sexta-feira, 13 de junho de 2014

A graça de hoje

Agradeça hoje por tudo 
que tenha recebido e peça 
com as mãos abertas e o coração 
agradecido pelas coisas 
que estão por vir.

Aprendi com o meu avô 
materno que todo dia 
temos que pedir e agradecer. 
Sei que sempre terei 
algo para pedir, 
e costumeiramente é algo 
apartado do mundo material, 
sem valor de mercado.

Peço pela serenidade para 
enfrentar os problemas 
que vem pela frente, 
coragem para me levantar 
das quedas e bastante humildade 
para tirar uma lição de 
cada uma delas.

A semana há de começar bem, 
e me sinto grato por ter 
tudo que preciso para 
conduzir os meus 
projetos.

O caminho é repleto de 
encruzilhadas, 
dúvidas e medo, 
mas tenho sido 
permanentemente brindado 
com a luz para discernir 
o que é adequado fazer, 
e isso tem me livrado de 
arrependimentos, 
ressentimentos e culpa – 
sei que dei o melhor de mim.

Agradeço incansavelmente 
pelos amigos e familiares que 
têm me dedicado um amor 
incondicional, 
ao qual retribuo em igual medida. 
O apoio vem na hora certa, 
e a compreensão é sempre 
generosa e misericordiosa.
Não possa reclamar de nada, 
embora tenha tido muitos 
momentos de dor e lágrimas.

A luta tem sido pra valer, 
e as dificuldades me 
amedrontaram em várias ocasiões. 
Não desanimei, 
recebi a ajuda que precisei 
e tenho que dar graças 
especialmente à Força Superior 
pela fé num mundo 
melhor para mim e 
para todos.

Faço a minha parte 
e sei que posso fazer mais 
do que faço hoje, 
e para isso não descanso, 
e mesmo quando repouso, 
a mente vaga atrás de soluções 
e caminhos para um mundo 
melhor para todos.

Não posso dizer que a 
vida tem sido fácil, 
e às vezes até acho que 
ela não é justa, 
mas aceito a vida tal qual 
ela me foi presenteada, 
e tiro proveito de tudo, 
o melhor que posso.

Pela graça de hoje 
me sinto premiado, 
escolhido e abençoado.
Por tudo que me vem pela 
frente já me sinto agradecido, 
e nem discuto se mereço ou não, 
mas sou grato adiantado.

Fui protegido de muitos 
perigos nessa vida, 
e as escolhas sempre me 
foram oferecidas. 
Digo que a vida nunca me 
colocou num beco sem saída. 
Sempre me foi deixado uma saída, 
o exercício da discricionariedade, 
do livro arbítrio.

Não me arrependo das 
escolhas e sou grato 
por todas as consequências, 
boas ou ruins.

Peço mais, 
não porque precise, 
até porque peço o que 
não tem valor financeiro, 
mas peço que me seja dada 
a luz para que eu possa caminhar 
com desenvoltura, 
fortalecido, 
uma pessoa melhor.

TEXTO DE: R.S. Beco
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 14 de Junho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

Nenhum comentário: