sábado, 18 de agosto de 2012

Não estranhe


Não se espante com
as pessoas falando
da sua vida.

Nem estranhe se
vierem te criticar por
isso ou por aquilo.

Antes,
faça uma reflexão
sobre as permissões que
você tem dado.

Quer dizer,
primeiro reflita em
como você está
conduzindo a sua vida.

Qual é o tempo que
você tem dedicado aos
seus sonhos?

Quais são os seus sonhos?

O que você tem de projeto
para amanhã?

E para os próximos meses?

Daqui a dez
anos você estará como?

Onde?

Com quem?

Sem seu planejamento
amoroso da sua vida,
qualquer um pode chegar e
dar palpites idiotas.

É como um terreno
que você possua e não
coloca muros,
não coloca placa de
propriedade e deixa
abandonado.

Os vizinhos com
certeza vão descartar os
entulhos e lixo ali.

Não tem dono,
entende?

Agora,
se você cerca o terreno,
planta algumas flores,
cria uma horta,
coloca alguém para vigiar
enquanto você não constrói,
ninguém vai mexer
ou sujar.

Assim é a sua vida.

Cerque-a de flores,
de muros carinhosos,
de declarações de propriedade,
com uma escritura de respeito
e admiração.

Afinal de contas,
se você não impor limites,
pode esperar que o lixo
vai chegar.

Cuide-se,
respeite-se,
ame-se e seja feliz
todos os dias.

Você merece!

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
e enviado ao Grupo
"Mensagem de Domingo"
no dia 18 de Agosto de 2.012.

Nenhum comentário: