segunda-feira, 3 de maio de 2010

ENCONTRANDO A LUZ NO FIM DO TÚNEL

Momentos de escolha...
Você,
preso a alguma situação do passado,
com dois caminhos na sua frente...
Como saber a resposta?
Simples: deixe a sua alma decidir!

A sua intuição dá um sinal,
passa uma corrente elétrica
pelo corpo e o seu coração
dispara se a opção for correta!

É complicado
quando estamos envolvidos:
quebra de estruturas,
padrões, rotinas...

Toda mudança,
toda transformação
surge do caos.

No início,
vem aquela leve sensação
de que alguma coisa
não se encaixa.
Dali a pouco,
começa a incomodar.
Em seguida,
você não pára de pensar
sobre o problema.
É o caminho do meio:
criatividade em ação.
É a entrega para Deus:
peça a Ele a melhor solução
e esqueça o assunto!

Acorde para a vida,
perceba que o mundo
é maior do que a gente pensa,
descubra que você tudo pode!

Não precisa da permissão
de ninguém,
não deixe que os outros
controlem você!

Você é cem por cento
responsável pela sua vida!

O futuro é construído
a partir das escolhas de "hoje",
portanto decida!

O passado,
como o próprio nome diz,
já aconteceu, não volta mais;
portanto é essencial vivermos
no presente...

E quando o coração
está numa encruzilhada?
Dúvidas mil,
e se a gente resolver errado?
Palavras soltas ao vento...

A alma pede socorro
e o peito parece que
vai explodir!

A vida é feita de experiências,
positivas ou não e não
existe julgamento.
São só vivências para o
nosso autoconhecimento.
Conheça outros caminhos
e não tenha medo,
escolha viver!

Seja generoso com você
e os outros.

Distribua gratidão e
amor incondicional.
Perdoe as pessoas
que o magoaram,
elas são os nossos mestres...

Procure extrair uma lição
a partir dos acontecimentos,
que só nos acrescentam e
nos fazem melhores
como indivíduos.

Perceba o que a outra pessoa
tem que o incomoda tanto.

Lembre-se,
semelhantes se atraem...
Aceite as pessoas como elas são.
O ponto de transformação
é muito particular.
Elas mudam apenas se
quiserem e se estiverem no
momento apropriado.
Caso a história não interesse
para uma das partes,
é hora de partir para
escrever novos eventos...
sem culpas,
mas sempre com carinho.
Sem rancor e sempre
usando o diálogo.

Às vezes,
a nossa alma pede
paz interior.

Neste caso,
um distanciamento é
recomendável para colocar
os pensamentos em dia,
conversar com o eu superior,
ouvir a voz do coração...

Acredite em seu poder pessoal,
ninguém no mundo é igual a você,
nem seu irmão gêmeo.

TEXTO: Mon Liu
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Maio de 2.010.

Um comentário:

Mon disse...

Grata pela oportunidade de compartilhar o programa com o meu texto! Que tenha servido de inspiração para muita gente... Sucesso, Toninho Lima!