segunda-feira, 4 de julho de 2011

Continuidade…

Talvez você ainda
não entenda…
talvez a dor seja maior
que qualquer explicação,
e onde você estiver enxergando
aborrecimentos,
talvez uma forma de tortura
ou castigo,
o “tempo” senhor das vidas,
vai mostrar,
que são apenas sequências lógicas
de nossas escolhas.

A vida segue sua marcha,
independente das nossas dores…
Desfaça então qualquer
julgamento na hora da dor,
apenas reflita nas consequências de
se continuar entre lágrimas,
pense no que ficou e
nos que ficaram,
nos que dependem da
sua continuidade.

Continuidade…
essa é a palavra que deve
servir como leme,
que deve guiar nossas vidas
até o último suspiro.

Somos hoje,
o reflexo de ontem,
amanhã,
se houver um amanhã
seremos outras pessoas
em nós mesmos,
feitos de sonhos,
alegrias e decepções,
uma nova vida em uma
velha forma.

E quando partirmos,
serão às nossas lembranças,
os frutos que vão marcar
na grande árvore da vida,
a certeza da continuidade
de nós mesmos,
pois nossas sementes caídas
no chão do tempo,
brotarão flores ou frutos das
nossas escolhas.

Flores do amanhã,
da eternidade que habita
em nós mesmos,
pois tudo que é passageiro
também é eterno
simplesmente pelo valor que
damos a cada passagem.

Valorize a vida e a beleza
de ser o que você é,
a eterna magia de descobrir o
sentido do que é mais sagrado,
a beleza de ser hoje,
melhor do que fomos ontem,
e a cada dia,
dizer com certeza:
“eu vou cada vez melhor”!

Acredite em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Julho de 2.011.

Nenhum comentário: