terça-feira, 4 de agosto de 2015

SEPARAÇÃO

Separação não acontece
por acaso.

O amor nunca morre
de causas naturais.

Ele morre porque
as pessoas não
sabem reabastecer
a sua fonte.

Morre de cegueira,
erros, traições,
e orgulho.

Morre por causa
das feridas,
mágoas,
e ausência de perdão;
morre de solidão,
infidelidade,
atrofia,
fome de carinho,
e tristeza;
morre pela falta
de diálogo,
não cumprimento
das promessas,
e falta de disposição
de resolver os
conflitos.

O amor morre de
desgosto quando
se vê trocado por
coisas,
ao perder a importância,
e não mais ser
honrado.

Morre quando para
de dar e passa
a exigir,
quando abandona
o carinho e cultiva
a cólera; morre quando
prefere a companhia
de estranhos,
sufoca, cobra,
e deixa de ser um servo
e se torna um senhor.

TEXTO DE: Procura-se
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagem@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 07 de Agosto de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

Nenhum comentário: