terça-feira, 18 de agosto de 2015

Janelas alheias...

Quando alguém
se ocupa com afinco
em fiscalizar os
passos alheios,
é porque talvez seja
covarde o bastante
para cuidar dos
próprios.

É assustador olhar
dentro do próprio olho,
incômodo demais
vasculhar os cantinhos
da própria vida...

Poucos aguentam
o tranco de levantar
o próprio tapete pra
juntar o lixo
acumulado embaixo.

É fácil e cômodo
então se pendurar no
parapeito da janela
alheia...
Vida dos outros é
como vício em novela,
enquanto ficamos
na fissura do enredo
do outro, o nosso,
que se dane!

Faz pena.
Mas é isso mesmo.
Por trás dessa pessoa
que sabe tanto da
vida de todo mundo,
há alguém que absolutamente
nada sabe,
sobre que rumo dar
à sua própria.

Raiva de gente
assim?
Rancor, desprezo,
abuso?

Compaixão,
isso sim deveria sentir!
E muita oração...

Gente assim,
em relação à evolução,
está na total contramão.

Pois que
Deus tome conta.
E os libertem para
viverem suas
próprias vidas...

Enfim!

TEXTO DE: Gi Stadnicki
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 18 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21
anos.

Nenhum comentário: