sábado, 28 de dezembro de 2013

Adeus ano velho?

O que será nas entrelinhas 
despedir-se do ano vigente?

O que isso representa 
de verdade a cada um de nós, 
a ponto de haver comemoração?

Esperança de dias melhores, 
onde muitos acreditam 
que seja o início de uma vida mais 
próspera e feliz?

E que isso 
depende da virada do ano, 
a partir da meia noite do dia 
31 de dezembro?

Que coisa num passe de mágica 
o que nos desagrade suma 
dentro de uma cartola?
Ou seja: 
inimigos, dívidas, 
quilos a mais, 
os problemas com a família 
e etc.
Como se somente você 
tivesse problemas 
a serem solucionados e 
depois disso, 
mais nenhum passasse 
existir?

Eu sinceramente, 
não sei o que você pensa 
diante desse assunto, 
mas quero te dizer 
que a esperança é sim um 
sentimento nobre, 
virtuoso e quando está fora 
do ponto de equilíbrio passar 
a nos prejudicar quando 
parte para o exagero e que 
repreendê-la também 
poda nossas expectativas 
e realizações, 
roubando nossos sonhos 
e metas.
Não haverá boas realizações 
no ano novo, 
se deixarmos de acreditar em 
nós mesmos, 
arregaçando as mangas, 
enfrentando os maus pensamentos 
que assolam nossas mentes.
Nada será melhorado 
se deixarmos a motivação 
interior de lado.
E nada irá se realizar quando 
medirmos forças com 
quem chamamos de inimigos, 
se não nos conscientizarmos quer 
eles são tão necessários como 
o ar que respiramos, 
para enfrentar nosso próprios 
medos e que bater em 
retirada no momento que o 
aprendizado é percebido 
diante dos conflitos, 
é sinal que somos seres com 
atitudes sábias e que, 
portanto estamos num estágio 
evolutivo crescente, 
afinal a vitória de 
uma batalha é interna.

Também, 
ficaremos parados no tempo, 
enquanto acreditarmos que a inveja 
possui poderes invisíveis a 
ponto de destruir a vida de uma 
pessoa e sempre culpa-la pelos 
nossos fracassos ou derrotas.

Bem, 
eu poderia falar mais coisas 
sobre minhas dificuldades com 
ser humana a ponto das 
palavras não sobrarem, 
mas minha mensagem de 
Ano Novo é:
Espere menos, 
realize mais 
ou pelo menos tente!

Chore menos, 
ria mais ou pelo menos arranque 
um sorriso de quem precisa 
viver um pouco melhor!

Expanda seu potencial 
dentro das tuas condições e 
oportunidades que surgem.
Estude leia, 
se divirta ,
viaje nem que seja em 
pensamento.

Reflita, 
gaste tempos com os amigos, 
com a família, 
daquilo que você gosta e que 
faz pelo prazer de gostar, 
fique sozinho também afinal, 
de vez enquanto ajuda nos auto 
conhecer cada vez melhor!

Chore de tristeza quando for 
necessário para lavar tua face, 
dando espaço a alegria 
do dia seguinte.

Ame, perdoe, ajude, 
se doe, se desapegue, 
mas não se esqueça 
que sentimentos nobres valem 
somente para pessoas que os 
possuem também.

Não permita que a tecnologia 
(telefone, internet) 
te impeça de dar um abraço, 
um beijo, 
a troca de olhares falantes 
com as pessoas que são 
preciosas pra você.

Eu desejo a vocês um 
ANO NOVO 
muito feliz, próspero, 
porém nunca nos esqueçamos 
que para tudo isso acontecer, 
temos que rever nossos pensamentos, 
atitudes e ações, 
pois na maioria das vezes 
nossas vitórias estão perto 
demais e acabamos 
afugentando-as, 
por de deixar de acreditar 
em nós mesmos!
Desejo ainda bastante paz, 
saúde, harmonia, amor, 
equilíbrio, esperança, 
luz e muitas, 
mais muitas realizações, 
recheadas de fé, 
força e otimismo para vencer 
qualquer obstáculo.

E que venha 2014!

TEXTO DE: Procura-se
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 29 de Dezembro de 2.013. 

Nenhum comentário: