segunda-feira, 16 de maio de 2011

Lá se vai

E lá se vai mais um dia,
levou sonhos,
esperanças e trouxe algumas mudanças.
Algumas definitivas,
como a morte que leva alguém,
como o nascimento,
que traz alguém.

A vida é essa roda-viva,
nada fica parado,
nem mesmo o que vive estacionado,
o que chora sem saber porque.

O que a vida te trouxe hoje?
O que você deixou de fazer?
Muitos reclamam da falta de dinheiro,
mas esquecem que o sorriso que abre portas,
que a idéia que muda situações,
são inteiramente grátis!
E por isso, sofrem.

Lá se vai mais um dia,
pode ser triste, pode ser até cruel,
mas tem uma grande vantagem:
amanhã vai ser outro dia,
amanhã pode ser só alegria,
e só depende de você.

Não se deixe "azedar" pelos outros.
Tem muita gente sem alegria,
gente recalcada, mal-amada,
desmancha prazeres,
e gente sem vontade de ver gente feliz.
Pelo amor de Deus,
não seja mais um!

Xô tristeza!
Xõ coisa ruim!

Que venha o novo dia, cheio de alegrias,
se derem um pão, faça um sanduiche,
se não tiver recheio, vai puro mesmo.
Se vier limão, faça limonada,
ou tempere a salada.

Seja maleável como a água,
que de tão humilde, se molda a tigela.
E sem água, ninguém vive,
não é mesmo?
Isso é que é ser importante,
o resto é orgulho!
Abrace o dia com simplicidade,
e vença o que vier!

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 18 de Maio de 2.011.

Nenhum comentário: