sábado, 28 de julho de 2012

A grande escola da vida

Quão maravilhosa é essa
grande escola da vida!

Sem as quatro paredes,
somos alunos e mestres.

Aprendemos na infância
que viver é descobrir
e aprendemos na velhice que
ainda temos muito para aprender.

Aprendemos
na adolescência dolorosamente
com os muros do não que toda
liberdade tem o seu preço.

Aprendemos com a morte
que a vida é valiosa
e com as flores que a vida
aqui não é eterna.

Aprendemos quando
negamos e quando
nos negam.

Quando estamos felizes
ou quando o mundo desaba
sobre nossa cabeça.

Aprendemos que somos
fortes e que ser
humilde não é aceitar a dor
de cabeça baixa como uma
fatalidade do destino,
mas tirar dela todas as lições
para um recomeço ainda melhor.

As alegrias nos ensinam
que a vida vale
a pena e as tristezas que
os momentos felizes são tão
preciosos quanto a água em
momentos de sede.

As guerras nos ensinam
o valor da paz,
a fome o valor do pouco,
as catástrofes o da solidariedade,
as diferenças o da compreensão
e da tolerância.

A solidão nos ensina
a inestimável graça de se ter
alguém do lado e as multidões
que de vez em quando faz bem
se estar consigo mesmo.

É quando perdemos que
valorizamos o que temos.

Foi através do Calvário
que Deus nos ensinou o amor
e o valor do perdão.

Foi com suor e sangue
que nos mostrou que não
há um fim se o homem ainda crê
que existe uma saída e que a vida,
por mais dolorosa que seja,
é apenas uma ponte entre
o agora e a eternidade.

Quem crê nisso vive e viverá.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Julho de 2.012.

Nenhum comentário: