terça-feira, 21 de julho de 2009

A vitória

Uma porta estará sempre
aberta para aquele que se
dispõem a trabalhar.

Muitos ficarão de braços
cruzados e reclamando da sorte,
dos anjos ou dos seus deuses
e nada conseguirão.

Muitos estarão pensativos ou de joelhos,
como penitência,
fazendo uma lista de pedidos
e repetindo incansavelmente a
sua lista de desafetos,
de intenções e lamentações
e nada conseguirão.

Existem aqueles que já acordarão
com raiva de outra pessoa,
o fígado ressentido trará
um gosto amargo na boca.

O intestino em descompasso estará
constipado e nem no banheiro o infeliz
terá momentos de paz.

Vai passar um dia inteiro "ligado"
á pessoa que odeia,
e quanto mais quiser esquecer,
mais se lembrará,
até que o perdão venha
libertá-los.
Até lá,
nada conseguirão.

Algumas pessoas vão se esconder nas
"profundezas de um quarto".
Fugindo da vida e das
responsabilidades que ela cobra,
vão assumir uma postura de
"vítimas infelizes do destino".

Sacrificados pelos outros,
sofrendo pelos outros,
machucadas pelos outros.
Não conseguem assumir a sua
parte em qualquer coisa que
seja diferente do que imaginaram,
desconhecem o poder que possuem
de modificar qualquer situação,
e assim como o avestruz,
escondem a cabeça em um buraco,
deixando a vida passar,
e nada conseguirão.

A vida é poderosa instrutora
e severa com aqueles que
não escutam as suas
lições porquê só deseja o melhor
para cada um de nós.

Pobre daqueles que não
aprenderem a lição de valorizar
a sua experiência,
de valorizar o seu cheiro,
a sua coragem,
a sua capacidade de amar.

Insatisfeitos que somos,
procuramos nos comparar
a outras pessoas,
como se cada um de nós fossemos
apenas cópias uns dos outros.

A vida também é
"instrutora amorosa".
Para aqueles que escutam a lição,
trabalham e carregam
a esperança dentro de si,
a vida sorri e distribui as
suas melhores notas.

Se você quer passar de
ano com louvor na escola da vida,
é preciso saber ouvir,
calar e executar.

Descruze os braços e vá
atrás dos seus sonhos.
Não importa o tamanho da pedra
que você vai ter que remover,
importa sim,
o tamanho da sua disposição
para vencer cada um dos obstáculos
que estarão no seu caminho.

Ame,
perdoe e siga em frente,
a luz que você já enxerga
é a sua vitória.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 22 de Julho de 2.009.

Nenhum comentário: