sábado, 29 de novembro de 2014

A ESCOLA DOS BICHOS

Conta-se que vários
bichos decidiram
fundar uma escola.
Para isso
reuniram-se e começaram
a escolher as disciplinas.

O Pássaro insistiu
para que houvesse
aulas de voo.

O Esquilo achou
que a subida perpendicular
em árvores era fundamental.

E o Coelho queria
de qualquer jeito que
a corrida fosse incluída.

E assim foi feito,
incluíram tudo,
mas ...

Cometeram um grande erro.
Insistiram para que todos
os bichos praticassem
todos os cursos
oferecidos.

O Coelho foi magnífico
na corrida,
ninguém corria como ele.
Mas queriam
ensiná-lo a voar.

Colocaram-no numa
árvore e disseram:
" Voa, Coelho".

Ele saltou
lá de cima e " pluft "...
Coitadinho!
Quebrou as pernas .
O Coelho não aprendeu
a voar e acabou sem
poder correr também.

O Pássaro voava
como nenhum outro,
mas o obrigaram a cavar
buracos como uma
topeira.
Quebrou o bico e as asas,
e depois não conseguia
voar tão bem,
e nem mais
cavar buracos.

SABE DE UMA COISA?

Todos nós somos diferentes
uns dos outros e cada
um tem uma ou mais
qualidades próprias
dadas por DEUS .

Não podemos exigir
ou forçar para que
as outras pessoas
sejam parecidas
conosco ou tenham
nossas qualidades.

Se assim agirmos,
acabaremos fazendo
com que elas sofram,
e no final,
elas poderão não ser
o que queríamos que
fossem e ainda pior,
elas poderão não
mais fazer o que faziam
bem feito.

RESPEITAR AS DIFERENÇAS
É AMAR AS PESSOAS
COMO ELAS SÃO.

AUTORIA: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 02 de Dezembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Seguindo a massa e sendo infeliz...

Vivemos o tempo
das coisas passageiras.

Das emoções fúteis e rápidas.
Dos mil beijos de bocas diferentes.
Do sexo pão com manteiga,
rápido e as vezes indigesto.

Queremos muito
alguma coisa agora,
para daqui a meia-hora
desprezarmos.
O celular da moda de
hoje é o tijolo de amanhã.
A roupa
mais chique será o "mico"
dos guarda-roupas logo,
logo.

Começamos o dia com
a certeza de que os problemas
serão maiores que a nossa
capacidade de vencê-los.
Teremos tantas insatisfações,
tantos desejos negativos que
acabaremos o dia exaustos.
E com uma certeza maior ainda:
não valeu a pena.

E por que a
vida não vale a pena?
Por que o dia não valeu
a pena?
Porque nossos sentimentos
estão focados no mundo,
e o mundo ensina consumir,
ter, possuir.

Para ser da turma tem
que ter o tênis tal,
a calça tal,
tem que beber e beber muito,
tem que fumar isso,
usar aquilo.
E lá vai a massa
seguindo os perdidos.

E enchemos os consultórios
dos psiquiatras
com nossas insatisfações,
e lotamos as farmácias com
nossas receitas de tarja preta.

Estamos nos fechando
em problemas que nós
mesmos criamos e fazendo
deles um tormento.
Parecemos adolescentes
onde tudo é enorme,
tudo é maior que a gente.

Acorde para a beleza
da vida que passa.
Para o tempo que te pertence.
Não se perca em desejos
tolos e inúteis.

Fortaleça as relações reais,
as que trazem ombro,
cheiro, abraços e vida.

Não deixe o tempo escorrer
pelos dedos atrás de
sonhos fúteis.

Tem muita coisa que
não custa nada no mundo
e capaz de te fazer feliz.

Descubra-se capaz de ser
a pessoa mais feliz,
sendo quem você é de verdade.

Ame-se profundamente
e exija da vida o seu
maior direito,
em qualquer idade,
a sua FELICIDADE.

Acredite em você

AUTORIA: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 30 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

O pouco com Deus

"O pouco com Deus é muito..."

Quantas vezes você já ouviu esse ditado?
Quantas vezes você imediatamente
pensou na pobreza,
em coisas pequenas?
Quantas vezes você não teve a visão
de que o "pouco" eram as coisas,
que o pouco é qualquer coisa material.
Que devemos nos contentar com
o que a vida oferece?

O pouco somos nós!
Somos nós que nos defrontamos
com nossos adversários interiores:
o orgulho, a vaidade,
a presunção de que somos "algo mais",
que nos julgamos superiores a essa
ou aquela pessoa,
que nos gabamos de nossos diplomas,
que fugimos das feridas de nossos
"irmãos" caídos,
que levantamos o dedo para acusar,
apontamos os defeitos dos outros,
gritamos para encobrir nossos erros.

O pouco com Deus, ou seja,
nós mesmos com Deus
podemos ser muito mais,
ter muito mais,
desde que deixemos de lado a nossa
"presunção",
pois o "Reino de Deus"
se apresenta com simplicidade,
chega aos corações pedindo apenas
a capacidade de amar.

Amar sem pesar, sem cobrar,
sem exigir troca.

Definitivamente creia:
Deus não é vingativo,
não fica espreitando as suas atitudes
para cobrar,
Deus espera, Deus ama,
Deus acolhe!

É com essa mensagem que Jesus
se dirige mais uma vez,
aos aflitos,
aos que tem sede e fome de justiça,
os que perderam a luz em algum ponto,
e não enxergam saída.

Jesus,
convida para um abraço que reconforta,
sem cobrar nada, sem apontar erros,
apenas acolher seus sonhos,
separar o que é imaginação da realidade,
segurar na sua mão e apontar o infinito,
mostrar que além de todas as conquistas
transitórias da vida,
o que realmente importa é o bem
que podemos fazer.

O que liberta, o que salva,
o que transforma
é o bom e velho amor.

Então, comece por você!
Perdoe-se!
Encontre-se!
esforce-se um pouco mais!
E se a estrada parecer penosa,
e se solidão chegar,
se não ver ninguém no caminho,
lembre-se de olhar para o alto,
Eis Jesus sorrindo e pedindo,
segue confiante:

Eu estou contigo!
sempre...

Acredite em você

AUTORIA: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 29 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Abandone o querer vencer

O ego adora nos dividir
entre ganhadores e perdedores.

A busca pela vitória
é a forma infalível de evitar
o contato consciente
com a intenção.

Por quê?

Porque basicamente
é impossível vencer
sempre.

Algumas pessoas
serão mais rápidas,
mais sortudas,
mais jovens,
mais fortes e mais
espertas que você e
acabará se sentindo
insignificante e sem
valor diante delas.

Você não se resume
as suas conquistas
e vitórias.

Uma coisa é gostar
de competir e se divertir
num mundo onde
vencer é tudo,
mas não precisa ser assim
em seus pensamentos.

Não há perdedores
num mundo onde todos
compartilham da mesma
fonte de energia.

Só se pode afirmar que,
em determinado dia,
sua atuação esteve num
certo nível comparada
a outras.
Mas cada dia é diferente,
com outros competidores
e novas situações a
serem consideradas.

Você continua sendo
a infinita presença num
corpo que está a cada
dia ou a cada década,
mais velho.

Pare com essa
necessidade de vencer,
não aceite o conceito
de que o contrário de
vencer é perder.

Esse é o medo do ego.

Se seu corpo não
está respondendo de
forma vencedora,
não importa,
significa que você não
está se identificando
unicamente com
seu ego.

Seja um observador,
perceba e aprecie tudo
sem a necessidade
de ganhar um troféu.

Esteja em paz e alinhe-se
com a energia da intenção.
De forma inusitada,
as vitórias aparecerão
mais em seu caminho
quanto menos as
desejá-las.

AUTORIA: Wayne W. Dyer
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 28 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Pare de se sentir ofendido

O comportamento
de outras pessoas não
é motivo para se sentir
imobilizado.

Existe a ofensa
apenas quando você
se enfraquece.

Se procurar
por situações que
o aborreça,
as encontrará em
cada esquina.
É o ego no controle
convencendo você que
o mundo não deveria
ser do jeito que é.

Mas é possível tornar-se
um observador
da vida e alinhar-se
com o Espírito
da Criação universal.

Não se alcança
o poder da intenção
sentindo-se ofendido.

Procure erradicar,
de todas as formas possíveis,
os horrores do mundo
que emanam da identificação
maciça do ego,
e esteja em paz.

Assim como
a paz está em Deus
(tenha seu Deus o nome que sua crença der a Ele)
e você que é parte Dele
só retorna ao lar em Sua paz.

O Ser está em Deus
e você que é parte Dele
só retorna ao lar
em Sua paz.

Ficar ofendido cria
o mesmo tipo de energia
destrutiva que
a princípio o feriu,
e leva a agressão,
ao contra-ataque e a guerra.

Energia estabiliza
ou desestabiliza.
Você escolhe.

AUTORIA: Wayne W. Dyer
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Breve Diálogo com Leonardo Boff

No intervalo de uma
mesa-redonda sobre
religião e paz entre os povos,
na qual ambos participávamos,
eu, maliciosamente,
mas também
com interesse teológico,
lhe perguntei em meu
inglês capenga:

— Santidade,
qual é a melhor religião?

Esperava que ele dissesse:
"É o budismo tibetano"
ou
"São as religiões orientais,
muito mais antigas do
que o cristianismo".

O Dalai Lama fez
uma pequena pausa,
deu um sorriso,
me olhou bem nos olhos,
o que me desconcertou um pouco,
por que eu sabia da
malícia contida na pergunta,
e afirmou:

— A melhor religião é aquela
que te faz melhor.

Para sair da perplexidade
diante de tão sábia resposta,
voltei a perguntar:

— O que me faz melhor?

— Aquilo que te
faz mais compassivo
(e aí senti a ressonância tibetana,
budista,
taoísta de sua resposta),
aquilo que te faz mais sensível,
mais desapegado,
mais amoroso,
mais humanitário,
mais responsável...

A religião que conseguir
fazer isso de ti é a
melhor religião...

Calei, maravilhado,
e até os dias de hoje
estou ruminando
sua resposta sábia
e irrefutável.

AUTORIA: Citado no livro Conselhos Espirituais,
Verus Editora
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

domingo, 23 de novembro de 2014

O Sucesso Está na Dedicação

Muitas pessoas se iludem
achando que o sucesso
está ligado apenas à
sorte ou àqueles que herdam
o prévio triunfo da família.
Muitas vezes esses
sentimentos podem estar
relacionados com
o acréscimo de alguma
dificuldade para justificar
a falta de empenho para
alcançar bons resultados.

Não adianta ter nas mãos
a fortuna de todas
as empresas bem-sucedidas
do mundo se não houver
dedicação e esforço depositados.
Com diz uma das leis da Física,
nenhum objeto pode se
mover se permanecer parado,
é preciso exercer uma força
sobre ele para que haja
movimento.

O mesmo vale para a vida,
não podemos nos enganar
achando que a sorte
pode chegar a qualquer momento,
e somente a partir daí
nos levar ao sucesso tão esperado.
O acaso muitas vezes
pode até ajudar,
mas certamente só surgem
para aqueles que já persistem
na luta para alcançar
bons resultados.

AUTORIA: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

CADA UM TEM SEU DESERTO POR ATRAVESSAR

O deserto constitui um
lugar de passagem.
Uma travessia que,
aparentemente,
parte do nada e o leva
a lugar nenhum.

Duro de atravessar,
assemelhando-se a um calvário,
por ser doloroso e sofrido,
retratado nas rugas que
sulcam o rosto,
a transparecer caminhos sem fim,
dos que enfrentam o deserto.

Como se não bastasse
o calor tórrido de
dia que nos põe em contato
com o inferno,
para, de noite,
enregelar com o intuito
de nos ensinar a lidar com
os altos e baixos de uma
cruzada sem fim,
que, na verdade,
é a vida.

O que nos remete ao medo
de afundar na areia e
ali sermos sepultados em
meio a escorpiões que nos
picam para alertar que
não podemos confiar
em ninguém.

Em suma, no deserto,
você está rigorosamente
sozinho à mercê da aridez do
clima e de
condições inóspitas que,
aparentemente,
tornam difícil a sobrevivência.

Induzido pela areia que
lembra um mundo em dissolução
- se o que era sólido,
virou pó.

Sozinho,
não fora as miragens
que rodam o filme da
água em cascata,
potável e fresca,
em plena imensidão
desértica sob ventos
abrasadores,
nas quais acreditamos
logo que as vemos.
Até que se rompa a ilusão
trazida pela sede,
desvanecendo-se no horizonte.
Então,
em quem podemos confiar
nessas circunstâncias?

Circunstâncias que não
são muito diferentes de
outras com que nos
defrontamos.

O deserto sempre nos conduz
para os nossos desertos
interiores,
onde reina o silêncio,
por vezes mal
compreendido por nós.
Igualmente árduo e penoso
atravessar esses desertos.

Por só conseguirmos
travar contato com a
materialidade do mundo,
restritos a nós mesmos
e às nossas memórias,
quando procuramos
vencê-los.

Encaramos as manifestações
espirituais ao longo do
percurso como pura miragem
- obra do fortuito destino
ou mera coincidência.
Não atinamos para os sinais que
delas advêm como suporte
para demonstrar que
não estamos sozinhos nesse
mundo de Deus e à mercê
de nossa própria sorte.

Por isso,
cada pessoa tem
o seu próprio deserto
por atravessar.
Onde será necessário
distinguir dentre mais e
mais miragens,
separando os véus que
deixam nossa visão embaçada,
quem avança em nossa direção,
se merece confiança ou
não para consumar alianças,
estabelecer crédito e adquirir
sabedoria em cada trecho,
por menos importante que seja,
aparentemente.

AUTORIA: Jean Yves lelopup
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 23 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Felicidade e infelicidade

Pessoas consideradas
inteligentes dizem que a
felicidade é uma idiotice,
que pessoas felizes
não se deprimem,
não têm vida interior,
não questionam nada,
são uns bobos alegres,
enfim,
que a felicidade
anestesia o cérebro.

Eu acho justamente o contrário:
cultivar a infelicidade é
que é uma burrice.
O que não falta nessa
vida é gente sofrendo pelos
mais diversos motivos:
ganham mal,
não têm um amor,
padecem de alguma doença,
sei lá,
cada um sabe o
que lhe dói.

Todos trazem uns
machucados de estimação,
você e eu inclusive.

No que me diz respeito,
dedico a meus machucados
um bom tempo de reflexão,
mas não vou fechar a cara,
entornar uma garrafa de
uísque e me considerar
uma grande intelectual
só porque reflito sobre
a miséria humana.

Eu reflito sobre a miséria
humana e sou muito feliz,
e salve a contradição.

Felicidade depende
basicamente de duas coisas:
sorte e escolhas bem feitas.
Tem que ter a sorte
de nascer numa família bacana,
sorte de ter pais que
incentivem a leitura e o esporte,
sorte de eles poderem
pagar os estudos pra você,
sorte por ter saúde.
Até aí,
conta-se com
a providência divina.
O resto não é mais da
conta do destino:
depende das suas escolhas.

Os amigos que você faz,
se optou por ser honesto
ou ser malandro,
se valoriza mais a grana
do que a sua paz de espírito,
se costuma correr atrás
ou desistir dos seus projetos,
se nas suas relações
afetivas você prioriza a
beleza ou as afinidades,
se reconhece os momentos
de dividir e de silenciar,
se sabe a hora de trocar
de emprego,
se sai do país ou fica,
se perdoa seu pai ou
preserva a mágoa
pro resto da vida,
esse tipo de coisa.

A gente é a soma
das nossas decisões,
todo mundo sabe.

Tem gente que é infeliz
porque tem um câncer.
E outros são infelizes porque
cultivam uma preguiça existencial.

Os que têm câncer não têm sorte.
Mas os outros, sim,
têm a sorte de optar.
E estes só continuam
infelizes se assim
escolherem.

TEXTO DE: Martha Medeiros
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 22 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Escolha o Instinto e Repense o Motivo

Há muitas pessoas que necessitam
de vários motivos
para permanecerem vivos.
Para esses não há o instinto,
somente o motivo.
São aqueles que acordam
já com diversas atividades
programadas em mente,
e se por um acaso algo não
sair como o planejado,
pode deixá-lo totalmente
perdido.

Um café da manhã
balanceado para continuar
com o peso adequado,
ter determinada profissão
para manter certa posição social,
ou ainda continuar casado
pelos simples fato
de ser mais fácil.

O que pode ter
sido referido como motivação,
neste caso não passa
de estagnação.
Quando fazer algo de uma
forma diferente passa a ser
tão distante que nem
é mais lembrado,
talvez toda essa falta de
vontade deve ser repensada.

Obviamente é necessário
um mínimo de planejamento,
mas tornar tudo isso como uma prisão,
sem a opção da liberdade
dos pensamentos,
pode ser transformado lá
na frente em arrependimento.
Todos os motivos que
movimentam nossa vida
devem ser sempre alterados
à medida que são alcançados,
mas se no meio do caminho
percebeu que algum já não
é mais válido,
tenha a certeza que mais
vale dispensá-lo.

TEXTO DE: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 21 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PARA REFLETIR

Um homem morreu. 
Ao se dar conta, 
viu que Deus se aproximava 
e tinha uma maleta com Ele. 
E Deus disse: 
- Bem, filho, 
hora de irmos.

O homem 
assombrado perguntou: 
- Já? Tão rápido? 
Eu tinha muitos planos...

- Sinto muito, 
mas é o momento de sua partida. 
- O que tem na maleta?
Perguntou o homem.

E Deus respondeu: 
- Os seus pertences!!! 
- Meus pertences? 
Minhas coisas, minha roupa, 
meu dinheiro?

Deus respondeu: 
- Esses nunca foram seus, 
eram da terra.

- Então são as 
minhas recordações? 
- Elas nunca foram suas, 
elas eram do tempo.

- Meus talentos? 
- Esses não pertenciam a você, 
eram das circunstâncias.

- Então são meus amigos, 
meus familiares? 
- Sinto muito, 
eles nunca pertenceram a você, 
eles eram do caminho. 
- Minha mulher e meus filhos? 
- Eles nunca lhe pertenceram, 
eram de seu coração.

- É o meu corpo. 
- Nunca foi seu, 
ele era do pó.

- Então é a minha alma. 
- Não!
Essa é minha.

Então, 
o homem cheio de medo, 
tomou a maleta de Deus 
e ao abri-la se deu conta 
de que estava vazia...
Com uma lágrima de 
desamparo brotando em 
seus olhos, 
o homem disse: 
- Nunca tive nada?

- É assim, 
cada um dos momentos 
que você viveu foram seus. 
A vida é só um momento... 
Um momento só seu! 
Por isso, 
enquanto estiver no tempo, 
desfrute-o em sua totalidade.

Que nada do que você 
acredita que lhe 
pertence o detenha...

Viva o agora!
Viva sua vida!

E não se esqueça de SER FELIZ, 
é o único que realmente vale a pena! 
As coisas materiais e todo 
o resto pelo que você luta fica aqui.

VOCÊ NÃO LEVA NADA!

TEXTO DE: Procura-se 
Fineza nos informar através do e-mail: 
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 20 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

AGORA

Pare por um instante e
acalme seus pensamentos.
Esqueça suas ansiedades
e dê uma olhada
ao redor de você.
O que você vê?

Você vê um mundo
repleto de beleza.
Você vê uma vida
cheia de possibilidades.
Você vê sonhos nascendo,
sendo criados e
sendo atingidos.

Sim, há desafios.
Sim, há tristeza.
Sim, há violência e ódio.
Mas, mais do que isto,
há amor, há bondade,
há alegria...

O futuro é incerto.
E isso significa que não
há nenhum limite
em quão belo e feliz você
pode fazê-lo.

Mas tudo o que você
tem é somente o AGORA.
E AGORA é exatamente
como deveria ser.
É seu tempo de viver.
Pense como a vida é preciosa.
E como verdadeiramente
abençoado você é por
a estar vivendo.

Agora,
qualquer ansiedade
que tenha sobre o futuro
é somente ilusão.
Esqueça todas elas.
Faça com que elas
sejam apagadas enquanto
a beleza e perfeição do AGORA
se estendem sobre você.

A melhor coisa que você pode
fazer para o futuro
é viver com tudo que você
tem no presente.

AGORA você pode exercer
uma força realmente
positiva e duradoura no
mundo ao seu redor.

Como fazer isso?
Seguindo o seu coração...
Sendo o que realmente você é.
Você pode ter vagado pra longe.
AGORA é o momento
de retornar ao lar.

Você sabe em seu coração
que está aqui por uma razão.
A dor que você
sente é este propósito,
esta razão de viver,
que constantemente
luta para se libertar.

Quando isto acontecer,
você estará mais vivo
do que jamais pudesse ter
imaginado.
Inspire a beleza ao seu redor,
a beleza e riqueza
de estar vivo.

É sua graça. É sua fortuna.
É sua bênção.
E é seu viver,
experimentar, cumprir.

AGORA!

TEXTO DE: Ralph Marston
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 19 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 15 de novembro de 2014

Palavras e Silêncio

Há algumas coisas
que são lindas demais para
serem descritas por palavras.
É necessário admirá-las
em silêncio para apreciá-las
em toda a sua plenitude.

As grandes falas servem,
freqüentemente,
para confundir ou doutrinar.

As vezes,
o silêncio é mais
esclarecedor que um fluxo
de palavras.
Olhe para uma mãe diante
do seu filho no berço.
Ele consegue muito bem tudo
o que quer sem
dizer nenhuma palavra.

Na realidade,
as palavras devem ser a
embalagem dos pensamentos.
Não adianta fazer longos
discursos para expressar os
sentimentos de seu coração.
Um olhar diz muito mais que
um jorro de palavras.

Creio que,
em sua grande sabedoria,
a natureza nos deu apenas
uma língua e dois ouvidos
para escutarmos mais e
falarmos menos.

Se as palavras não são
mais bonitas do que o silêncio,
então é preferível não
dizer nada.
Quanto mais o coração é
grande e generoso menos
úteis são as palavras.

É necessário lembrar do
provérbio dos filósofos:
as verdadeiras palavras
não são sempre bonitas e as
palavras bonitas nem
sempre são verdades.

As grandes mentes
fazem com que,
em poucas palavras,
muitas coisas sejam ouvidas.
As mentes pequenas
acham que têm,
pelo contrário,
a concessão para falar
e não dizer nada.

Poucas palavras são
necessárias para expressar
“eu gosto de você.”
Portanto,
todas as outras que
poderiam ser ditas são
supérfluas...

...e não são palavras curtas
e fáceis de serem ditas.
São aquelas que causam as
 maiores conseqüências.

São necessários apenas
dois anos para que o ser
humano aprenda a falar e
toda uma vida para que ele
aprenda a ficar em
silêncio.

Ser comedido
com as palavras é uma
prova de profunda
sabedoria.

Saber ouvir também.

AUTORIA: Florian Bernard
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 16 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A LIÇÃO DO CAVALO

Conta-se que um fazendeiro,
dono de excelentes cavalos d
e muita valia,
nos trabalhos de sua
propriedade rural,
recebeu um dia a notícia
de que o preferido dele,
um alazão forte e muito bonito,
havia caído num poço
abandonado.

O capataz que lhe trouxe
a má notícia estava
desolado porque o poço
era muito fundo e pouco
largo e não havia como
tirar o animal de lá,
apesar de todos os esforços
dos peões da fazenda.

O fazendeiro foi até o local,
tomou tento da situação
e concordou com seu capataz:
não havia mais o que fazer,
embora o animal não estivesse
machucado!

Não achou que valia
a pena resgatá-lo,
ia ser demorado e custaria
muito dinheiro.

Já que está no buraco
- disse ao capataz -
você acabe de enterrá-lo,
jogando terra em cima dele.
Virou as costas,
preocupado com seus negócios,
e os peões de imediato
começaram a cumprir
a sua ordem.
Cinco homens,
sob o comando do capataz,
 atiravam terra dentro do buraco,
em cima do cavalo.

A cada pazada,
o alazão se sacudia todo
e a terra ia-se depositando
no fundo do poço seco.
Os homens ficaram admirados
com a esperteza do animal:
a terra ia enchendo o poço e
o cavalo subindo em
cima dela!

Não demorou muito
e o animal já estava com
a cabeça aparecendo
na saída do poço;
mais algumas pazadas
de terra e ele saltou fora,
sacudindo-se e relinchando,
feliz!

MORAL DA HISTÓRIA

Não aceite a terra
que jogam sobre você
os que querem enterrá-lo
em vida;
reaja com confiança,
mexa-se,
procure o seu espaço,
suba sobre essa terra e
aproveite para subir
cada vez mais,
agradecendo os que,
pensando feri-lo,
estão lhe dando a
oportunidade de crescer
material e espiritualmente.

Quando pensarem que você
"já era",
a sua vitória será ainda
mais espetacular .

Arrisque! Viver É arriscar.
O homem que vai mais
 longe é o que,
em geral,
está disposto a fazer
e a arriscar.

TEXTO DE: Procura-se
Fieza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
*  *  *  *  *
Enviada por Márcia Oliveira
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Derramando Pétalas

Dirijam vossas vidas,
seja nas tristezas,
seja nas alegrias,
sempre derramando pétalas,
assim como as flores.

As flores, seja dia,
seja noite, haja chuva,
haja sol,
enviam para o ar que
respiramos todo o perfume
que contém,
lembrando aos homens
que a vida perfumada
segue mais além.

Espalhemos nossas
essências de amor,
perfumando a vida
daqueles que nem sequer
sabem admirar uma flor,
ou nunca pararam para
apreciar a beleza gratuita
feita pelo nosso
Pai com amor,
para que os homens se
inspirassem na simplicidade
e beleza de uma
simples flor.

Se colhida e dedicada
a alguém significa amor.

Sejamos apenas
simplesmente uma flor,
atuemos em estado
de graça,
espalhemos beleza
onde existe tristeza,
colhamos as dores alheias
e nos transformemos
em buquê de flores,
para oferecermos o
 nosso amor a todos,
com a mesma graça
beleza e cor.

Apenas uma flor.
O exemplo da flor bastará
para uma transformação
de muito amor.

Não importa,
jasmim, rosa, cravo,
lírio, orquídea,
não importa a flor,
o importante é que
espalhemos as pétalas
de nosso amor.

Sejamos Flor.
Sejamos Amor.

TEXTO DE: Cora Maria
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 14 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

As Atitudes Tudo ou Nada

Percebo que as pessoas 
que decidem 
transformar sua vida 
desenvolvem um tipo 
especial de atitude.

Elas se empenham em 
cada ação como se a vida 
inteira dependesse 
desse esforço.

Elas vêem a construção 
do futuro como a única 
forma de viver 
como fazem os oficiais 
com seus soldados 
em situações 
desfavoráveis de batalha.

Em outras palavras, 
decidem queimar as pontes 
que permitem retroceder.

Nessas decisões radicais, 
é importante assumir, 
também, 
um comportamento 
radical. 

Nos grupos de Alcoólicos 
Anônimos fala-se muito 
sobre o perigo de tomar 
um único copo de bebida, 
pois a decisão de parar 
de beber tem que vir 
acompanhada de uma 
atitude do tipo tudo 
ou nada.

Uma pessoa dependente 
dos pais que resolve 
morar sozinha 
não pode mais chegar 
atrasada ao emprego 
porque perdeu a hora. 
Terá, pelo menos, 
de comprar um 
despertador eficaz 
porque não 
haverá ninguém para 
acordá-la toda 
manhã. 

Um empresário que está 
à beira da falência 
não pode continuar gastando 
sem nenhum controle. 
A decisão de partir para 
o tudo ou nada 
é somente o primeiro passo. 
Depois da decisão, 
precisa haver atitude. 

Há pessoas que se casam, 
mas querem levar 
a vida de solteiras. 
Resultado: 
o casamento fracassa. 

Há pessoas que decidem 
ter filhos, 
mas querem continuar 
a viver como se os filhos 
não existissem. 
Resultado, 
teremos crianças órfãs 
de pais vivos. 

Lembre-se, 
há dois tipos de atitudes: 
as atitudes tudo ou nada 
e as atitudes mais 
ou menos. 

Uma atitude mais ou 
menos sempre leva a 
um resultado medíocre. 
É importante entender 
com toda clareza que, 
durante um processo 
de transformação radical, 
a atitude de fazer um 
pouco de cada vez 
nos trará resultados muito 
parecidos aos que teríamos 
se não fizéssemos nada. 

Quem quer fazer uma 
revolução na vida 
precisa tomar uma 
atitude radical. 
E, quando se toma 
uma decisão radical, 
é preciso continuar 
caminhando pela estrada 
que escolhemos com 
comprometimento, 
determinação e fé. 

Nossas atitudes devem 
ter a mesma intensidade 
das decisões que tomamos. 
Uma atitude tudo ou nada 
é mergulhar em um 
novo amor como se sua 
respiração dependesse 
da respiração do seu 
companheiro. 
É sair da casa dos pais 
e cuidar de suas 
responsabilidades 
como se houvesse apenas 
você no mundo 
para pagar suas contas. 
É aprender uma nova profissão 
como se sua vida dependesse 
dessa empreitada. 
É abraçar o novo emprego 
como se essa fosse 
a última oportunidade 
de sua vida. 
Porque é preciso correr atrás 
de nossos objetivos 
com a determinação de 
um faminto que anseia por 
um prato de comida. 
Buscar a água como um 
homem perdido no deserto. 

Dançar a música da vida 
como se seu corpo e 
sua alma fossem 
os instrumentos dessa música! 
Afinal, 
se você romper 
as grades da gaiola, 
mas não bater as 
asas para valer, 
jamais poderá voar 
de verdade!

TEXTO DE: Roberto Shinyashiki
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 13 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

A Travessia do Caminho

Impossível atravessar a vida...
Sem que um trabalho saia mal feito, Sem que
uma amizade cause decepção,
Sem padecer com alguma doença.

Impossível atravessar a vida...
Sem que um amor nos abandone,
Sem perder um ente querido,
Sem se enganar em um negócio.
Esse  é o custo  de viver.

O importante  não é o que acontece,
mas,  como você reage.
Você cresce...
Quando não perde a esperança,
nem diminui a vontade,
nem perde a fé.
Quando aceita a realidade e tem
orgulho de vivê-la.
Você cresce...

Quando aceita seu destino,
e mesmo assim,
tem garra para mudá-lo.
Quando aceita o que ficou para trás,
construindo o que tem
pela frente e planejando
o que está por vir.
Cresce quando se supera,
se valoriza e sabe dar frutos.

Cresce quando abre caminho,
assimila experiências...
E semeia raízes.
Cresce quando se impõe
metas sem se importar
com comentários,
nem julgamentos...
Cresce quando dá exemplos,
sem se importar com o desdém,
quando você cumpre
com seu trabalho.
 Cresce quando é forte de caráter,
sustentado por sua formação,
sensível por temperamento...

E humano  por natureza!
Cresce quando enfrenta o inverno
mesmo que perca as folhas,
Cresce quando colhe flores
mesmo que tenham espinhos.
Cresce quando marca o caminho
mesmo que se levante o pó.
Cresce quando é capaz de lidar
com resíduos de ilusões,
Cresce quando é capaz de
perfumar-se com flores...
E elevar-se por amor!
Cresce ajudando a seus
semelhantes,
conhecendo a si mesmo
e dando à vida mais
do que recebe.

E assim se cresce.

AUTORIA: Susana Carizza
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

domingo, 9 de novembro de 2014

Tudo passa nessa vida

Nesta vida tudo passa.
As pessoas passam por
nossas vidas e nós
passamos pela vida delas.
O que é bom e o que é
ruim também passa.
Até a própria vida passa.
Nada é eterno.

Nós estamos aqui de passagem,
e mesmo que não acreditamos nisso,
mesmo que queiramos
agredir todas as leis da natureza,
não ficaremos para sementes.

Quando chegar a hora da partida,
simplesmente partiremos
e de nada vai adiantar
chorar,
reclamar ou rezar.

Devemos contribuir
para a felicidade dos que
nos cercam,
porque isso nos faz
felizes também.
Devemos sonhar sempre,
pois os sonhos nos
mantêm vivos.

Devemos tratar com
mais amor as pessoas
que passam pela nossa vida e,
também devemos nos
amar mais.

De nada adianta nos
apegarmos às coisas terrenas,
pois nada levaremos daqui,
a não ser a saudade
dos que nos quiseram bem.

Faça de tudo para viver
em harmonia com os outros,
com o universo e com
você mesmo.
Analise seu modo de
viver e perceba quantas
pessoas sentiram realmente
sua falta se você tivesse
que partir agora…

Seja importante para si…
E para outros….
Independente do que for….
Mas … Seja você mesmo!

AUTORIA: Procura-se.
Fineza nos
informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 11 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Vaidade, inimiga da Humildade

Antes de fazer qualquer
pedido para o Universo,
ou para os santos de sua devoção,
Deus, Krishna, Buda,
ou qualquer nome que
sua fé se incline,
peça para matar a sua
VAIDADE.

"Atentei para todas
as obras que se fazem
debaixo do sol,
e eis que tudo era vaidade
e aflição de espírito."
- Eclesiastes 1:14 -

Nada traz mais sofrimento
que a vaidade.
Porque ela coloca em
nós a falsa certeza de
que somos melhores,
ou maiores que essa ou
aquela pessoa,
esse ou aquele grupo.
E quando a realidade chega,
e somos ignorados,
nos colocamos no papel
de vítima,
e muitos não resistem
e caem.

Vaidade é olhar o mundo
com olhos superiores.
Acreditar que o que se
acredita é a verdade.
A Vaidade é inimiga
declarada da Humildade.

Por isso,
quando tiver absoluta
certeza de que está certo(a),
questione-se mais uma vez,
tenha coragem de perguntar,
de pedir opiniões de pessoas
que tenham uma bagagem.
Assim fazia Jesus,
ao subir o monte para orar.
Assim fazia Buda,
que os vinte e nove anos,
resolveu deixar sua família e
seu palácio para buscar
 a solução para o que lhe afligia:
o sofrimento humano.

Faça assim também:
mate a vaidade,
abuse da humildade,
afaste o sofrimento da
sua vida buscando
 a simplicidade de ser
exatamente que você é.

A Felicidade está em
reconhecer nossas dificuldades,
aprender com quem sabe
e ensinar o pouco que
 já aprendemos.
O resto é vaidade,
e tem sempre pouca
utilidade.

AUTORIA: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 09 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A Parte Que Nos Cabe

Quando Jesus nos orientou
sobre a ideia de que nossa
mão direita não deve saber o
que faz a esquerda,
pretendia ensinar-nos que
não deveríamos fazer publicidade
do bem que praticamos.

Afinal,
quando fazemos algo
de bom a motivação por tal
atitude não deve ser o orgulho
ou o desejo de que sejamos
notados ou reconhecidos
publicamente por isso.

Essa prática deve ser
estimulada pela consciência
de que podemos e devemos
fazer algo pelos outros.

Mas o que fazer?

Muitas pessoas lamentam
não poder fazer todo
o bem que desejariam por
falta de recursos materiais
para tanto.

Porém,
há muito a ser feito
que dispensa a aplicação
de grande soma de
recursos financeiros.

Se você não tem disponibilidade
econômica para auxiliar
os menos favorecidos na vida,
quem sabe pode doar seu
tempo em prol deles.

Embora não haja muita
divulgação na mídia a respeito,
sabemos que existem muitos
grupos organizados desenvolvendo
diversos trabalhos
voluntários.

Há grupos de senhoras
que semanalmente costuram
retalhos que arrecadam para
fazer cobertores para
famílias carentes.

Há aqueles que ensinam
o que sabem para aqueles
que não tiveram
as mesmas oportunidades,
desenvolvendo potenciais
adormecidos,
descortinando-lhes,
assim,
novos horizontes.

Isso é promoção humana.

Grupos de voluntários se dispõem
a ensinar informática em
núcleos carentes a fim de iniciar
em tais conhecimentos pessoas
que jamais teriam acesso a esses
recursos pelos meios usuais.

Há professores de música
formando corais e dando
as primeiras noções
sobre esta arte,
para crianças que vivem
em favelas em situações
de miséria.

Há profissionais de saúde
que se organizam
e oferecem seu tempo,
atendendo gratuitamente em
consultórios comunitários,
instalados em bairros de
extrema pobreza.

Há ainda,
aqueles que assumem auxiliar
uma criança,
ou uma família,
oferecendo-lhes o apoio que
lhes seja possível,
sem nada receber
em troca.

Existem inúmeros
"bons samaritanos"
anônimos espalhados
pelo mundo.

São pessoas que oferecem
aos irmãos que sofrem,
não apenas bens materiais,
mas coisas muito mais valiosas:
tempo e dedicação.

Se você realmente deseja
construir um mundo melhor,
faça a sua parte para isso.
Há tanto a ser feito.
Tantos são os que sofrem.

Muitos idosos aguardam
por anos a fio,
em asilos,
a visita de alguém
que se disponha a
ouvi-los.

Muitas crianças necessitam
da orientação segura de
alguém que possa ensiná-las e
 guiá-las por meio de exemplos
nobres e dignos.

Muitas são as pessoas que
não tiveram chances de
aprender um ofício ou mesmo
a ler e a escrever,
esperando por uma
oportunidade nesse sentido.

...............

Temos em nossas mãos tantos
talentos e tantos recursos
corroídos pela ociosidade
e pelo egoísmo.

Quantas horas mal utilizadas
passadas diante da TV
sem nada se fazer?

Quantos finais de semana
passados dentro de carros
de um lado para o outro,
sem que se vá efetivamente
a lugar algum?

Quanta vida passando
sem que se faça nada de útil
e proveitoso com ela?

Não há motivo,
nem sentido,
retardar nossa ação
efetiva no bem.

Façamos,
a partir de agora,
a nossa parte,
seja ela qual for.

TEXTO DE:
Equipe de Redação do Momento Espírita,
com base no capítulo XIII de
O Evangelho segundo o Espiritismo,
de Allan Kardec.
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 08 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

Da previsão do futuro e o amor que vai chegar

Eu não quero saber da
previsão do futuro.
Não me importa saber
antecipadamente os caminhos
que terei que percorrer,
nem das alegrias,
que quero viver uma a uma,
nem das tristezas,
que terei que superar.
E por favor,
nem venha me falar do amor
que vai chegar.
Não quero saber quem
eu vou amar.
Quero apenas ter essa certeza
de que sou capaz de amar,
de me apaixonar mais de uma vez.
E assim, nessa confiança,
ter forças para superar
os amores frustrados e as
dores da desilusão.

Não quero saber do
meu futuro não.
Quero ter essa alegria de saber
que eu construo o amanhã.
Que sou capaz de colocar
tijolos do presente,
para isolar as coisas
ruins do passado,
ou construir uma parede
e pendurar fotos das coisas
boas vividas.

Pra que saber do futuro se
o presente é o que
nos basta?
Preocupar com esse minuto,
com essa decisão que nos cabe,
isso sim faz a diferença,
faz um futuro melhor.
O resto é jogo de adivinhação,
apostas de cegos.
Prefira o agora,
drible o passado,
e do futuro queira apenas
que ele chegue.
O resto é resto
 e o tempo não para,
 aproveite-o bem.

Viva o agora.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Quando as portas se fecham

Algumas vezes
na vida temos que enfrentar
esse tipo de desafio.
As portas se fecham e
nada dá certo.

Normalmente,
parece que é um aprendizado
que não vem sozinho.

As portas se fecham na vida íntima,
no trabalho e às vezes até na família.
Claro que cada pessoa enfrenta essa
prisão de uma forma e,
com certeza,
o pior jeito de viver esse momento
é se deprimindo.

O que quase
sempre acontece porque
ficamos tão tristes que nada dá certo
e nos afundamos na depressão.

A depressão é um grande mal,
porque perdemos o contato
com o nosso foco de luz.

Quando nos deprimimos,
brigamos com nós mesmos,
uma briga sem
vitorioso e sem superação.
Ficamos com ódio da vida
e deixamos de nos dar estímulo
para a caminhada.

E o que fazer se não podemos
contar conosco?

Sei que ser
amigo de você mesmo
num momento complicado
onde nada dá certo não é fácil.

Porque muitas vezes nos
achamos culpados das derrotas,
nos vemos como pessoas ruins,
defasadas, burras, e sem luz.
E não somos nada disso.

Cada um de nós tem o seu brilho,
as suas virtudes, porém,
quando estamos
num momento de quebra,
nada disso vem para fora.
Aí a solução
é continuar caminhando,
continuar acreditando
em dias melhores,
em mudanças.

Se as portas se
fecharam no seu caminho,
mude a rota.
Mude seu jeito de ser.
Faça cursos,
comece um trabalho voluntário,
faça caminhadas,
deixe o ar entrar em seus pulmões
e renovar sua energia.

Não podemos agir como crianças
mimadas quando recebemos um não.

O que fazer quando já sabemos
que não adianta colocar
a culpa no outro?
Sim,
porque muitas vezes as pessoas
não são culpadas das coisas ruins
que nos acontecem.

E quando percebemos que somos
nós os responsáveis por
questões difíceis também não adianta
em nada nos crucificar.

Erramos por ignorância de uma
atitude adequada,
erramos porque não soubemos fazer
melhor e paciência...

Agora é tocar para frente.

O passado não volta.
Aquilo que
você fez está feito e por
isso mesmo é perfeito.

O que podemos
mudar é daqui para frente
e principalmente dentro de nós.

Quando as
portas se fecham estamos
enfrentando também uma
quebra do ego,
uma revolução interna que serve
para nos mostrar um
outro caminho.

Quando nada
dá certo em nossa vida,
precisamos com urgência mudar
nossa visão do mundo,
transformar a forma de pensar
com muita coragem e luz.

Muita energia
positiva para você!

Deus te abençôe!

TEXTO: Maria Silvia Orlovas
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 06 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Críticas

Como você reage às críticas ?
Elas põem você para baixo ?
Muitas pessoas estão
ansiosas para reclamar
e criticar só porque tem
um prazer perverso em colocar
os outros para baixo.
Você realmente quer que estas
pessoas controlem a maneira
como você se vê ?

Muitas críticas são úteis
e podem nos ajudar a mudar
de maneira positiva.
Imagine como seria difícil
melhorar se nunca
recebêssemos feedback.
Mas uma crítica é apenas
a opinião de uma pessoa.
Se você deixa
as críticas moldarem o
modo como pensa sobre
si mesmo,
então sua felicidade está
à mercê dos outros.

Quando alguém criticá-lo,
procure objetivamente por
algo positivo e útil no que
está sendo dito.
Então descarte o resto.
Isso não precisa deprimi-lo.
Quando você vive com
paixão e propósito,
esforçando-se de maneira
sincera para fazer o melhor
que consegue,
será que a opinião dos
outros é tão importante assim ?
Pensamentos negativos de
outras pessoas,
particularmente os sem
fundamento,
não valem o esforço da
preocupação que causam.

Existem muitas pessoas
a quem você nunca vai agradar.
Isso é problemas delas - não seu.
Aprenda o que puder com
seus críticos.
Depois,
avance com confiança
e determinação.

Um forte abraço!

FONTE: http://www.rivalcir.com.br/mensagemparavoce/
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 05 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

domingo, 2 de novembro de 2014

Se não gostamos...

As vezes,
o rosto que vemos no espelho,
não o reconhecemos.
O sorriso amarelo que damos,
não nos pertence,
a ironia que fere quem amamos,
não vive com a gente,
o mau-humor que irrita
o nosso fígado,
não é nosso.
Somos imãs que atraímos
diferentes energias,
somos retratos mutantes da
situação que provocamos.
Por isso, não se espante se a
alegria fugir de você,
se os amigos sumirem assim,
de repente...

Pois eu garanto:
"há dias em que nem nós
mesmos nos suportamos!"
Prova inequívoca de que ainda
não nos amamos o suficiente.
Não gostamos do que vemos em nós
e pouco fazemos para mudar.
Primeiro,
baixe a bola da ilusão,
pratique a humildade.
Perdoe-se de tudo,
e foque-se no presente.
É o hoje o dia,
o momento é esse,
perfeito para mudar.

Se quer abandonar um vício,
comece agora,
não se preocupe com a
próxima meia-hora.
Se quer deixar de sofrer,
encha-se de esperança,
abra um "sorrisão",
daqueles meio-bobo,
quase criança,
e deixe-se embalar pela música
que vem do "Mais Alto",
anjos tocam uma sinfonia
de reconhecimento,
pois de Deus,
você é o mais novo rebento,
aquele que descobre em si mesmo,
possibilidades infinitas,
de ser, crescer, trabalhar,
conquistar e amar.
Pois sem amor,
a vida é doce sem sabor,
é pé de moleque dietético.

Descubra-se!
Renove-se!

Ame aqueles que te amam.
Perdoe aqueles que
não te suportam.
Viva a certeza de que em você,
o universo faz morada,
e tudo é possível ainda hoje,
na próxima meia-hora,
porque agora,
você acredita em você,
o resto, é resto.
Seja Feliz!

Eu acredito em você

AUTORIA: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 1 de novembro de 2014

Luto

Ninguém parte na véspera.
Todos nós temos
o momento
certo para seguir
mais adiante.

Sei que às vezes,
a morte não parece justa,
contudo,
neste mundo que vivemos,
de caminhos intrincados,
tudo acaba seguindo
para um único
e determinado ponto.

Com certeza não
saberemos o por que,
é o momento de chorar,
de sentir saudade,
 de lembrar o que foi dito
 e o que não foi dito,
contudo,
não podemos esquecer
de continuar,
 pois,
como aqueles que partiram,
um dia chegará a nossa
vez de embarcar.

Também deixaremos
muitas pessoas com saudade,
pois como
todos seres humanos,
somos importantes uns
para os outros,
no entanto,
às vezes,
infelizmente esquecemos
de dar o valor
devido aos fatos que
nos envolve,
até o momento de partir,
onde o regresso é apenas
uma lacuna possibilidade,
por fim...

O luto de perder alguém
é mais uma saudade,
um momento de estar
mais próximo,
de falar o que se deve
 ou calar o que não
deve dizer.

AUTORIA: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 02 de Novembro de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.