segunda-feira, 22 de junho de 2015

Esquecimentos...

Esquecer é uma forma
de aprender.
Parece estranho,
mas é verdade.
Sempre que me esforço para
esquecer alguma coisa,
de alguma forma eu
me exercito nos
horizontes do aprendizado.

Esquecer faz bem.
É uma forma de abrir espaços
para as novidades que ainda
estão por chegar em
nossas vidas.

Já pensou se
ainda estivéssemos parados
nas primeiras lições
da escola?

De alguma forma elas caíram
no esquecimento,
mas estão na síntese
de tudo o que aprendemos
pela vida a fora.

Aprendizados são alicerces
que se perdem da memória,
mas não fogem de nós.

O esquecimento se encarrega
de resguardar o essencial...
preserva a memória do cansaço
que gera o constante lembrar...
mas guarda para quando
for necessário.

É bom esquecer
o que não foi bom,
o que doeu,
o que fez sofrer,
mas vez ou outra a memória
resgata a informação esquecida
e a transmuda em
aprendizado que vale à pena.

A dor,
distante da hora em
que doeu,
torna-se uma tradução
bonita do que chamamos
maturidade.

Hoje eu quero esquecer
o que não foi bom,
e um recurso que me auxilia
nesta tarefa é relembrar
alegrias passadas.

Dois pensamentos não
podem ocupar o mesmo
lugar na mente.
É só uma questão
de escolha.

Hoje,
neste momento em
que a vida
me parece difícil
eu quero é me prender
nos olhos de Jesus,
que sorrindo,
vive a repetir
que me ama.

TEXTO DE: Pe. Fabio de Mello
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 24 de Junho de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 20 anos.

Nenhum comentário: