sábado, 15 de agosto de 2015

Imprevisível

A vida é como
um medicamento sem bula,
um aparelho eletrônico sem
manual de instruções,
uma caça ao tesouro sem mapa,
uma prova de rally sem GPS.

O problema é que você insiste
em tentar encontrar um padrão,
em seguir uma lógica,
em acreditar em verdades absolutas,
em desejar que as experiências
passadas se repitam.

Veja bem.
Aquela cantada
que deu certo uma vez pode
ser que nunca mais funcione.
Aquele lugar que você
adorou conhecer tem boas
chances de não te agradar
em outras oportunidades.
Aquela roupa com a qual você
se deu bem em uma festa não
te fará ser o galã supremo
em todas as outras.
Aquele grande amor
pode se tornar entediante.

O certo, às vezes,
torna-se errado e,
o contrário,
muitas vezes,
parece certo.

Pare de querer repetir
fórmulas prontas que
deram certo com outras
pessoas.

Você percebe?

OUTRAS PESSOAS.
Não você!

Não é porque sua amiga
conheceu o amor da vida
dela em determinado lugar que
o seu também estará lá.

E, também,
não é porque um cara
foi um imbecil com você
que todos os outros
também serão.

Toda generalização é burra,
inclusive essa.

Nem toda mulher que
gosta de boate é fácil,
nem todo homem que
frequenta a igreja é
um bom partido.

Tem gente que gosta de receber
mensagem de
“bom dia” toda manhã,
tem outros que irão se
afastar de você se
fizer isso.

As pessoas são mesmo assim:
podem te amar ou te
odiar pelo mesmo motivo.

É preciso saber chegar,
adaptar-se,
jogar o jogo com
as cartas que lhe
forem entregues.

Para mim é isso que torna
a vida apaixonante:
o imprevisível.
Porque você acorda
sem saber como o
dia vai terminar,
e pode ser até que
não termine.

Por isso a boa é viver
sem fazer planos,
sem querer repetir histórias,
sem esperar muito
e sem desesperar
jamais.

Esteja de braços
abertos para o novo.
O inesperado pode te
abraçar em qualquer
esquina.

O seu projeto de vida
nunca será melhor
do que aquele que o
maior arquiteto de todos
planejou para você.

Quer saber?
Corta essa de querer
reviver momentos.
Suas melhores lembranças
só existem porque um dia
você se permitiu viver
algo novo.

Liberte-se e acredite:
quando o vento do
destino sopra,
o acaso faz o
inesperado acontecer.

TEXTO DE: Procura-se
 * * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 16 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

Nenhum comentário: