segunda-feira, 15 de junho de 2009

A força do homem

Das coisas que o homem tem aprendido
e passado ao seu semelhante,
há uma mentira vestida de verdade que
diz que o homem tudo pode.

Diz-se que o homem é capaz de realizar
tudo o que desejar e sonhar,
que basta ter força de vontade e se
concentrar nos seus desejos.

Não duvido, absolutamente,
do poder do homem em realizar coisas grandiosas.
O próprio progresso testemunha disso.

Não duvido que o homem possa sonhar
e correr atrás dos seus sonhos,
nem que possa escolher caminhos,
grandes caminhos.

Não duvido que ele se construa,
nem que se destrua.

O que eu duvido é que com todo
esse orgulho
possa conduzir a si mesmo
a algum lugar seguro.

Duvido que controle a vida e a morte,
sem que haja permissão de Deus.
A auto-suficiência conduz à destruição,
à solidão, à perda de si.

O eu tem um valor demasiado grande
para os orgulhosos.
E eles comem o pó do próprio orgulho.

Infeliz é o homem que possui o mundo
inteiro e não possui amigos,
aquele que conquista muitas riquezas,
mas é incapaz de salvar a própria alma.

A verdadeira força do homem
não está em si,
no que aprende em leituras e buscas
que o levam somente a valorizar-se,
mas nAquele que o fortalece a cada passo e o
ajuda a conquistar a eternidade.

COMENTÁRIOS DA AUTORA

Se o homem soubesse a força que tem quando
confia em Deus teria vergonha de se olhar no
espelho em busca da própria força.

O eu tem falado tão alto ultimamente
que o homem esquece-se da sua
dependência ao Criador.
O caminhar consigo mesmo e confiar
somente em si pode conduzir a muitos lugares,
menos à cruz de Cristo e ao
plano de salvação.

O orgulho dos homens faz com
que pensem que são bons,
grandes e isso os deixa,
como diria Saint-Exupéry,
inchados, voltados a si,
como cogumelos.

Mas tudo o que somos e tudo o que
temos não é nosso a princípio,
apenas nos foi ofertado.

Se Deus me deu um dom,
esse dom a Ele pertence,
não posso,
de maneira alguma sentir-me orgulhosa de mim.
O que me é dado pode me ser retirado.

É preciso inclinarmos a cabeça muitas
vezes se quisermos nos encontrar com Deus.
Ele está bem mais perto do nosso coração
e da nossa alma que da nossa cabeça.
Ele vê nossas fraquezas e segura nossa mão,
Ele é a força da qual precisamos a cada dia,
a fonte da qual devemos beber,
o maná que deve nos sustentar.
O homem por si poderá
passar por muitos caminhos,
mas jamais conseguirá se salvar.

Não escrevi esse texto inteiramente,
mas penso que precisava amadurecer,
como as frutas que devem
ser colhidas no momento certo.
E o momento certo é sempre
aquele que Deus escolhe.
Espero que apreciem,
pois fala ao meu coração,
é meu regime de vida,
como no versículo:
"Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece."

TEXTO e COMENTÁRIOS: Letícia Thompson

* * * * *

Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 13 de Junho de 2.009.

Nenhum comentário: