segunda-feira, 21 de junho de 2010

Palco da Vida

Apesar dos anos
correrem iguais,
os dias se apresentam
sempre novos.

Novas oportunidades,
novos conhecimentos,
novas amizades,
novos relacionamentos.

Só quem se esconde da vida,
quem foge dela,
pode permanecer parado
diante de tantas mudanças.

Por isso,
não diga que nada acontece.
Não espere pelo ônibus
que não passa,
nem pelo amor que foi
e não voltou.

Não chore
pelo emprego perdido,
nem viva mais
tão iludido.

É tempo de refazer
os passos,
de recomeçar com
novos atos.

Estamos diante do
palco da vida,
e não é preciso decorar
nenhum papel,
é preciso apenas coragem
para sair do lugar,
de secar as
lágrimas do conformismo,
se amar.

É tempo de semear
outras sementes,
de plantar novas árvores.
Florir caminhos
de pedras,
entender o próximo como
a ti mesmo,
ainda que em queda.

É tempo de seguir
a sua intuição,
aquela que não te
deixa esquecer
que você é importante
e precisa viver:
um grande amor,
um grande desafio,
uma nova esperança
a cada dia.

Pois o dia que se
apresenta é um presente,
é oportunidade única
de viver e agradecer.

Segue agora,
sem olhar para trás,
segue contente,
rumo ao infinito das
conquistas que lhe cabe.

Deus te abençoe desde já,
pois é hora de recomeçar.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Junho de 2.010.

Nenhum comentário: