sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Do tamanho dos sonhos

"Da minha aldeia vejo quanto 
da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande 
como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho 
da minha altura..."
O Guardador de Rebanhos - Alberto Caeiro (F.Pessoa)
 
Que importa o tamanho 
do seu sonho?
Se ele couber nos
 teus olhos,
se puderes admirar 
a extensão dele,
ele se realizará, 
tão rápido quanto possível.
Pois os olhos dos 
realizadores, 
enxergam além dos limites 
impostos pela vista.
 
Pobre de quem não sonha.
Cego pela mediocridade 
de si mesmo,
teme a noite e teme o dia,
chora por nada, 
de tudo se esconde.
Nada faz de bom, 
a não ser a lamentação inútil.
Se é que lamentar-se tem 
alguma valia.
Há os que se refugiam em orações, 
vazias por si mesmas,
nulas por não conter nada 
além de palavras.
 
Ai de quem não sovar 
a massa do pão!
Daquele que espera 
o sol se por,
a chuva passar, 
o vento chegar,
para quem a vida é 
só um lamentar.
Dores e sofrimentos 
chegarão aos montes,
como dia de vendaval, 
noite de tempestades.
 
Olhai os ventos na tarde,
eles não param diante 
da montanha,
se não podem ultrapassá-la, 
contornam-na,
pois ainda não chegaram 
onde devem chegar.
 
Inspire-se!
Sonhe alto, 
eleve o pensamento.
Solte-se das redes do 
negativismo"
Liberte-se para o dia que 
chama os que tem 
um sonho,
porque você é maior que 
o reflexo que vê,
e o mundo é apenas 
uma esquina, 
para quem sabe o 
que quer.
 
Acredite nas suas POSSIBILIDADES!
 
Eu acredito em você
 
TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 14 de Setembro de 2.013.

Nenhum comentário: