segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ano eleitoral: momento de reflexão

Reflita sobre o ano de 2006:
em quem você votou?
Lembra-se exatamente quais
os candidatos escolhidos para os
cargos de Presidente da
República e Governador?

Muito provavelmente sim.

E para o Poder Legislativo?
Quais foram os seus escolhidos
para os cargos de Deputado Federal,
Deputado Estadual e Senador?

É quase certo que você não se
lembra dessa escolha,
pois mais de 80% dos brasileiros
não sabem a resposta
para essa questão.

Amanhã, 03 de outubro de 2010
o processo se repete,
o que é fundamental num
regime democrático.

Vamos escolher o Presidente da República,
o Governador do Estado,
o Senador e os deputados
federais e estaduais.

O momento é de reflexão.

Chegou a hora de avaliarmos
os mandatos e votarmos.

Esse exercício deve priorizar
a razão e a capacidade de o
eleitor fazer uma análise profunda
de suas necessidades coletivas.

Tente fugir de algumas
armadilhas como:
promessas mirabolantes,
jogadas de marketing eleitoral,
ligação do candidato com questões
pouco úteis à política,
suspeitas e histórias estranhas.

Concentre-se na capacidade de
o candidato transformar em ação
aquilo que é necessário.

Para tanto,
não se esqueça de uma
questão fundamental:
seu voto é uma procuração.
Por meio dele você delega o seu
direito de administrar o patrimônio
público (nosso) aos representantes
que você mais confia.

Dessa forma,
essa relação precisa ser transparente,
e não termina quando você lê
a palavra FIM na urna eletrônica.

Cobre seus escolhidos,
e não se sinta derrotado em eleições.
Se outro político ganhou,
você tem o mesmo direito de fiscalizar,
exigir e reivindicar.

O bjetivo desta mensagem é
despertar em você,
eleitor,
o espírito participativo.

A democracia não exige
apenas a escolha,
mas a ação consciente.

Vamos discutir política sem
a defesa de posições partidárias
e preocupados com o fortalecimento
de nossa democracia.

Bom voto.

Que o seu voto seja capaz de transformar
as dificuldades do povo brasileiro
em políticas públicas condizentes
com nossas demandas.

AUTORIA: Humberto Dantas
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 02 de Outubro de 2.010.

Nenhum comentário: