sábado, 1 de fevereiro de 2014

O caminho de volta

Até os 35, 40 anos, 
a existência é totalmente 
voltada para fora: 
trabalhar, procriar, produzir.

Na segunda metade da vida, 
começa a jornada para o mundo
interno e para a busca 
de uma espiritualidade 
mais intensa.

De repente, 
o coração pede uma maior 
profundidade. 
Surge o desejo de procurar 
outro sentido para a vida 
e uma conexão com 
algo maior.

Seguindo esse forte impulso, 
nos tornamos 
buscadores espirituais. 
Ao trilharmos esses novos caminhos, 
surgirão riscos e perigos, 
mas também
infinitos presentes e alegrias.

No começo, 
pode ser algo difuso, 
um sentimento de que alguma 
coisa não vai bem. 
A vida pode estar até boa, 
mas parece sem sentido. 
O coração clama por
mais alívio, paz, alegria, 
não mais com base no que 
nos oferece o mundo material, 
mas a partir de algo mais 
interno e profundo.

Assim, 
se inicia uma jornada 
que pode levar anos até 
chegar a um porto seguro. 
E começamos 
a nos conhecer melhor, 
a escutar nosso coração 
e a nos desapegar das coisas 
desnecessárias.

É o caminho de volta 
para casa.

Muitas vezes silencioso, 
reflexivo, mas, 
na maioria do tempo, 
questionador daquilo 
que vale a pena.

Nesse ponto, 
já entendemos que 
independentemente da escolha, 
sempre ganhamos e 
sempre perdemos.

É a lei da polaridade, 
do alto e do baixo, 
da luz e da escuridão. 
Para termos equilíbrio, 
precisamos conviver
com a nossa sombra.

E também já sabemos, 
que para evoluir, 
precisamos nos relacionar 
cada vez mais uns com os outros.

Por tudo isso, 
é preciso clareza em cima do 
que se está buscando.

Em outras palavras, 
se é alívio financeiro, 
talvez seja melhor se empenhar
mais no trabalho ou trocar 
de atividade profissional, 
se não estiver satisfeito 
com seus rendimentos.

Se o caso for 
uma desilusão amorosa, 
uma terapia pode ser 
mais indicada.

Mas se a busca 
for pela espiritualidade, 
se aquiete, 
confie e vá ao encontro
do único que pode 
te trazer paz: 
Jesus!

TEXTO DE: Vanderlei Miranda
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 02 Fevereiro de 2.014.

Nenhum comentário: