quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Sonhos de papel

A folha de papel 
em branco 
aceita qualquer escrito,
idéias malucas, 
sonhos ufanistas, 
desejos secretos,
pode guardar um sonho 
que só vai virar realidade,
muitos anos depois, 
ou ser esquecido.

A folha de papel pode 
receber uma nova história,
um "best-seller" 
mundial falando de 
escola de bruxos,
ou um relato humilde de 
alguém que precisa desabafar.

Assim também é o dia de hoje;
cheio de possibilidades 
para os que querem 
enxergar portas,
cheio de dificuldades 
para quem quer enxergar 
barreiras.

O dia é uma folha em 
branco onde seus 
sonhos mais loucos,
podem começar 
a tomar forma, 
ou morrer soterrado,
sem mesmo ter tentado, 
sem mesmo ter existido,
amassado pelo peso do 
"não tentar".

Tome o seu dia pelas mãos.

Como pipa que o 
menino não cansa de cuidar,
como quem carrega um 
tesouro que não pode perder,
como quem leva o 
seu amor pelas mãos,
como quem baila com 
a pessoa amada,
como quem sorri até 
mesmo diante da dor,
sabendo que 
o tempo vai levar o sofrimento,
vai deixar a saudade, 
uma forma gostosa de tortura,
que envolve a paixão 
e o amor.

O dia está aberto 
para você escrever 
a sua história!

Se é para ser um romance, 
que seja meloso e com 
final feliz.

Se é para ser um drama, 
que seja da superação, 
da sua vitória,
se é de terror, 
que seja passageiro, 
como montanha russa,
se é de pura realidade, 
que seja cheio de desejos,
cheio de vontade de dizer 
para o mundo:
- eu sou o personagem principal 
da minha vida,
sou o diretor deste filme lindo,
sou o roteirista que grita: 
eu sou feliz!

O Oscar de melhor filme 
deste ano é o que fala 
da sua vida.

Você duvida?

É tempo de vencer, 
e escrever a sua história.

Eu acredito em você

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 14 Fevereiro de 2.014.

Nenhum comentário: