terça-feira, 30 de outubro de 2012

Esquecemos que Deus é amor


Esquecemos que Deus é amor,
Quando acreditamos
que nascemos para a dor.

Esquecemos que Deus é amor,
Quando paramos de lutar e nos
perdemos no rancor.

Esquecemos que Deus é amor,
Quando caímos e não nos levantamos,
como as pétalas da flor.

Esquecemos que Deus é amor,
Quando acreditamos em inferno
ardente e eterno,
Como se Deus fosse vingativo,
mestre do horror.

Esquecemos que Deus é amor,
Quando queremos vingança,
seja lá pelo que for.

Esquecemos que Deus é amor,
Quando não estendemos a mão
para o próximo.
Quando deixamos o orgulho
virar nossa marca.
Quando nos consideramos um
"ser superior".

Quando o que nos move é a
conquista material,
Quando deixamos a família
em segundo plano,
Quando ferimos a lei natural
e matamos,
Quando perdemos o caráter
e roubamos.

Sim,
Deus é amor!
E todo o seu amor se
espalha de forma generosa
pelo mundo.

Deus está na oportunidade
diária de recomeçar.
Na chance única de compartilhar,
de ajudar.

Deus está presente
nas forças que nos movem,
Na sabedoria dos mais velhos,
na energia do mais jovem.

Na água que insiste em
correr para o mar,
Nos ventos que levam as
impurezas que criamos,
Na chuva que lava o dia e
perfuma a tarde,
No arco-íris que colore
o céu.

Deus está no coração do aflito,
Na esperança do doente,
Na criança que nada lê,
nada sabe, mas sente,
Que Deus existe e está
em toda parte.

Que você seja banhado
pelo seu amor.
Que o seu coração seja tocado,
Que a razão te guie, livre ,
 ao encontro do Criador,
Que te ama sobre todas as coisas,
Porque antes de qualquer coisa,
Deus é amor.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 01 de Novembro de 2.012.

Compromisso com a vida...(Você tem?)


Não importa a dor
ou o momento
que você está passando,
você tem um
compromisso com a vida.

Esse compromisso
ultrapassa essa fase,
essa hora ruim que você
pode estar passando.

Tem coisas que nós
não podemos evitar.
Você constrói uma
bela casa na praia,
com muitos quartos,
varandas e piscina com
vista para o mar.

Chega um furacão
e leva toda a sua casa,
seus móveis e seus
sonhos em questão
de minutos.

Será que você poderia
evitar esse furacão?

Assim,
nós construímos castelos
dourados em nossas
fantasias e sonhos.
Reunimos os melhores
móveis de nossa existência
e decoramos as nossas
casas do jeitinho que
nós queremos.

As vezes os engenheiros
da vida avisam que nosso
projeto está errado,
que vamos quebrar a cara,
mas nós escutamos?
Claro que não!

Somos teimosos,
tinhosos e orgulhosos demais
para seguir conselhos...

Seguimos em frente
contra tudo e contra todos
e algumas vezes,
fechamos os olhos para não
ver o que todo mundo já viu.
Então,
o furacão da vida chega
e sem cerimônia,
sem pedir licença,
arranca nossos sonhos
e joga tudo no chão.
Resta o choro,
o pranto e a dor.

Quanto mais rápido,
você trabalhar na
reconstrução da sua "casa",
mais rápido a felicidade
volta para sua vida.
Nesses momentos de reconstrução,
os amigos são os
melhores ajudantes e apoiadores que precisamos.
Amigos são vigas sólidas
que qualquer casa necessita.

Não demore para tomar
a decisão de reconstruir a sua casa,
digo, a sua vida.
A dor se torna menor
quando não deixamos
muitas lembranças em
nossa porta.

Normalmente a porta da
nossa vida é o coração.
Que tal limpar a sua porta?

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 31 de Outubro de 2.012.

sábado, 27 de outubro de 2012

Renovação


A natureza nos fornece,
de forma constante,
excelentes lições.

As estações que se sucedem
nos falam da obediência a leis previamente
estabelecidas pela divindade.

A fauna e a flora que
se submetem ao rigor do inverno,
que hibernam,
parecendo morrer e ressurgem
aos toques da primavera,
nos lecionam a perseverança
na luta pela vida.

Entre as aves,
a águia nos traz especial lição.
Ela é a ave que possui
maior longevidade da espécie.
Chega a viver setenta anos.
Mas,
para chegar a essa idade,
aos quarenta anos ela tem que tomar
uma séria e difícil decisão.

Aos quarenta anos ela está
com as unhas compridas
e flexíveis e não consegue mais
agarrar as suas presas das
quais se alimenta.

O bico alongado
e pontiagudo se curva.
Apontando contra o peito estão as asas,
envelhecidas e pesadas em
função da grossura das penas.

Voar é,
então,
muito difícil.

A águia,
nessas circunstâncias,
só tem duas alternativas:
morrer,
 ou enfrentar um dolorido
processo de renovação que irá durar
cento e cinqüenta dias.

Esse processo consiste em voar
para o alto de uma montanha e se
recolher em um ninho próximo
a um paredão,
onde ela não necessite voar.
Após encontrar esse lugar,
a águia começa a bater com o bico
em uma parede até conseguir
arrancá-lo.

Após arrancá-lo,
espera nascer um novo bico,
com o qual vai depois arrancar
suas unhas.

Quando as novas
unhas começam a nascer,
ela passa a arrancar as
velhas penas.

E só depois de cinco meses
sai para o famoso vôo de renovação
e para viver mais trinta anos.

Em nossa vida,
também necessitamos de
processos de renovação que,
de um modo geral,
são dolorosos.

Para se conseguiu alçar
o vôo da vitória,
devemos nos desprender de costumes,
crenças, tradições,
vícios que nos mantêm presos
ao chão da ignorância.

É, sim,
um processo doloroso,
porque demanda esforço e vontade.
Também um processo de incubação.

É preciso se sentir insatisfeito
consigo mesmo e desejar
 crescer um pouco mais.

Sentir-se incompleto
com um livro só,
com um pensamento apenas ou
com uma visão somente.

É necessário pensar além
das idéias comuns e acreditar
que se pode mudar,
não importando se nos encontramos
nos áureos dias da juventude,
nos vibrantes dias da madureza ou
na esteira da velhice.

Sempre é tempo de atender
aos apelos do progresso,
 aprender e melhorar-se.

É necessário refletir,
trabalhar,
estar sempre pronto para a
prender e reaprender,
não se permitindo jamais
o comodismo.

* * *

Enquanto você dispõe do
corpo físico e das horas terrenas,
não se acomode.
Não negligencie a si mesmo.

Cultive a sua inteligência,
jamais perdendo de vista a boa leitura.

Não se sinta sábio porque sabe mais
do que os que o rodeiam.
Busque a sabedoria.

Não se permita sentir bem,
sem esforçar-se por se desenvolver
nas áreas do bem e do serviço
ao próximo.

Não se permita dormir demais,
enquanto é tempo de crescer,
progredir e alcançar
os astros brilhantes que nos
extasiam nas noites claras.

TEXTO: Equipe de Redação do Momento Espírita,
baseado em texto de autor ignorado e no livro
Nossas riquezas maiores,
ed. FRÁTER, cap. 38.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
e enviado aos amigos do
"Grupo Mensagem de Domingo"
no dia 28 de Outubro 2.012.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Seja dia ou seja noite


Nesta noite em que a escuridão
vem cegar-lhe o caminho.
Devo dizer-lhe,
que Deus já mandou acender
as estrelas,
para que você veja a estrada
que liberta.

Neste dia em que você se
sente tão por baixo,
tão inferior.
Ele manda avisar que te ama
profundamente e deposita
em você,
a plena confiança que quem
é digno e merecedor
das vitórias.

Por isso,
o Criador pede que você por
alguns instantes,
pare de pensar nas
coisas do mundo.
Saia dessa roda-morta que é o
pensamento repetitivo.

E pense em coisas novas,
em conquistas que ainda
lhe faltam.
Na possibilidade de servir
e ajudar.
Na certeza de que o mundo está
cheio de oportunidades.
Que a esperança é essa nuvem
que segue adiante,
mesmo sabendo que há uma montanha
não tão distante.


Receba o amor em forma de Luz,
no abraço poderoso de Jesus.
Que não precisa de ladainhas,
nem de dogmas para aparecer,
para se fazer presente na sua vida.

Ele está.
Ele é.
Ele vive.
Ele te recebe.
Ele te envolve e lhe
dá forças.


Olhe para o dia com
outro olhar!
Com os olhos de águia que
vê tudo do mais alto.
Com os olhos de Deus que enxerga
na profundidade.
Com os olhos de Jesus,
que tudo perdoa,
tudo serve,
tudo ama.

Você é parte preciosa
da vida.
Sua vida é pedra preciosa
sem preço.

Ame-se.
Respeite-se.
Viva!
Este é o seu dia,
todos os dias.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Outubro 2.012.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Sabe que dia é hoje?


Sabe que dia é hoje?
Hoje é o dia perfeito para você
secar lágrimas,
tomar resoluções difíceis,
aprender com os passos errados,
refazer caminhos, se reencontrar.

Hoje,
e não amanhã, é dia de refazer,
contar uma nova história,
olhar para a frente,
saber que atrás vem gente.
Que o tempo não para,
não apita na curva,
não espera ninguém...

E você, alma querida,
não é "ninguém",
não é o
"vaso da sala"
que alguém deixou,
não é a
"poeira da sola de sapato"
de um qualquer.

Você é marca divina,
 é registro da Providência,
um misto de beleza,
força e inteligência,
você é o resumo de toda
a ciência.

Valorize-se!

Porque é o hoje o dia,
em que diremos adeus;
adeus ao passado que teima
em resistir,
adeus a dor que teima
em não sair,
adeus a desvalorização que você
insiste em seguir,
adeus a solidão que não nasceu
para você,
adeus a velha criatura que acaba
de morrer.

Você renasce agora,
livre,
pronto para ser feliz.

E hoje,
Deus em sua infinita sabedoria,
escolheu como o seu dia,
o dia de recomeçar,
crescer,
amar e levar a certeza de
que você é muito mais,
você pode muito mais do que
você mesmo acreditava.

Hoje é o seu dia!

Amanhã?

Amanhã está longe
e será apenas um reflexo
deste momento.

O seu momento!

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Outubro 2.012.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Questione-se!


Quando tudo for
um turbilhão de problemas,
e você quiser apenas fugir,
subir a montanha,
virar ermitão no meio do nada,
é este o momento de parar.

"É o momento em que a vida
pede uma resposta,
cobra uma solução para o que
você anda deixando de lado,
aquilo que te
incomoda e você não cuida!"

Pode ser o amor que anda desgastado,
a família que está virando um peso,
o trabalho que está além das suas forças,
a falta de oportunidades que te emperra.
Em todos esses casos, há uma só solução:
entender o "pra quê"?

Normalmente entendemos o porque
estamos fazendo isso,
porque andamos por ali,
porque queremos ficar com essa pessoa,
mas você já se perguntou pra quê?

As vezes a resposta é tão cruel
aos olhos dos outros,
e até surpreendente para você mesmo,
que não queremos a resposta.

Estamos acostumados a não nos questionar.
"Acreditamos no que acreditamos"
e vamos
"tocando a boiada"

Por isso,
se a vida está te encurralando,
questione-se:
pra quê estou vivendo essa situação?

Pra quê estou correndo,
comendo, gastando, fumando,
bebendo tanto?

Vai, tome coragem!
Pergunte-se no espelho,
olho no olho,
frente a frente, você e você,
e não tenha medo de mudar,
a vida vive em eterna mudança,
até as pedras rolam.
Pergunte-se então:
por que não eu?

Mude!

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Outubro 2.012.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Em um dia qualquer...


Imagine olhar para o céu e
não ver as estrelas.?
Ir para a praia em dia nublado
com ventos gelados?
Pegar ônibus errado e só perceber
no ponto final?

Pense em um jantar no
restaurante mais chique da cidade
e você sem fome?
Já pensou em férias em Bariloche
sem neve?
Doce sem açúcar?
Comida sem sal?

Assim é a vida sem o amor,
é sem graça,
tudo vai.
Tudo,
simplesmente passa...

Então,
dos 14 aos 99 anos,
é preciso não desistir,
buscar de maneira confiante
o verdadeiro amor,
não aquele perfeito,
cheio de ilusão,
mas o real,
aquele que no inicio toca
o coração,
que faz as pernas tremerem,
a boca secar,
o peito bater mais forte, a visão
ficar quase turva,
e durante dias e dias pensar
somente na pessoa amada.

Amor daqueles que envelhecem
junto com a gente,
de mãos que se procuram e
sustentam o passeio,
de ombros que reconfortam
e servem de apoio,
de palavras doces que nos
empurram para a frente,
de corações cúmplices que sustentam
as provas difíceis,
na alegria e na tristeza,
na miséria ou na riqueza,
o amor que vence os preconceitos,
que desafia o impossível,
o improvável.

Amor,
simplesmente amor.
Aquele que todos tem o direito
de encontrar,
e o dever de procurar,
sempre,
pelo infinito dos dias,
enquanto a alma não azedar.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 24 de Outubro 2.012.

domingo, 21 de outubro de 2012

Lágrimas da depressão


Por ser uma doença tão
incompreendida é que
muitos evitam falar.

Quem não experimentou,
não sabe o que significa não
ter forças emocionais para abrir
a janela para ver o sol.

O depressivo busca refúgio
no isolamento,
ele não se sente abandonado,
abandona-se,
desiste de si,
de uma certa forma.

Há pessoas que
choram seu destino,
mas ao depressivo
isso não acontece,
pois se chora é porque não
consegue ver destino,
nem bom, nem ruim,
apenas um vazio instalado
a alguns metros dos
seus olhos.

Falta vontade pra levantar,
pra andar, pra sair,
pra viver...
a única vontade que sobra
é a de dormir,
pois esta não pede esforço,
não exige ajuda e não obriga
ninguém a enfrentar o dia.

Na depressão só as lágrimas
são companheiras,
pois vêem sozinhas e ficam
juntas sem tentar consolar
e sem fazer perguntas
ou exigências.
Elas ficam,
simplesmente, presentes.

Que a vida é bela eu sei!
Ela é bela para quem ri
e para quem chora,
para quem espera e para
quem desespera.
Ela é bela quando é noite,
quando é dia,
quando a chuva canta na
janela e os ventos assobiam
estranhas canções.

Mas a beleza da vida não
é atrativo bastante para encher
uma alma de querer,
para injetar nela a vida
e novas perspectivas.

É preciso mais,
muito mais que a luz do
dia ou a suavidade de uma
flor para dar a uma pessoa
o desejo de se levantar e
recomeçar o caminho.

É difícil buscar forças quando
já utilizamos todas as
reservas possíveis,
mas é exatamente esse o
momento de dirigir-nos a Deus,
pois se nossas forças físicas
parecem mortas,
nosso pensamento está
bem vivo.

E é quando abandonamos
completamente nosso desejo
ao desejo de Deus que nos
tornamos mais fortes.

Que o depressivo não pense
que chegou ao fim do caminho,
ele apenas fez uma parada.

Há ainda muita estrada
pela frente,
novas perspectivas
e novos horizontes.

Quando Deus toma a direção
das nossas vidas é que as
janelas começam a se abrir,
que nosso coração bate um
pouco mais apressado
e começamos a encontrar
as soluções para o que antes
parecia perdido.

Podemos atravessar
a dolorosa estrada da depressão,
mas chegaremos ao fim dela,
pois se sozinhos nos sentimos,
sós já não estamos.

A vida continua linda,
continua bela.
E se já não sabemos mais olhar,
Deus nos ensina como
abrir os olhos.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 23 de Outubro 2.012.

sábado, 20 de outubro de 2012

As tentações do mundo


Não me espanto em nada com
o ser humano e suas formas
de manifestar a violência.

Homens e mulheres parecem perto
do estado mais primitivo da humanidade.
Vivendo uma luta sem regras para
ver quem tem mais razão.

Casais que trocaram juras de amor,
agora trocam agressões,
quando não, socos...

Crianças sendo agredidas na sua inocência,
viram alvo de "maníacos,
debéis mentais",
que disfarçados de ovelhinhas,
tentam esconder as garras do lobo.

Há ainda crianças que estão
aprendendo muito cedo a matar,
e já não se comprazem com o roubo ou
o ataque aos que não lhes pertencem,
precisam usar a violência.

Drogas cada vez mais mortais,
matam os usuários,
traficantes cada vez mais cegos
pela ganância,
matam seus clientes com produtos
cada vez mais nocivos.

Médicos que
vendem a alma e se preciso,
órgãos, receitas,
atestados e tudo mais que
o cliente puder pagar.

Assim,
encontramos também,
advogados, juízes, políticos,
contadores,
engenheiros e uma infinidade de
profissionais inescrupulosos que não se
acanham em se venderem.

Triste mundo onde homens
ainda colocam bombas
em carros para matar os irmãos
e ainda dizem que é em nome
de um deus...

Triste mundo onde um prefeito
prefere ver as crianças da escola infantil
comendo uma merenda estragada,
de baixa qualidade para poder garantir
alguns trocados a mais no seu túmulo.

Sim,
os que se vendem por qualquer
preço compram doenças poderosas,
que muitas vezes matam lentamente,
corroem primeiro o corpo,
e depois, como ação natural,
chegam até a alma,
onde até o mais cínico dos safados,
descobre que realmente não passa de um
monte de estrume.

Este é o pequeno preço que se
paga por se achar acima de
tudo e de todos.

Jesus já deixou o recado claro
e sem rodeios tempos atrás:

"Entrai pela porta estreita;
porque larga é a porta,
e espaçoso o caminho que conduz à perdição,
e muitos são os que entram por ela;
" Mateus 7:13.

Cuidado com as facilidades do mundo.
Brilham muito e quase sempre,
não valem nada.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
e enviado ao
"Grupo Mensagem de Domingo"
no dia 21 de Outubro 2.012.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

CURA É POSSÍVEL

O homem forte domina os outros.
O homem sábio
se domina a si mesmo.
* Tolstoi *

É possível
que existam inúmeras
cicatrizes em você,
a ponto de paralisá-lo diante
dos desafios diários que
a vida lhe oferece.

São cicatrizes relacionadas
com memórias da infância;
ou provenientes de palavras
que ainda ressoam em seu interior;
cicatrizes talvez relacionadas
a ressentimentos;
ou quem sabe resultantes
de julgamentos alheios.

As feridas desta vida podem
ser disfarçadas com personalidade,
hábitos,
e algumas vezes droga,
sexo e álcool.

São inúmeras as pessoas que
ocultam a alma ferida,
escondendo-se atrás de uma máscara,
como se as feridas não
estivessem abertas e sangrando
constantemente;
enfim,
como se não existissem....
Entretanto,
sempre que são confrontadas por
um evento similar
– no qual a dor teve a sua origem –,
novamente é reaberta
a ferida.

A realidade é que jamais haverá
cura para nosso mundo exterior,
até que sejamos curados em nosso interior.
O primeiro passo nessa direção
consiste antes de tudo em admitir
que a ferida existe,
está viva, presente,
influente.
O segundo passo é entregar-nos
Àquele que como ninguém
conhece a mais profunda
necessidade da nossa alma.

TEXTO: Nélio DaSilva

Para Meditação:

Venham a mim,
todos os que estão cansados
e sobrecarregados,
e eu lhes darei descanso.
* Mateus 11:28 *
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 20 de Outubro de 2.012.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Cicatrizante do tempo

O tempo é o maior reparador de erros,
cicatrizante de feridas sejam elas 
novas ou antigas.
O tempo vai levando dores e aliviando 
o peso das mágoas.
Segue seu curso 
com a normalidade dos dias,
que para os aflitos parece não ter fim,
e para os apaixonados, ele voa, 
acaba muito rápido.
 
Se você está 
vivendo um momento de dor,
seja pelo luto sofrido, 
ou pelo romance rompido.
Pelo emprego perdido,
pelo amigo fingido,
seja pelo que for, 
não tome decisões repentinas.

Nem culpe o 
tempo pelo seu infortúnio.
Ele apenas segue a sua jornada,
sem escolher em qual morada,
irá se fixar, 
demorar ou voar...
 
Antes, 
deixe os dias passarem.
Espere as lágrimas secarem.
Não diga nunca mais, nem jamais.
Nunca mais é muito tempo,
jamais é fruto do seu 
ressentimento.
 
Para tudo, 
o tempo é sábio conselheiro,
você dorme no mar agitado e acorda 
sonhando em um veleiro.

O tempo não manda sinais, 
não faz barulho pela manhã,
e nem se esconde na noite escura.
Simplesmente reveste a vida com 
fina armadura,
despindo a verdade, 
que aparece assim,
finalmente, 
nua e crua.
 
Há tempo pata tudo 
debaixo do céu...
 
Eu acredito em você.
 
TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 19 de Outubro 2.012.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Prisão


A maior prisão que
podemos ter na vida é aquela
quando a gente
descobre que estamos
sendo não aquilo que somos,
mas o que o outro gostaria
que fôssemos.

Geralmente quando a
gente começa a viver muito
em torno do que o
outro gostaria que a
gente fosse,
é que a gente tá muito
mais preocupado com o que
o outro acha sobre nós,
do que necessariamente
nós sabemos sobre nós mesmos.

O que me seduz em
Jesus é quando eu descubro
que nele havia uma
capacidade imensa de olhar
dentro dos olhos e fazer
que aquele que era
olhado reconhecer-se
plenamente e olhar-se
com sinceridade.

Durante muito tempo eu
fiquei preocupado com o
que os outros achavam
ao meu respeito.
Mas hoje,
o que os outros acham
de mim muito pouco me importa
a não ser que sejam
pessoas que me amam,
porque a minha
salvação não depende do
que os outros acham de mim,
mas do que Deus sabe
ao meu respeito.

TEXTO: Pe. Fábio de Melo
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 18 de Outubro 2.012.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Não se deixe derrotar


Muitas vezes nós nos sentimos
como se estivéssemos no
fundo do poço e,
de quebra,
ainda temos a impressão
de que estão tentando
nos soterrar para sempre.

É como se o mundo
jogasse sobre nós a terra da
incompreensão,
da falta de oportunidade,
da desvalorização,
do desprezo e da indiferença.

Nesses momentos difíceis,
façamos a nossa parte para
sair da dificuldade.

Afinal,
se permitimos chegar ao
fundo do poço,
só nos restam duas opções:
Ou nos servimos dele como
ponto de apoio para o impulso
que nos levará ao topo;
- Ou nos deixamos ficar
ali até que a morte
nos encontre.

É importante que,
se estamos nos sentindo soterrar,
sacudamos a terra e a
aproveitemos para subir.

Ademais,
em todas as situações
difíceis que enfrentamos na vida,
temos o apoio incondicional de Deus,
do qual podemos nos aproximar
através da oração.

TEXTO: Não encontramos
fonte ou autoria deste texto em
nossos arquivos e na internet.
Caso saiba e queira nos ajudar,
fineza nos informar através do e-mail
mensagem@toninholima.com.br,
para darmos os créditos merecidos
a quem o escreveu.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 17 de Outubro 2.012.

domingo, 14 de outubro de 2012

Nada muda se você não mudar


Tudo é opção.
Por isso, há pessoas,
que escolhe viver em
clima de felicidade,
com o pouco ou quase
nada que tem.

Outras optam por ser infelizes,
com a abundância que desfrutam.

Uns recebem o diagnóstico
de doença insidiosa e decidem
lutar e viver o quanto
seja permitido.
E curtem a natureza,
a praia, a montanha,
os passeios com a família,
o cinema,
a bagunça dos netos.

Outros,
optam por se deixar morrer,
sem combate.

Felicidade ou infelicidade.

A decisão cabe a cada um.
Todos sofremos perdas,
doenças, lutas,
no mundo de provas e
expiações em que nos
movimentamos.

Todos também usufruímos alegrias,
conquistas, dádivas,
saúde.

O que fazemos com cada
uma dessas coisas
é o que estaremos fazendo
com o nosso dia:
alegria ou tristeza,
vitórias ou derrotas.

Pense nisso e escolha o
que você deseja para você,
agora, hoje,
nesse novo dia.

Abrace a alvorada que surge,
viva as horas de bênçãos e
quando a noite chegar,
agradeça a Deus pelas felizes
escolhas desse
bendito tempo que se
chama dia.

Amanhã,
quando retornarem as horas
a movimentar os ponteiros
do relógio,
você voltará a fazer as suas escolhas...
muito boas escolhas
que depende de voce e lembre-se:
nada muda,
se voce não mudar.

TEXTO: Não encontramos
fonte ou autoria deste texto em
nossos arquivos e na internet.
Caso saiba e queira nos ajudar,
fineza nos informar através do e-mail
mensagem@toninholima.com.br,
para darmos os créditos merecidos
a quem o escreveu.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 16 de Outubro 2.012.

sábado, 13 de outubro de 2012

ESCOLHAS DIFÍCEIS ...


Não sei a sua idade,
mas,
mesmo as pessoas
mais jovens já descobriram
uma coisa:
- A vida é feita de escolhas.

E depois que largamos as fraldas,
a maioria das escolhas são nossas.
O que ainda é um problema
para muita gente,
inclusive adultos "maduros",
é compreender que as escolhas
levam a divisões.

Ou seja,
não podemos ter tudo na vida!

Não dá para amar aquela
pessoa e ser apaixonada pela
outra e de quebra ter
uma paixão por alguém que
conhecemos ontem.

Temos que escolher entre
água ou vinho e ter a certeza de que essa
escolha terá consequências.

Mas isso não é o
"óbvio ululante repetitivo"?

É sim, eu sei.
E todo mundo sabe disso,
mas agimos como
se não conhecêssemos a regra,
e vamos criando problemas
e acumulando dores e mágoas por
escolhas mal feitas.

Então, hoje,
nesse dia que em alguns
lugares chove muito,
em outros há neve e em outros tantos,
muito sol,
eu te peço um instante de
reflexão antes de sair falando as coisas
que vão deixar marcas.

Um instante de reflexão
antes de aceitar esse ou aquele sempre,
prometer um favor que
você sabe que vai ser difícil
de cumprir.

E por favor,
antes de abrir a boquinha
para falar mal de alguém,
olhe-se no espelho e veja se a
"Brastemp"
que você imagina ser é tudo
isso mesmo.

Humildade,
carinho e atenção,
principalmente com você,
é o que vai fazer a diferença
nas suas escolhas.

Pense em você com
carinho e amor.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
e enviado ao
"Grupo Mensagem de Domingo"
no dia 14 de Outubro 2.012.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

OUSE FAZER


O passo a mais que, longe,
muito longe,
damos a cada caminhada é o que
nos coloca mais próximos de tudo
o que ainda podemos ser.

A tentativa além,
um pouco mais além,
de todas as que já fizemos é a
que mais claramente revela do que
somos capazes e até onde
poderemos chegar.

Quantos de nós nos entregamos
antes mesmo de tentar?

Pela simples dificuldade
de perceber que é possível ultrapassar
o limite do círculo que em torno de
nós e ao longo da vida traçamos.

Quantas vezes estivemos na
iminência de girar a maçaneta
da porta que nos levaria da escuridão
à claridade e não o fizemos,
simplesmente por não aceitar
o impulso livre,
soberano e intuitivo que conduzia
nossas mãos a girar?

Por não crer na liberdade,
nos impulsos da alma e na
própria intuição.

Quantas vezes hoje você
ouviu seu coração?
Sem temer,
sem limitar,
sem pré-conceber,
sem pré-julgar,
sem se prender,
deixando-se levar pelo
prazer de descobrir,
correr riscos e realizar?

Pobre de quem põe a nuvem do
medo diante dos olhos.
Que prefere fugir a se dar o direito
de praticar o sonho.

Tem aquele que,
sem saber que era
impossível, foi lá e fez .
Esta é sua vez.

O verdadeiro poder é de quem ousa.

Ouse fazer!

TEXTO: José Oliva

* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 13 de Outubro de 2.012.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Um modelo de docilidade


Maria simples criatura escolhida
como mestra do amor.

A alegria e a emoção invadem
o meu coração neste momento que
escrevo sobre Maria,
a mulher que abandonou-se inteiramente
nas mãos do Criador.

A mestra do amor que gera
o Mestre do amor,
pois só quem ama e capaz
de submeter-se ao amor e assumir todas
as suas conseqüências.

Maria,
uma mulher que teve a
coragem de renunciar ao seu
lindo plano de amor,
que era casar-se com Jose,
por causa de um Bem Maior:
ser a Mãe do Salvador.

Muitas vezes em nossa vida,
nos não conseguimos viver a
vontade de Deus,
porque temos dificuldades de
fazer a troca de um Bem por
um Bem Maior.
Mas,
quando amamos a Deus
sobre todas as coisas,
os nossos desejos e interesses
são considerados mesquinhos e
pequenos diante da grandeza,
bondade,
sabedoria e amor do Pai.

Maria fez da sua felicidade
a realização do projeto de Deus.
Nós também somente conquistamos
a felicidade autêntica imitando-a na
realização de uma total
entrega a Deus.
E todo aquele que ama Jesus prefere
a vontade e os desejos do Pai.

Entre inúmeras virtudes de Maria,
saliento a sua docilidade e obediência
a Palavra de Deus,
que capacitou Maria para gerar
o próprio Deus.
Os discípulos de Jesus são aqueles
que acolhem a Palavra
e permitem que as suas vidas sejam
transformadas e conduzidas por ela.

Jesus reconhece todas
as pessoas que seguem o
exemplo da sua mãe.
“Felizes são aqueles que ouvem
a palavra de Deus e a põem em prática”
(Lc 11, 28).

Se todos ouvissem a Deus
como Maria,
teríamos pessoas mais felizes e uma
convivência humana bem mais fácil.

Maria,
simples criatura de Deus,
foi escolhida como modelo de
abertura total à ação do Criador.
Ele olhou para a humildade
da Sua serva; e ela,
apesar de uma escolha de destaque,
continuou sendo simples e humilde.

Torna-se verdadeira discípula
e assume a missão de apresentar
o filho de Deus para o mundo.

Para entendermos a missão
de Maria é preciso nos abrirmos
ao projeto de Deus,
que visa o bem humano,
a nossa união,
a convivência fraterna de todos,
tendo em vista a conquista ao
Premio Celeste:
o Céu.

Toda a humanidade deveria
reconhecer a escolha de Deus:
Maria, a Mãe de Deus,
como esta no evangelho de Lucas:
“Todas as gerações me chamarão Bem-Aventurada”
(Lc 1, ) .

Ela deseja que todos os seus
filhos brasileiros a acolham como
a anfitriã do nosso Pais,
a nossa mãe.

O mundo atual tem levado as
pessoas a serem egoístas e competitivas,
mas nos brasileiros não podemos
deixar que esta maneira de
ser nos contagie,
porque somos um povo que acolhe
o estrangeiro e tem gestos de amor
para com o outro.

Neste dia da Virgem Aparecida,
a Rainha e Padroeira do Brasil,
vamos pedir ao Pai que Ele una os
nossos corações,
para que cada vez mais possamos
nos render ao amor
daquela que e a mestra do amor
e que gerou o Mestre do Amor.

 O amor não divide,
o amor se multiplica.
Aprendamos com ela a amar a
Deus acima de todas as coisas e
o próximo como a nos mesmos.

Se você ainda não se relaciona
com Maria como uma mãe,
comece hoje a dar os primeiros passos,
e deixe que ela entre em sua casa,
em seu coração e seja a sua
educadora e mestra,
a sua amiga, conselheira,
consoladora, auxilio
e companheira rumo ao Céu!

TEXTO: Marina Adamo
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Outubro de 2.012.

domingo, 7 de outubro de 2012

Os benefícios da dor

Quando estamos passando
pela dor,
é tão difícil,
doloroso,
sentimo-nos com dó
de nós mesmos.

Mas,
se olharmos com outros
olhos para ela,
veremos que ela
não é tão terrível assim.

Com vivencia espírita,
entendemos que é uma
benção, pois,
ela nos proporciona evolução,
crescimento espiritual.

É isso mesmo
evolução espiritual,
pois,
nos sacode e nos faz
pensar em nossa vida em
tudo que já fizemos
e que poderemos fazer.

Percebemos nesse balanço
que fizemos muitas
coisas que não
 eram tão necessárias assim,
serem feitas
e outras necessárias que
deixamos de fazer.

Observamos que
poderíamos ter feito diferente
e não fizemos,
então,
aí está à ótima
oportunidade de fazer
diferente.

Vamos olhar para
a dor com olhos de quem quer
se curar e para isso
é necessário olharmos para
dentro de nós.

Porque é aí
que está o caminho da cura,
dentro de nós mesmos,
pois,
fomos nós mesmos
que a criamos.

Através de nossas teimosias,
revoltas em
não querer aceitar,
o diferente,
o novo,
em nossas vidas.

A cura parte de nós,
através do conhecimento
de nós mesmos,
sem censuras.

Somente nos
conhecendo é que começamos
a operar a cura em nós.

TEXTO: OBS.: Não encontramos fonte
ou autoria deste texto em nossos arquivos
e na internet.
Caso saiba e queira nos ajudar,
fineza nos informar através do e-mail
mensagemdedomingo@toninholima.com.br,
para darmos os créditos merecidos a
quem o escreveu.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
 no dia 09 de Outubro de 2.012
e enviado ao
"Grupo Mensagem de Domingo"
 no dia 07 de Outubro 2.012.

sábado, 6 de outubro de 2012

Ano eleitoral: momento de reflexão


Reflita sobre o ano de 2010:
em quem você votou?
Lembra-se exatamente quais
os candidatos escolhidos para os
cargos de Presidente da
República e Governador?

Muito provavelmente sim.

E para o Poder Legislativo?
Quais foram os seus escolhidos
para os cargos de Deputado Federal,
Deputado Estadual e Senador?

É quase certo que você não se
lembra dessa escolha,
pois mais de 80% dos brasileiros
não sabem a resposta
para essa questão.

Hoje, 07 de outubro de 2012
o processo se repete,
o que é fundamental num
regime democrático.

Vamos escolher o Prefeito,
Vice-prefeito e vereadores

O momento é de reflexão.

Chegou a hora de avaliarmos
os mandatos e votarmos.

Esse exercício deve priorizar
a razão e a capacidade de o
eleitor fazer uma análise profunda
de suas necessidades coletivas.

Tente fugir de algumas
armadilhas como:
promessas mirabolantes,
jogadas de marketing eleitoral,
ligação do candidato com questões
pouco úteis à política,
suspeitas e histórias estranhas.

Concentre-se na capacidade de
o candidato transformar em ação
aquilo que é necessário.

Para tanto,
não se esqueça de uma
questão fundamental:
seu voto é uma procuração.
Por meio dele você delega o seu
 direito de administrar o patrimônio
público (nosso) aos representantes
que você mais confia.

Dessa forma,
essa relação precisa ser transparente,
e não termina quando você lê
a palavra FIM na urna eletrônica.

Cobre seus escolhidos,
e não se sinta derrotado em eleições.
Se outro político ganhou,
você tem o mesmo direito de fiscalizar,
exigir e reivindicar.

O bjetivo desta mensagem é
despertar em você,
eleitor,
o espírito participativo.

A democracia não exige
apenas a escolha,
mas a ação consciente.

Vamos discutir política sem
a defesa de posições partidárias
e preocupados com o fortalecimento
de nossa democracia.

Bom voto.

Que o seu voto seja capaz de transformar
as dificuldades do povo brasileiro
em políticas públicas condizentes
com nossas demandas.

AUTORIA: Humberto Dantas
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Outubro de 2.012.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

LEVE A SUA MENTE PARA PASSEAR:


E descubra uma nova maneira de ver a vida.

Temos uma tendência
natural a repetir velhos hábitos,
mesmo que não sirvam
absolutamente mais em nossa vida.

Conservamos
hábitos de pensar e de agir
sem dar quase espaço para o novo.

Às vezes,
num momento de lucidez,
questionamos nossa maneira de ser,
percebemos que existe
muito mais além dos
limites territoriais que nos impomos,
tanto mental quanto físico, mas
rapidamente retornamos
para o conhecido.

Realmente o conhecido assusta menos,
dá menos trabalho,
o que não quer
dizer menos sofrimento.

A gente se acostuma
até com o sofrimento.
Só quando nos abrimos para o novo,
numa atitude de coragem e amor
por nós mesmos,
podemos ver com os olhos da verdade,
sentir com a alma íntegra e então,
num processo que pode ser lento ou não,
dependendo do tempo intermo de cada um,
modificar a nossa vida.

Sim,
porque quando realizamos,
mesmo que
pequenas mudanças internas,
elas se refletem
na nossa vida como um todo,
às vezes imperceptível
aos olhos dos outros,
mas fortemente perceptível
aos nossos olhos.

Eu digo em minhas
palestras que o primeiro
passo para mudar é aceitar que
algo não está bem.
Ter a percepção
disso é fundamental
para olharmos
primeiro para dentro e em
seguida a nossa volta.

Se perguntar e responder
honestamente,
mesmo que com medo
das conseqüências
dessas respostas,
é o início da possibilidade
de transformação.

Algumas perguntas
ajudam nesse caminhar:
Eu estou feliz com a minha vida?
Eu estou feliz comigo mesmo?
As pessoas ao meu redor
são felizes comigo?

Se manter preso
a regras e conceitos são
impedimentos para mudanças.
São muros erguidos
em volta de nós mesmos.

Muitos de nossos hábitos e maneiras
de agir e de ver o mundo,
com certeza nos serviram em algum
momento de nossa vida,
provavelmente para nos proteger,
para nos ajudar a seguir em frente.

Mas o tempo passa,
as coisas mudam e nós também e
então aqueles hábitos,
aquela maneira de ser
e de agir não funcionam mais,
estão defasados.

E se insistimos,
como normalmente insistimos,
isto cria um vazio,
um mal estar,
um sentido de inadequação
em nossa vida.

A minha sugestão
é que você leve a sua
mente para passear livremente,
para que ela
possa descobrir o novo
que está ali a espreita,
aguardando apenas
que um espaço se abra
para ele entrar.

TEXTO: Sandra Rosenfeld
Consultora em Qualidade de Vida no Trabalho (QVT).
Escritora, autora do livro O que é Meditação,
ed. Nova Era,
ministrante de palestras e workshops
para promover qualidade de vida
pessoal e profissional.
contato@sandra.rosenfeld.nom.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 05 de Outubro de 2.012.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

VOCÊ SABE LIDAR COM OS OBSTÁCULOS?

O que seria a alegria se 
não tivéssemos nem um momento 
de dificuldade? 
 
É verdade que quando 
estamos tristes dá vontade 
de desistir, 
perdemos a esperança, 
choramos, 
nos fechamos para o mundo. 
 
Pare um pouco e lembre-se 
de todas as vezes que você caiu; 
sempre havia um dia seguinte, 
um outro e um outro. 
 
Algumas vezes, 
você sentiu uma mão amiga 
te levantando. 
Outras vezes, 
você respirou fundo e 
levantou sozinho, 
com vontade de tentar 
mais uma vez. 
 
O importante é saber que 
sempre após a queda, 
ainda que demore um pouquinho 
ou um pouco mais de tempo, 
você se levanta, 
mesmo quando acredita que 
todas as suas forças se extinguiram 
e que o mundo acabou com elas. 
 
Neste momento, 
você percebe a importância 
das amizades, 
da esperança, 
da força de vontade, 
do querer, do buscar, 
do acreditar. 
 
Acreditar em um mundo melhor, 
acreditar em amor eterno, 
em amor fraterno. 
 
Acreditar em paz e respeito 
pelo planeta e pelo ser humano. 
Acreditar também 
no poder de um sorriso e de 
uma ajuda sem pedir 
nada em troca. 
 
E que tem 
uma pessoa lá em cima, 
olhando por você. 
 
Provavelmente, 
você caia de novo mas, 
tenho certeza, 
também vai alcançar o 
topo de muitas montanhas. 
 
O bom de tudo isso é 
que você vai acumulando 
experiência e se tornando 
uma pessoa melhor. 
 
Os maiores ensinamentos 
da vida estão nos becos escuros, 
onde parece não ter nada. 
 
Tenha sensibilidade e paciência 
para saber encontrá-los. 
 
O mundo, 
com as suas diferenças 
e semelhanças, 
funciona em um ciclo perfeito 
de vida em que todos 
têm a chance de buscar a 
felicidade e alcançá-la. 
 
Obstáculos sempre existirão, 
e pessoas com más intenções 
estarão a sua volta. 
 
É inevitável que as pedras 
estejam em nosso caminho. 
O diferencial aqui é saber lidar 
com tudo isso da melhor 
forma possível, 
para que você não 
saia ferido. 
 
Saber tirar 
proveito destas situações, 
aprendendo com elas; 
isso poderá tornar a sua vida muito 
mais fácil e gratificante. 

TEXTO: Marília Zanim
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro "Momento de Reflexão" 
e enviado ao 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 03 de Outubro de 2.012.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

R e d e s

Crie as oportunidades 
que você deseja,
pare de ficar esperando a loteria, 
o amigo, o patrão,
deixa de sonhar e comece a realizar,
através da manifestação do seu desejo,
da materialização dos sonhos 
que você esconde,
da força que está dormindo em você.

Pode fazer o teste:
fique diante do mar e faça mil orações,
implorando para um 
peixe vir até as suas mãos,
e você vai morrer de fome diante 
da mesa de banquete.
Faça a sua oração e lance 
a rede no mesmo mar,
e veja a fartura voltar para o cesto.

Assim é a sua vida, 
ou a vida que você deseja ter,
é preciso uma nova ação, 
ter coragem para perseguir os sonhos,
persistir na caminhada até quando 
os pés estiverem sangrando,
poucos vão experimentando seus limites,
poucos pedem força para o trabalho,
poucos oram uns pelos outros,
por isso essa guerra de miséria 
sem fim pelo mundo.

Vamos!
Levante da cama das lamentações.
Acorde para a realidade que te chama,
que pede disposição, coragem, 
o seu melhor.
Não importa se você é escriturário, 
gerente ou faxineira,
importa a qualidade do seu trabalho, 
à importância que você dá ao 
fazer o seu melhor.
Se não notarem, não se preocupe,
"os olhos humanos por vezes estão fechados,
cegos pela ganância, pela inveja, 
pelo desamor."

Mas, 
os olhos de Deus que tudo vêem,
sabe do seu esforço, das suas necessidades,
e de acordo com o seu  merecimento,
vai promovendo a  fartura de 
tudo o que você precisa,
e fartura não é excesso, 
é contentamento.

Por isso, 
eu prefiro a paz na minha casa,
o amor entre todos os que habitam aqui,
que a despensa vazando 
de produtos inúteis.

Hoje é o dia perfeito para mudar,
para lançar às suas redes ao mar,
e pode ter certeza, 
elas não vão voltar vazias.
Encha-se desse amor que vem do Alto,
e faça a diferença no mundo.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro "Momento de Reflexão" 
no dia 02 de Outubro de 2.012.