sábado, 26 de julho de 2014

ELEVAÇÃO

Você não é uma água-viva.
Você não é uma coisa trêmula.
É para você enfrentar o mundo, 
não fracassar.

Não é para ser surrada 
pelos ventos do mundo.

Não é para ser derrubada 
por todas as ondas. 
Não é uma vítima da vida 
e nem é para estar sempre 
a procura de vitória, 
como se a vida fosse 
uma competição.

O prêmio já foi ganho. 
O prêmio é vitalício.

Porém, 
o prêmio não vem já 
embalado para você. 
É como um kit que você 
tem que montar.

Não estão faltando peças, 
mas você tem que 
encontrar o lugar delas.

Você não é uma água-viva, 
nem é um mastro de navio 
que nunca oscila.

A vida é viável.

Você não está 
entrincheirado nela. 
Talvez você seja um pouco 
como uma bóia. 
Você flutua pra cima 
e pra baixo 
tão longe quando 
consegue chegar e ainda 
assim está ancorado.

Você não tem limites, 
embora, 
ao mesmo tempo, 
não possa ir tão longe 
como poderia pensar. 

Você não é um salgueiro 
nem é um carvalho.

Você é um ser humano 
vibrante. 

Você pode ser girado 
e lançado, 
e ainda assim 
cai em pé.

Não importa o dano 
que você sinta que o 
mundo lhe causou, 
você cai sempre de pé. 

Eu não estou 
lhe recomendando 
que tenha tempos difíceis, 
embora deva lhe dizer 
que aquilo que você chama 
de adversidade, 
de fato, 
o faz forte.

Não fique procurando 
a adversidade, 
mas quando as coisas não
 saírem do seu modo, 
não fique assombrado. 

Você está sendo elevado 
para mais alto ainda. 

Considere isto: 
Todas as pessoas que 
entram em sua vida 
contribuem para sua força. 

Você pode ver este ou aquele 
como um adversário, 
contudo, 
todo mundo em sua vida, 
não importa quão breve 
seja sua passagem por ela, 
é um bloco de sua 
construção.

Considere as pessoas que 
entram em sua vida 
como operários. 
Eles podem lhe derrubar, 
mas também o elevam.

Talvez eles sejam uma 
pequena protuberância 
na estrada que você 
deva trilhar.

Talvez os considere 
como vitaminas,
algumas difíceis 
de engolir.

Agradeça por todos que 
passam em sua vida, 
pois eles lhe impulsionam. 

Não importa o quão difícil 
esteja sendo para você, 
eles o pegam pelo cotovelo 
e o ajudam a subir outro 
degrau da escada da vida.

Não que lhe ensinem algo.
Você não é uma água-viva, 
embora eles possam estar 
em sua vida 
para lhe chacoalhar. 

Você não é um vidro 
de leite de coco 
para ser agitado. 
É mais como se você 
fosse o coqueiro. 
Balance-o e um coco cai, 
e você se 
percebe dando frutos. 

Você nota que existe algo 
para você em tudo.

Dar frutos não é o 
mesmo que perdê-los. 

O que estou dizendo 
é que a vida não o enfraquece, 
amado. 
A vida o fortalece. 

Por mais impaciente que 
possa se sentir, 
por mais que ainda tenha 
que aprender, 
você está ficando 
mais forte.

Forte significa mais flexível 
e também significa mais firme. 
Você consegue imagens 
mais claras.

Com cada passo,
 descobre quão forte você é. 
Não há nenhuma tempestade 
que não consiga agüentar.

Você não foi fortalecido 
em preparação para a batalha. 
Não pense assim. 
Você foi fortalecido para 
que comece a conhecer 
sua própria força.

Você poderia, 
por favor, 
parar de ver falhas?

O que você vê como 
sua maior falha 
pode muito bem ser sua 
força eminente.

Não deixe de olhar 
com generosidade 
para si mesmo.

TEXTO DE: Gloria Wendroff 
* * * * *
Texto lido no programa 
"Madrugada Viva Liberdade FM" 
no quadro 
"Momento de Reflexão" 
no dia 27 de Julho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

Nenhum comentário: