terça-feira, 12 de novembro de 2013

Ser mais Você

O desejo pede sempre uma 
atenção especial.
Imagine você realizando aquele 
velho sonho sem prestar atenção?
Comer abacaxi e sentir 
gosto de limão.
Beijar uma boca ardente como 
se estivesse com dor de dente.
Não dá!
O desejo pede atenção...

E sabe que muita gente anda 
por ai desligada de tudo?
Perdida em seu mundinho de 
reclamações inúteis.
E quando você pergunta: 
como vai?
Lá vem a resposta: 
problemas e mais problemas.
Parece que a vida da pessoa é 
um novelão mexicano.
E você fica pensando: 
- pra que que eu fui perguntar...

Mas, não se preocupe, 
a vida pode e deve seguir.
A não ser que a pessoa que vive 
reclamando de tudo seja você!
É porque alguém tem que 
ser essa pessoa não é?
Se for você, 
eu lhe conselho a parar.
Olhar um pouco para a 
realidade de outras pessoas.
Deixe de lado o próprio umbigo r
epare na dor dos outros.
para notar que tudo está 
no seu devido lugar.
Ainda que agora não esteja.

Talvez você esteja sem andar 
travado na cadeira de rodas,
sem um braço ou faltando uma perna.
Quem sabe uma doença paralisante,
daquelas que não permitem andar, 
falar, se mexer...
Talvez você perdeu a visão e 
não pode mais enxergar.
Acredite, 
tem gente que não tem nada 
disso e só sabe reclamar!

Gente que perdeu a 
confiança em si mesma.
Deixou de lado a vontade de 
lutar para apenas reclamar.
E reclamam tanto que se acostumam 
com a ausência da alegria.
Por isso, 
reclamação é tormento 
noite e dia.

É falta de respeito e atenção 
com o próprio ser.
É tempo de fazer alguma coisa, 
de deixar o querer,
para simplesmente ser!

Confie nas suas possibilidades.
Trave a língua solta que 
insiste em reclamar.
Deixe o amor próprio falar mais alto. 
Deixe de ser vítima e volte a ser capaz.
A vida te espera todos os 
dias com amor e paz.
E ainda que tudo lhe falte, 
não perca a força de amar.
Pois sempre é possível, 
recomeçar.

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 13 de Novembro de 2.013.

Nenhum comentário: