segunda-feira, 2 de maio de 2011

De você para você

Muitas e muitas pessoas
gastam suas vidas numa
impressão eterna de passar
pela vida sem viver.

Agrada-se aos pais, irmãos,
amigos, namorado(a),
marido, esposa.

Se as pessoas
que amamos estão felizes,
está tudo bem.

Não!
Não é bem assim!
Se não estamos bem é que
não está tudo bem!
Agradar aos outros,
fazer pelos outros,
dar de si sem contar,
sem esperar de volta o que dizemos
que a vida oferece naturalmente
faz parte da nobreza do
nosso caráter,
mas não deve ser sinal
da nossa fraqueza.

Há alguém que existe além do outro:
nós!

O que Deus nos pede
não é uma vida de renúncias,
como se não mais existíssimos,
não fôssemos importantes,
não tivéssemos,
nós também necessidades que
devem ser preenchidas.

O carinho que damos,
é o mesmo que precisamos.
A atenção que oferecemos,
é a mesma que carecemos.

Amar o outro não é esquecer-se de si,
é simplesmente amá-lo.
E se esse amor exige
de nós a aceitação de coisas que
ferem nossa alma,
é que algo está errado.

Deus não criou pessoas para servirem
e outras para serem servidas.
Ele criou todas as pessoas à sua
imagem e semelhança,
com desejos de dar e receber,
como Ele mesmo.

Ele nos dá um amor incondicional
e nos ofereceu salvação,
mas em troca pede que
estejamos perto dEle.

Como podemos oferecer a felicidade
e paz a alguém se nosso coração
está morrendo?

O amor ao outro não deve
desgastar-nos,
mas completar-nos.

E de você pra você, digo:
Deus não quer migalhas de você,
um ser destruído e com
a impressão de não ter tirado
da vida as melhores coisas.

Deus quer você completo,
pois é somente estando bem
que poderá fazer o bem.

Eu disse e digo uma vez mais:
ame-se!

Ame-se o bastante para
pôr-se de pé,
para erguer a cabeça,
para não aceitar viver uma
vida de resignação
em função de pessoas que
não dão o mínimo valor
ao que você é,
ao que você pode ser.
Ame-se ao ponto de poder
olhar-se no espelho e ficar feliz
com o que vê.

Se isso ainda não acontece,
vire a vida de cabeça pra baixo,
cuide da sua saúde física,
mental e espiritual,
cuide da sua aparência...
coloque um enorme
sorriso no rosto!

Afaste-se do mal,
das armadilhas onde você
inevitavelmente poderá cair,
dos perigos que poderão fazer
com que se perca.

As velhas mágoas matam
muito mais a você
do que a quem te magoou,
porque é você quem as carrega;
aprenda a passar por cima.

Você pode perder muitas
coisas na vida,
mas perderá tudo,
se perder a sua auto-estima,
seu amor-próprio.

Nosso corpo é o templo do
Espírito Santo de Deus.
Que tipo de lar tem você para
oferecer Àquele que te formou?

Viva de forma que aqueles
que estejam perto de você
respirem a paz,
percebam a luz e desejem
estar eternamente na
sua presença.

Deus também possui
esse desejo...

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Maio de 2.011.

Nenhum comentário: