qual a pessoa que
te fez virar o rosto para seguir
com os olhos?
Quem você desejou
estar numa ilha deserta
nesta tarde?
O que você achou possível
e a realidade disse não?

Não, não pare de sonhar.
A hora que essas coisas
não acontecerem mais,
pode procurar o analista,
deitar no divã ou no caixão,
ou você anda
vivendo no estresse,
na depressão,
ou pior,
morreu e esqueceu de deitar,
não pare de sonhar.

A vida pede desejos,
sonhos,
interesses pessoais,
e por mais que
falem para buscarmos
a simplicidade,
até a simplicidade tem um custo,
um preço diferenciado,
a sua casinha branca no
campo custa caro,
a horta pede trabalho forçado,
a hora do rush na cidade
é um inferno,
mas, em qualquer lugar,
podemos sonhar.

Sonhe,
mas não deixe de correr atrás,
não desista de você,
das suas idéias,
coloque paixão em tudo,
até na hora incerta,
no medo de errar,
na hora de falar,
na gagueira nervosa,
tudo isso passa,
a hora passa,
o trem passa,

ihhh...o ônibus passou.

"tem problema não",
logo vem outro,
o que importa é você.
O ônibus, o trem,
o carro,
o amor que passou,
tudo é passageiro, vai um,
vem outro.
Você não, você é especial,
podemos perder tudo,
menos você.
Você é essencial.

Eu acredito em você.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 31 de Julho de 2.009.

sábado, 25 de julho de 2009

Medidas e desmedidas

Nem sempre sei onde encontrar
o equilíbrio para o bem-viver.

Aprendemos que devemos viver hoje
sem pensar no amanhã,
mas que tudo tem o seu tempo certo.

Alguns dizem que cada minuto é único,
insubstituível e irrecuperável
e outros que um minuto pode conter
toda uma eternidade.

Nos encontramos assim nesse vão
de não querer tomar decisões
precipitadas e não deixar o tempo
passar sem ter aproveitado tudo
e o máximo que podemos.

Não existem medidas na vida.
Tudo parece uma grande incógnita
e o sentimento de arrependimento
de ter feito e do não ter feito são
dolorosos da mesma forma.

Se voltássemos atrás para tomar outras decisões,
teríamos certamente outros tipos
de pensamentos e arrependimentos.
Não sabemos guiar a vida,
apenas acolhê-la.

A vida é imprevisível!

Imprevisíveis são as consequências
das decisões que tomamos
e das que prorrogamos.

Reconhecer os próprios erros,
assumi-los e aprender a gerenciá-los
é sinal de sabedoria e maturidade.

Magoar-se contínua e intencionalmente
porque pegou-se caminhos errados
é uma agressão desnecessária
contra o próprio eu.

O sofrimento não diminui a pena.
O importante é olhar para a frente,
assumir a vida como um todo,
viver as dores como um mal passageiro
e as alegrias como se pudessem
durar toda a eternidade.

Ninguém está isento das pedras,
dos caminhos tortuosos,
mas também não do nascer e do pôr-do sol,
dos campos floridos e dos momentos
de felicidade que fatalmente chegam.

A vida nos pertence num todo,
com as suas medidas e desmedidas!
E Deus não vê o que
fizemos ou deixamos de fazer,
Ele não nos condena continuamente.

Ele vê os propósitos do nosso coração,
a nossa vontade de ser e fazer melhor,
a nossa busca,
mesmo se por caminhos sinuosos,
da felicidade.

E Ele reconstrói nosso coração,
tal qual um oleiro amoroso do seu trabalho.
As pessoas que crêem nessas verdades
não deixarão de se ajoelhar e não
impedirão as lágrimas,
mas terão,
no fim da estrada,
a sensação de terem extraído todo o néctar
da vida e descansarão,
saciadas.

TEXTO: Letícia Thompson

* * * * *

Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Julho de 2.009.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

A fábula do Rato

Um rato,
olhando pelo buraco na parede,
vê o fazendeiro e sua esposa
abrindo um pacote.
Pensou logo no
tipo de comida que haveria ali.

Ao descobrir que era uma
ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda
advertindo a todos:
- Há uma ratoeira na casa,
uma ratoeira na casa !!

A galinha disse:
- Desculpe-me Sr. Rato,
eu entendo que isso seja um
grande problema para o senhor,
mas não me prejudica em nada,
não me incomoda.

O rato foi até o porco e disse:
- Há uma ratoeira na casa,
uma ratoeira !!

- Desculpe-me Sr. Rato,
disse o porco,
mas não há nada que eu possa fazer,
a não ser orar.
Fique tranqüilo que o Sr.
Será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca.
E ela lhe disse:
- O que ? Uma ratoeira ?
Por acaso estou em perigo?
Acho que não !!

Então o rato
voltou para casa abatido,
para encarar a ratoeira.
Naquela noite
ouviu-se um barulho,
como o da ratoeira
pegando sua vítima.

A mulher do fazendeiro correu
para ver o que havia pego.

No escuro,
ela não viu que a ratoeira
havia pego a cauda de uma
cobra venenosa.
E a cobra picou a mulher…

O fazendeiro a levou
imediatamente ao hospital.
Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para
alimentar alguém com febre,
nada melhor que uma
canja de galinha.

O fazendeiro pegou seu
cutelo e foi providenciar
o ingrediente principal.

Como a doença
da mulher continuava,
os amigos e vizinhos
vieram visitá-la.

Para alimentá-los,
o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou
e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral.
O fazendeiro então sacrificou a vaca,
para alimentar todo aquele povo.

MORAL DA HISTÓRIA

“Na próxima vez que
você ouvir dizer que alguém
está diante de um problema
e acreditar que o problema
não lhe diz respeito,
lembre-se que quando
há uma ratoeira na casa,
toda fazenda corre risco.

O problema de um
é problema de todos.”

Lembre-se disto.
* * * * *
OBS:
Não encontramos a autoria do texto acima.
Caso você seja o autor ou saiba quem o escreveu,
fineza colaborar conosco comunicando através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
para darmos os créditos merecidos ao seu autor.

terça-feira, 21 de julho de 2009

A vitória

Uma porta estará sempre
aberta para aquele que se
dispõem a trabalhar.

Muitos ficarão de braços
cruzados e reclamando da sorte,
dos anjos ou dos seus deuses
e nada conseguirão.

Muitos estarão pensativos ou de joelhos,
como penitência,
fazendo uma lista de pedidos
e repetindo incansavelmente a
sua lista de desafetos,
de intenções e lamentações
e nada conseguirão.

Existem aqueles que já acordarão
com raiva de outra pessoa,
o fígado ressentido trará
um gosto amargo na boca.

O intestino em descompasso estará
constipado e nem no banheiro o infeliz
terá momentos de paz.

Vai passar um dia inteiro "ligado"
á pessoa que odeia,
e quanto mais quiser esquecer,
mais se lembrará,
até que o perdão venha
libertá-los.
Até lá,
nada conseguirão.

Algumas pessoas vão se esconder nas
"profundezas de um quarto".
Fugindo da vida e das
responsabilidades que ela cobra,
vão assumir uma postura de
"vítimas infelizes do destino".

Sacrificados pelos outros,
sofrendo pelos outros,
machucadas pelos outros.
Não conseguem assumir a sua
parte em qualquer coisa que
seja diferente do que imaginaram,
desconhecem o poder que possuem
de modificar qualquer situação,
e assim como o avestruz,
escondem a cabeça em um buraco,
deixando a vida passar,
e nada conseguirão.

A vida é poderosa instrutora
e severa com aqueles que
não escutam as suas
lições porquê só deseja o melhor
para cada um de nós.

Pobre daqueles que não
aprenderem a lição de valorizar
a sua experiência,
de valorizar o seu cheiro,
a sua coragem,
a sua capacidade de amar.

Insatisfeitos que somos,
procuramos nos comparar
a outras pessoas,
como se cada um de nós fossemos
apenas cópias uns dos outros.

A vida também é
"instrutora amorosa".
Para aqueles que escutam a lição,
trabalham e carregam
a esperança dentro de si,
a vida sorri e distribui as
suas melhores notas.

Se você quer passar de
ano com louvor na escola da vida,
é preciso saber ouvir,
calar e executar.

Descruze os braços e vá
atrás dos seus sonhos.
Não importa o tamanho da pedra
que você vai ter que remover,
importa sim,
o tamanho da sua disposição
para vencer cada um dos obstáculos
que estarão no seu caminho.

Ame,
perdoe e siga em frente,
a luz que você já enxerga
é a sua vitória.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 22 de Julho de 2.009.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

J o r n a d a s

Dois caminhos tão parecidos
e que levam a lugares
tão diferentes.

Estradas da vida
que se apresentam ora floridas,
ora cercada de espinhos.

Quase sempre escolhemos
o caminho que se apresenta mais
florido na entrada,
sem se preocupar com
o que vamos encontrar pela
estrada até chegar ao seu final.

Queremos o prêmio,
queremos o produto,
queremos o amor,
queremos o diploma,
queremos a casa,
queremos o carro,
mas nem sempre queremos
pagar o preço que é devidamente
cobrado pela vida pelas aquisições
das nossas escolhas.

Ninguém é inocente,
ninguém anda pelo mundo
sem uma bagagem,
fomos preparados para viver
onde nascemos,
ainda que seja no meio da Groelândia
com temperaturas abaixo de zero,
ainda assim,
temos o aparelho físico pronto
para sobreviver no local.

Por isso,
meu amigo, minha amiga,
saiba que as dificuldades vão sempre existir,
problemas vão surgir em todas
ás áreas da sua vida,
mas eu te garanto:
para cada dificuldade existe
em você uma força,
uma habilidade,
uma possibilidade para resolver
e superar os obstáculos.

Tende bom ânimo!

Este é o recado de todas
as divindades para o ser humano.

Não desista antes de esgotar
todas as possibilidades e quando
achar que não há mais nada á fazer,
olhe para o alto,
contemple o Criador e todo o seu esplendor,
e em oração, peça ajuda,
dobre-se em humilde
prece de reconhecimento
da sua fraqueza momentânea,
com uma certeza ainda maior:
Deus não desampara ninguém,
ainda que você não se ache digno
de receber ajuda,
ela vai chegar.

Creia,
mantenha-se no caminho,
ainda que cheio de espinhos.

Depois da curva,
a primavera já trouxe flores para
enfeitar a sua jornada.

Deus é contigo,
hoje e sempre.

Amém ! ! !

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 18 de Julho de 2.009.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Autor da vida

Vai,
deixa de tristeza e deixa
o sonho te levantar,
acredite que é possível
ainda hoje uma virada,
acredite que tudo foi
apenas um engano,
mantenha a rota do
seu barco da vida,
não desista novamente,
as pedras são apenas restos
que a chuva trouxe…

Amar, viver, sonhar,
acreditar, lutar e até o chorar,
são fases que compõem o grande
quadro chamado vida,
onde a tela é a sua história,
as tintas são as pessoas
que passam por ela,
mas o pintor,
o responsável pela obra
é sempre você.

Haja o que houver,
aconteça o que acontecer,
o pincel que mistura as cores,
que dá forma ao que vai surgir na tela,
que cria e apaga situações e imagens,
ainda está na sua mão.

É você quem pode criar agora,
uma estrada florida,
ou o caminho escuro das
incertezas e dúvidas.

Já que você é o autor,
o pintor dessa tela chamada vida,
comece pintando um sorriso,
que é o sinal
que representa a esperança,
a renovação, símbolo dos que
não desistem nunca de ser feliz,
e ser feliz exige criatividade,
esforço e dedicação.

Se tudo deu errado até aqui,
passe tinta branca em toda
a tela e recomece,
hoje é o dia perfeito para
uma nova pintura…

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 16 de Julho de 2.009.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Para que Gritar?

Um dia,
um pensador indiano fez
a seguinte pergunta a seus discípulos:
- "Por que as pessoas gritam
quando estão aborrecidas ?"
- "Gritamos porque perdemos a calma",
disse um deles.
- "Mas,
por que gritar quando a outra
pessoa está ao seu lado?",
questionou novamente o pensador.
- "Bem,
gritamos porque desejamos que
a outra pessoa nos ouça",
retrucou outro discípulo.

E o mestre volta a perguntar:
"Então não é possível
falar-lhe em voz baixa?"

Várias outras respostas surgiram,
mas nenhuma convenceu o pensador.

Então ele esclareceu:
"Vocês sabem porque se grita
com uma pessoa quando
se está aborrecido?"

O fato é que,
quando duas pessoas estão aborrecidas,
seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam
gritar para poderem
escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem,
mais forte terão que gritar
para ouvir um ao outro,
através da grande distância.

Por outro lado,
o que sucede quando duas pessoas
estão enamoradas?
Elas não gritam.
Falam suavemente.
E por quê?

Porque seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena.
Às vezes estão
tão próximos seus corações,
que nem falam,
somente sussurram.

E quando o amor é mais intenso,
não necessitam sequer sussurrar,
apenas se olham,
e basta.

Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas
pessoas que se amam
estão próximas.

Por fim,
o pensador conclui,
dizendo:
"Quando vocês discutirem,
não deixem que seus
corações se afastem,
não digam palavras que
os distanciem mais,
pois chegará um dia em que
a distância será tanta que não
mais encontrarão
o caminho de volta".

TEXTO: Mahatma Gandhi

* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Julho de 2.009.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Nadar contra a corrente

Quando a palavra é desistir até as mais
lindas e formosas rosas choram.

Desistir significa reconhecer
abertamente a derrota,
o erro,
o passo mal escolhido e enfrentar
a própria imagem diante do espelho
sem sentir dó de si mesmo,
e se perguntar onde encontrar a força
e coragem para encarar o mundo.

Já que não somos sós,
que reconhecidamente não somos
uma ilha e menos ainda deserta,
toda decisão que tomamos
influencia nosso meio,
muda vidas,
gera opiniões.

Coisas que nos alegram podem
fazer sofrer ou alegrar outras pessoas,
coisas que nos deixam tristes
trazem em torno de nós um clima
sombrio e o sentimento de impotência
naqueles que nos amam.

Então,
desistir não é uma fácil decisão
e se muitos o fazem sem
grandes resistências,
outros lutam interiormente até
que as próprias forças,
elas mesmas,
estejam fatigadas.

O processo é geralmente longo
e tudo é pesado e pego em consideração:
a imagem-própria,
o olhar dos outros,
o exemplo para aqueles que
esperam de nós bem mais que
pessoas que não conseguiram
ir adiante.

Nos sabemos humanos,
mas preferíamos que certas palavras
não constassem no nosso dicionário.
Mas não adianta dar voltas
para no fim chegar ao mesmo lugar.

É sabido que toda decisão
comporta riscos.
Nós é quem preferimos ignorar
os eventuais danos.
Só que isso faz parte da história
de todo homem.

Ninguém precisa se sentir diminuído
porque errou numa decisão
ou porque bate a cabeça e continua
a fazer algo que ele sabe que não
chegará a nada a não ser perda
de tempo e desgaste.

Nadar contra a corrente
é extremamente desgastante
e inútil.

A vida nos ensina que ter
maturidade é aprender a olhar
as outras pessoas nos olhos
se nos sentimos fortes ou se
nos reconhecemos frágeis e guardar
a cabeça erguida o que quer
que aconteça.

Desistir de um caminho,
um sonho,
uma decisão não quer dizer baixar
os braços e esperar que
a vida aconteça.
Não!!!

Desistir de um caminho significa
que nos enganamos de endereço
e que vamos procurar o bom,
que vamos tormar outra direção,
com aquilo que possa preencher
nossas buscas,
completar nosso coração.

Se devemos alguma coisa a alguém
não são satisfações do que fazemos
ou deixamos de fazer,
mas a felicidade que podemos
espalhar à nossa volta.

Se devemos alguma
coisa a nós mesmos é o respeito
pelo nosso eu e isso inclui o saber
onde parar e onde continuar,
quando voltar atrás se possível
e preciso e quando recomeçar
um novo caminho.

Deus não quer pessoas
infelizes e insatisfeitas,
mas alegres e seguras de si,
que sabem o que querem
e escolhem conscientemente
os seus passos.

Que voltam atrás se necessário
e recomeçam como se a dor
não dilacerasse tanto o peito.

Ele as acolhe em Seus braços
quando as mais cruéis dúvidas aparecem,
as reconfortam e as asseguram
que elas fazem parte de um todo
e que de toda planta podada
nasce um belo renovo.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 11 de Julho de 2.009.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Aos que andam só...

Triste mesmo é ver que uma pessoa não conta
com ninguém a não ser ela própria,
ela tem muitos conhecidos,
é até famosa entre os “amigos”,
mas na hora da dor,
na hora do sofrimento interior,
não tem com quem contar.

Muito se tem falado sobre espiritualidade,
sobre crenças e orações,
nunca se viu tantos templos para o culto ao divino,
Nunca foram tão grandes e luxuosos,
e jamais se vendeu tantos livros que falam
sobre religiões,
mas, o homem continua só,
solitária e desgraçadamente só.

Os hospitais estão cheios de pessoas com
doenças desconhecidas,
aparelhos sofisticados não identificam os
germes espirituais,
sondas não enxergam “sombras”,
dinheiro não cura depressão,
consumismo não alivia o peso da alma vazia...

Nunca precisamos tanto de Deus como agora,
mas os homens continuam buscando o
Messias com a espada,
justiceiro que venha fazer tudo por eles,
que pague suas contas,
que cure suas doenças provocadas pela incoerência,
que apaguem seus vícios, que resolva tudo,
sem esforço.

Jesus continua sendo simples,
e seu recado tão direto,
tão fácil de compreender que continua
sendo incompreendido e ignorado,
porque demanda esforço pessoal,
renúncia aos prazeres mais carnais,
força de vontade para superar os próprios
erros e vícios.
Determinação e resignação diante
de certas dores,
e, sobretudo, ter fé na providência divina,
Que tudo tem seu tempo debaixo do
céu quase sempre azul.

Enquanto podes,
perdoa o seu irmão que está junto contigo,
livra-se do que já sabes que não agrada a Deus,
nem a você mesmo,
liberte-se dos sentimentos mesquinhos do
querer cada vez mais,
e sobretudo,
esforce-se para prender a amar com qualidade,
Sem distinção, prestando atenção no próximo,
que muitas vezes,
é o que se reflete no seu espelho do
banheiro peça manhã.

E, para terminar esse recado amoroso
ao seu coração,
Tenha humildade para orar todos os dias,
Conversar com o seu Criador,
pedindo-lhe paciência,
Esperança e certezas que lhe fazem tanta falta,
E por fim,
descubra o quanto você é importante,
Que não está sozinho,
e que pode contar com a luz,
E essa luz, é claro, é Jesus.

Eu acredito em você.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 10 de Julho de 2.009.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

SEJAS COMO O CARVALHO

Todas as vezes que nos deparamos
com problemas em nossa vida,
observamos o quanto somos frágeis.

As alegrias se vão e só fica a verdade
de que somos impotentes para lidar
com adversidades que surgem no
decorrer de nossa existência.

Deus nos deixa lições interessantes
em sua criação para nos mostrar o contrário,
que o homem foi criado forte e que
essa força é sempre adquirida e absorvida
dessas situações adversas.

Você conhece uma árvore
chamada CARVALHO?

Pois é,
essa árvore é usada pelos
botânicos e geólogos como um medidor
de catástrofes naturais do ambiente.

Quando querem saber o índice
de temporais e tempestades ocorridas numa
determinada floresta,
eles observam logo o carvalho
(existindo no local, é claro),
que naturalmente é a árvore
que mais absorve as
conseqüências de temporais.

Quanto mais
temporais e tempestades
o carvalho enfrenta,
mais forte ele fica!

Suas raízes naturalmente se aprofundam
mais na terra e seu caule se torna mais robusto,
sendo impossível uma tempestade
arrancá-lo do solo ou derrubá-lo!

Mas não pense que os cientistas
precisam fazer essas análises todas para saber isso!
Basta apenas eles olharem para o carvalho.

Por absorver as conseqüências das tempestades,
a robusta árvore assume uma aparência disforme,
Como se realmente tivesse feito muita força.

Muitas vezes uma aparência triste!

Cada tempestade
para um carvalho é mais
um desafio a ser vencido
e não uma ameaça!

Numa grande tempestade,
muitas árvores são arrancadas,
mas o carvalho permanece firme!

Assim somos nós.

Devemos tirar proveito das situações
contrárias à nossa vida e ficar mais fortes!

Um pouco marcados.
Muitas vezes com aparência abatida,
mas fortes!!!

Com raízes bem firmes e profundas na terra!

Podemos, com isso,
compreender o que o nosso PAI maravilhoso
quis nos ensinar,
quando disse que podemos todas as
coisas naquele que nos fortalece.

E também a confiança do
rei Davi quando cantou:

_"Ainda que eu andasse pelo vale da sombra
da morte eu não temerei mal algum,
porque TÚ estás comigo..."

Por isso quando olhar pela
janela o lindo alvorecer,
lembre-se de que não há temor
com os infortúnios da dia,
porque DEUS está consigo!

Ele o protegerá!

Se você está passando por lutas
muito grandes por estes dias,
pense que (como o carvalho)...
é só mais uma tempestade
que o tornará mais forte,
segundo aquele que nos arregimentou!

Saúde, Paz,
Amor e Muito Sucesso!

"Assim diz o SENHOR, o teu Redentor,
o Santo de Israel:
Eu sou o SENHOR teu Deus,
que te ensina o que é útil,
e te guia pelo caminho em que
deves andar."
(Isaias 48:17)

TEXTO: Edson Capixaba
FONTE: Recanto das Letras
Publicado no Recanto das Letras em 16/05/2009
Código do texto: T1597132
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Julho de 2.009.