sábado, 27 de junho de 2009

Do outro lado da cerca

Há quanto tempo você está esperando
a resposta de Deus para alguma coisa?

Ele ainda não respondeu e você
se diz que é só ter paciência?

Ou então você já perdeu a mesma,
se dizendo que Deus te abandonou?

Ah, Deus nunca nos abandona!!!

Ele nos deu uma vida,
uma personalidade,
uma alma e deseja que sejamos pessoas
ricas em possibilidades.

Habite numa casa que te foi oferecida
e em uma que você construiu,
tijolo por tijolo,
com suas próprias mãos e você vai
sentir uma grande diferença.

Cada vitória que você
alcança na história da sua vida,
sua família, seus amigos,
levará para sempre um pouco de você.

Você se orgulha quando seu filho começa
a dar os primeiros passos,
a dizer as primeiras palavras ou quando
faz algo interessante pela primeira vez?

E depois, quando grande,
torna-se uma pessoa boa,
madura e com condições de
tocar o barco da vida?

Assim é Deus conosco.

Faça, por favor,
um resumo da sua vida,
veja o que fez,
por onde andou e o que viu,
as oportunidades que teve,
as que aproveitou e as que deixou passar.

Muitas e muitas vezes quando pensamos que
Deus não nos respondeu,
a resposta veio há muito,
mas como não era a que esperávamos,
preferimos ignorá-la,
fechar os olhos e continuar esperando.

Há uma casa perto daqui que deve
estar lá há muitos anos.
Mas nunca tinha visto e um dia me surpreendi,
como se ela tivesse aparecido de
uma hora para outra.

Certamente ela não foi plantada lá
da noite para o dia,
o que acontecia era que tinha
uma grande cerca na frente que
encobria completamente a visão.

Talvez com um pouquinho de tempo
e olhos mais atentos,
eu pudesse tê-la percebido antes.
Mas a cerca estava lá e eu só via a cerca.

Assim é com Deus,
com as coisas que pedimos,
com as respostas que esperamos.

Vemos o que está bem mais próximo
e deixamos de olhar além,
nos esquecemos dos detalhes,
porque não foi colocado à nossa frente,
de maneira clara e visível o que queríamos.

Vemos os tijolos,
mas nos esquecemos de colocá-los
um em cima do outro,
sempre esperando e esperando
que nossos sonhos se construam.

Deus não trabalha à nossa maneira,
nem ao nosso ritmo e nem
sob nosso querer.

Ele possui também seus
detalhes e deseja que aprendamos
a trabalhar com nossas mãos,
que aprendamos a tirar a venda dos olhos,
que abramos nosso coração.

Ele nos ajuda,
mas com nossa ajuda,
nosso esforço,
nossa parte de responsabilidade.

Dobrar os joelhos num quarto
fechado é muito bom,
mas laborar um campo que precisa
de cultura é igualmente precioso.

Se Deus não mandou a chuva que você pediu,
te deu forças nos braços para trabalhar
e se alegrará por você que verá
o fruto do próprio trabalho.

Trabalhe a terra, semeie,
plante, espere a chuva...
mas se ela não vier,
regue você mesmo.
E regue quantas vezes for necessário.

Há certamente do outro
lado da cerca uma bela casa,
com um lindo jardim,
mas você nunca vai saber se não
chegar perto o bastante,
se a cerca não for tirada,
se não aprender a olhar a vida
com os olhos do coração.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 27 de Junho de 2.009.

Nenhum comentário: