quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Primeira classe


Sinto dizer,
isso que vou dizer,
e se ficar decepcionado,
não estranhe,
isso passa,
mas é preciso que
você saiba:
"o mundo não foi feito apenas
para você".

Ah! Você já sabia?
Pois muita
gente acredita que sabe,
mas continua vivendo como
se ignorasse
essa constatação.

Aquelas
pessoas que continuam
dirigindo depois de beber,
falando ao
celular enquanto dirige,
desrespeitando as leis
básicas do trânsito.

Aquelas que furam
as filas sem
o menor constrangimento,
que discriminam os
"diferentes"
no seu ponto de vista.

Tem ainda os que jogam
lixo nas ruas,
os que despejam o óleo
da cozinha
usado no ralo da pia,
os que derrubam árvores para
criar o seu "gadinho",
os que traficam drogas,
animais, gente,
os que abusam do
poder que imaginam ter,
os que caluniam,
os que roubam, matam,
os que levantam falso testemunho,
os que vendem sentenças...

Tem muita
gente vivendo achando
que o mundo é só delas.

Basta olhar pela janela.
Olhe pelas ruas,
veja o desrespeito às pessoas,
963 milhões de pessoas passam
fome no mundo a cada dia,
mais de 200 milhões são crianças,
e tem gente
reclamando do prato do dia,
da mistura que veio no seu prato.

Gente que paga 15 mil por uma
garrafa de vinho,
e senta para reclamar das
injustiças do planeta.

Olha,
não quero ser
desmancha prazeres,
mas eu tenho que avisar:
o mundo é um trem coletivo,
que infelizmente
ainda é separado
por classes.

Mas não se iluda,
mesmo viajando na
primeira classe,
todos nós vamos para o
mesmo destino,
depois da cova rasa que
abrigará
nosso esqueleto,
há uma rodoviária onde a alma
é transparente,
onde tudo que é supérfluo
se perde,
títulos, posição, poder,
dinheiro,
nada disso importa.

O que resta é
o que realmente somos,
o que fizemos de bom
pelo mundo,
para o próximo,
em suma,
a nossa essência.

Antes de reclamar do dia,
pense que a noite
pode não chegar
para você,
aproveite a vida,
fale menos de você,
esqueça as reclamações
tolas e infantis,
tome uma
atitude pelo mundo,
seja simples,
solidário e feliz.

Nosso trem segue viagem,
e eu te espero na primeira
classe do infinito.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 30 de Agosto de 2.012.

Nenhum comentário: