quinta-feira, 31 de julho de 2014

Além dos arrependimentos

Temos que ter a capacidade 
de viver além dos arrependimentos.

Um pouco de arrependimento é bom, 
pois nos impede de cometer as mesmas 
besteiras sucessivamente, 
mas ficar ruminando sobre 
tudo que deu errado, 
se culpar ou culpar os outros 
não leva a lugar algum.

Sinta o arrependimento, 
mas não deixe que ele te imobilize, 
te deixe triste por um tempo 
além do razoável.

Use a sua energia para 
trabalhar nos problemas de hoje, 
deixando de lado os problemas do passado, 
os resultados insuficientes e as pessoas 
desprezíveis por traz das situações.

Conduza a vida olhando para frente, 
enfrentando os problemas 
e fazendo o que tem que ser feito.

Toda vez que um arrependimento 
recorrente aparecer no palco da sua mente, 
pense imediatamente em algumas 
lições aprendidas com essa situação, 
e fique na mente com esse 
lado positivo.

O passado tem um poder 
de nos assombrar, 
mas você tem também a 
capacidade de isolar, 
reduzir os seus efeitos, afinal, 
é no presente que você 
está vivendo.

Abrande o peso das coisas 
negativas na sua vida, 
especialmente aquelas que 
aconteceram há bastante tempo.

Deixe que o tempo minimize 
os dramas do passado, 
e olhe tudo que te aconteceu 
com serenidade e gratidão.

Nada acontece por acaso, 
e cada coisa teve o seu objetivo. 
Olhando agora, 
com o distanciamento do tempo, 
você será capaz de entender melhor o
 seus caminhos percorridos, 
com os percalços e sucessos.

Quem olha o passado 
com positividade, 
também está aberto para 
as coisas boas que 
virão no futuro.

Faça uma opção por revolver 
o passado atrás de coisas para se 
arrepender e se aborrecer.

Perdoe o seu passado, 
perdoe a si mesmo 
e siga adiante.

TEXTO DE: R.S. Beco
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 01 de Agosto de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

Nenhum comentário: