quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

APASCENTA AS MINHAS OVELHAS

Leitura:
João 21:15-17 -

Amas-me?...
Apascenta as Minhas ovelhas.
- João 21:17 -

Antes de Jesus deixar a terra,
Ele instruiu Simão Pedro para que
cuidasse do objeto mais querido do
Seu amor - as Suas ovelhas.

Como poderia alguém
cuidar delas como Jesus cuidou?
Só mesmo por amor a Ele.
Não há outra maneira.

Três vezes Jesus perguntou a Pedro:
"Amas-me?"
Pedro respondeu:
"Sim, Senhor,
Tu sabes que eu Te amo."

A cada vez,
Jesus respondeu:
"Apascenta as minhas ovelhas."

Ignorava Jesus o amor de Pedro?
Claro que não.
A Sua pergunta triplicada não
era para Ele próprio,
mas para Pedro.

Ele fez essa pergunta para sublinhar
a verdade essencial de que só o amor
a Cristo manteria Pedro no trabalho
que tinha pela frente
- aquele árduo trabalho de cuidar das almas das pessoas -
talvez o mais árduo de todos os trabalhos.

Jesus não perguntou a Pedro se ele
amava as Suas ovelhas,
mas se O amava a Ele.

A afeição pelo o povo de Deus,
em si, não nos manterá.

As Suas ovelhas podem ser insensíveis,
não serem apreciativas,
e serem asperamente críticas relativamente
aos nossos esforços para
as amarmos e servirmos.
Acabaríamos por nos sentir desencorajados
e derrotados.

O "amor de Cristo"
- o nosso amor por Ele -
é a única motivação suficiente que nos
permitirá permanecer na rota,
e continuar a apascentar o rebanho de Deus.

Assim Jesus pergunta-me a mim e a ti:
"Amas-Me? Apascenta as Minha ovelhas."

É O AMOR A CRISTO QUE NOS
CAPACITA A AMAR OS SEUS FILHOS.

TEXTO: David Roper
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 03 de Janeiro de 2.009.

Nenhum comentário: