quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Quem fala o que quer, ouve o que não quer...você concorda?

A VERDADEIRA LIBERDADE DE
EXPRESSÃO NUNCA É REATIVA

É comum ouvirmos ou pronunciarmos a frase
" quem fala o que quer, ouve o que não quer "
como justificativa para nosso
comportamento reativo como quem diz: "
Ele mereceu pois provocou"
Nesse momento,
sempre me lembro das
palestras do Osho,
quando ele diferencia
a REAÇÃO da RESPOSTA.

Quando reagimos,
somos escravos do outro,
quanto agimos,
o fazemos pela consciência,
não estamos mais a
mercê do outro.

Por isso, a meu ver,
a REAÇÃO,
nunca tem a ver
com a LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

Isso porque,
para nos expressarmos
de modo
verdadeiramente livre,
não podemos ser
um escravo do comportamento
do outro.

Sempre que somos REATIVOS,
não estamos sendo livres.
A meu ver,
a verdadeira liberdade
de expressão vem da CONSCIÊNCIA,
portanto ela é sempre
uma RESPOSTA e
não uma REAÇÃO.

Assim,
minha sugestão amorosa
de hoje é:
lembre-se que sempre
que você estiver sendo
reativo com alguém,
você está manifestando
a sua escravidão.

Ao invés de se mostrar
como um escravo,
transcenda os determinismos,
seja subversivo:
RESPONDA COM PERCEPÇÃO!

Isso não significa
ser bobo,
passivo ou incapaz
de por limite,
significa estar alinhado
com a sua essência
e portanto ser capaz
de AGIR ao invés
de REAGIR.

Essa é a verdadeira
liberdade de expressão,
a meu ver.
Mais meditação e menos
alienação de nós mesmos.

AUTORIA: Gisela Vallin
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 04 de Setembro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos há 21 anos.

Nenhum comentário: