sábado, 1 de junho de 2013

É preciso saber calar

Existem momentos que 
não conseguimos apagar 
da memória.

Para o bem, 
quando são pedaços da 
nossa felicidade. 
Para o mal, 
quando retratam a nossa 
dor e incapacidade.

Existem coisas inexplicáveis, 
que parecem fora da ordem.
Olhamos e não acreditamos 
que aquilo esteja acontecendo.

Sentimos na pele, 
vivemos o momento e não 
entendemos.
Fizemos tudo certinho, 
e tudo deu errado.
E nos questionamos, 
nos acusamos...

Existem situações onde 
palavras não conseguem 
alcançar.
Nada consegue acalmar 
ou consolar.
Talvez um pequeno gesto, 
um abraço apertado, 
um olhar.
Por isso, é 
preciso saber calar.

O silêncio é uma benção 
onde a agitação perturba.
Aprenda a criar 
momentos de silêncio e 
reflexão na sua vida.
Para guardar boas emoções e 
aprender com os nossos erros.
Tempo de desligar 
o som que esconde 
os fatos.

Deixar as palavras que não 
revelam nossos atos.
Ouvir no silêncio 
de nós mesmos o coração 
bater,
E do amor que devemos 
nutrir por nós mesmos, 
aprender.

Que a vida é um breve instante, 
onde o silêncio é o espelho
do nosso interior, 
da nossa alma, 
que por vezes pede aflita.
Que você pare, 
que pense e reflita.
Que não há alegria 
na vingança, 
e nem consolo em achar 
culpados.

Isso é coisa de criança.

O único caminho é o tempo, 
que é o "secador de feridas",
que pede passagem 
para seguir com você 
rumo ao novo.

Se for preciso, 
não fique esperando 
respostas, 
é preciso caminhar,
pois quando 
tudo parece perdido, 
só nos resta o Recomeçar.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 02 de Junho de 2.013.

Nenhum comentário: