segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

O Tempo não Volta ...

Quantas vezes você estava com
alguém e sua cabeça
não estava ali?

Quantas vezes também,
no momento em que não pôde
senti-la em seus braços,
sentiu sua falta?

Você já parou para pensar
no que machuca mais;
a) Fazer algo e desejar que não tivesse feito, ou
b) Não fazer e desejar que tivesse?

Só você pode decidir.
A responsabilidade é
muito grande.

Você já teve medo de começar
um relacionamento e não ser a hora,
ou a pessoa certa?

Seu coração não
escolhe quem amar.
Ele faz por conta própria,
quando você menos espera,
ou mesmo quando você não quer.

Quantas vezes você deixou
passar momentos importantes
que não voltam mais?

Não tem aquela música
que você não gosta de ouvir
porque lembra algo que você fez
enquanto ela tocava há
algum tempo atrás?
Ou lembra alguém que você quer
esquecer e não consegue?

Quantas vezes você quis
esquecer uma história ou alguém,
que permaneceu na sua
cabeça por um longo tempo,
que te deixou triste,
e mesmo assim ela não saía?

Você já se
sentiu sozinho mesmo
cercado de um monte
de pessoas?
Ou já beijou alguém que
fez a multidão sumir?

Você já passou um dia sentindo
muitas saudades do que viveu?

Você já viveu uma
situação tão boa e feliz
que até deu medo de
tudo ser muito passageiro?

Alguma vez você sofreu por
alguém e essa pessoa nem
se deu conta disso,
ou simplesmente não fez
nada pra consertar?

Alguma vez você passou
por cima do seu orgulho
pra correr
atrás do que queria?

Quantas vezes uma pessoa
a quem você não dava nada,
foi a primeira a te ajudar?

Quantas vezes aquela que
você mais esperava gratidão,
te deu as costas e te decepcionou
sem você nunca saber o porquê?

Você já se achou bobo,
ridículo,
por insistir em algo que
não valia a pena?

Teve algum dia que você acabou
ficando com alguém
apenas para não ficar sozinho?

Você já passou por um dia
em que tudo deu errado,
mas no final aconteceu
algo maravilhoso?

E também já aconteceu algo
em que tudo deu certo,
exceto pelo final que estragou
o que parecia perfeito?

Você já chorou porque
lembrou de alguém que
amava e não pode viver
intensamente isso com
essa pessoa?

Você já re-encontrou um
grande amor do passado e
viu que ele mudou e que tudo
também faz outro sentido
pra você?

Para essas perguntas
existem muitas respostas.
Mas o importante sobre elas
não é a resposta em si,
e sim o que sentimos em cada
uma dessas situações.

O sentimento e as lembranças
que ficam de cada história.

Todos nós erramos...
Julgamos mal...
Somos bons e somos cruéis...
Amamos...
Sofremos...

Tivemos momentos alegres
e outros às vezes mais tristes.
E todos,
um dia não tiveram coragem ou ousadia
- e hoje se arrependem
- ou se arrependerão ou não.

Vocês todos já fizeram uma
coisa quando o coração mandava
fazer outra?

Então qual a moral disso tudo?
Vá à luta! .
Antes que seja tarde,
siga.

Não continue pensando nas
suas fraquezas e erros.

Quem manda na nossa
vida somos nós.

A única pessoa que pode
mudar você é você mesma.
Os outros são
meros coadjuvantes.
Persiga a sua felicidade.

Daqui por diante faça
um acordo consigo mesmo,
e lute bravamente contra
os velhos paradigmas!
Não abaixe a cabeça!

Não deite com mágoas
no coração e dúvidas na razão.
Não durma sem ao menos
fazer uma pessoa feliz,
e comece com você mesmo!

E,
por mais que sinta
falta das pessoas que passaram
pela sua vida,
lembre-se:
Se foram embora porque quiseram,
mesmo sendo pessoas especiais,
não mereceram seu carinho
– sua dedicação
– seu amor
– sua ternura
– sua meiguice,
apenas passaram pela sua vida,
como uma nuvem.

Coloque na sua cabeça,
que você não mereceu aquela pessoa .
Façam tudo hoje, pois,
a única coisa que deixará aqui,
será a lembrança das coisas boas
e ótimas que fez!

O amanhã é incerto demais.
Só vivemos uma vez e
temos um tempo muito curto
para colher os
louros de uma felicidade
que não sabemos onde está.

Quando aparecer uma oportunidade,
segure-a,
pois,

O TEMPO NÃO VOLTA!
. . . . .
OBS.:
Procuramos a autoria
do texto acima e não encontramos.
Gostaríamos de dar os créditos
merecidos a quem o escreveu.
Se você é o autor(a)
do mesmo ou sabe quem é,
fineza nos informar através do e-mail: mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Janeiro de 2.010.

Nenhum comentário: