segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Observando Anjos

Observar anjos sempre
foi meu passatempo predileto.
Basta ter olhos reparadores,
um coração aberto e
uma alma alegre para ser um
bom observador de anjos.
Você tem que estar preparado
para rápidas surpresas,
uma explosão de encanto e
para se encher de amor
quando o fizer.

Os anjos adoram pegá-lo
desprevenido e
lhe encher com maravilhas,
admiração e felicidade.

Os anjos de que
falo não têm auréolas,
mantos e asas
como os que você vê em
pinturas nas galerias de arte.

Os anjos de que falo
são aqueles que se escondem
por trás de rostos
humanos e roupas comuns.

Os anjos de que falo
são aqueles que se disfarçam
como um de nós e vão
por aí compartilhando amor,
espalhando alegria,
aquecendo corações
e edificando almas.

Os anjos de que falo
são aqueles que pegam
um pedacinho do céu
e trazem para a Terra
de modo que o resto de
nós possamos ver
o quão maravilhosa esta
vida pode ser.

Nem sempre é fácil
notar estes anjos,
mas,
quando você se
torna um observador
de anjos por tanto
tempo quanto eu,
começa a percebe os
sinais que distribuem.
Os olhos que brilham com
muita luz e amor são
o primeiro sinal.
O sorriso contagiante é
outro belo sinal.

Os anjos podem sempre
reproduzir a alegria
e o amor de Deus
quando sorriem.
O desejo de ajudar
aos outros é talvez o maior
sinal de todos.

Tendem a aparecer
mais em momentos de
grande necessidade.
Quando uma das
tempestades da vida
causaram muitos estragos,
eu vi muitos anjos lá fora,
ajudando,
doando e cuidando mais
do que eu acreditava
ser possível.

Mantenha
os seus olhos abertos,
então.
Os anjos estão por
toda parte.
Aliás,
se você olhar o
suficientemente perto,
poderá ver um na próxima
vez que você olhar no espelho.

Quando você entende alguém...
verdadeiramente entende alguém...
você pode não só ajudar
mas pode amá-lo.
Portanto...
qualquer um em sua vida...
qualquer um...
pelo qual você sinta menos
do que amor...
você ainda não o entendeu.

Autor Texto: Tradução de Sergio Barros do texto de Mike Dooley
Colaboração Texto: Pilar A. C./Madrid-Espanha
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Janeiro de 2.011.

Nenhum comentário: