quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Paraquedas

Às vezes tudo
o que o precisamos
na nossa vida é pular.
Parece estranho
o que estou dizendo,
mas é verdade.
Pensa comigo:
quantos sonhos
você já teve?

Sonhos maravilhosos
que você sabe que
poderiam ser realizados,
mas teve medo de
correr atrás?
E por causa deste medo,
você simplesmente
deixou tudo pra traz?

Eu sei que tem horas
que não é fácil.
O medo é tão grande
que a gente tem
vontade de se esconder
embaixo das cobertas,
né?
Mas certas coisas
na nossa vida tem
que acontecer igual
saltar de para quedas.

É….saltar de
paraquedas.
Quem já pulou,
já sabe como é.
Tem toda aquela
preparação de vestir
a roupa adequada,
ser instruído pelo
profissional que
vai saltar com você
e logo depois você
sobe naquele avião.

O avião decola
e chega um momento
que não tem mais
como fugir:
você vai ter que
saltar.

Não importa o medo,
não importa nada.
Aquela porta abriu
e você simplesmente
vai ter que pular.
E então, você pula.
Não tem jeito.
Pula e reza.
Reza para o
paraquedas abrir,
reza para pousar
em segurança.
Mas se você for esperto,
vai abrir os olhos
e vai ser capaz
de admirar uma
das paisagens mais
lindas do mundo.

A queda é rápida,
dura segundos,
segundos que você
pode eternizar
em seu coração.
Todo mundo que eu
conheço que já pulou
de paraquedas diz
não se arrepender
e mais:
dizem que querem
repetir toda esta
emoção.

O mesmo acontece
na nossa vida.
Quando criamos
coragem de fazer
algo inacreditável,
você pode ter certeza
que o seu sentimento
de “dever cumprido”
será o melhor do
mundo.
Você pode até rir
do medo que sentia
antes e vai querer,
com certeza pular
de novo.

Quando tiver um sonho,
fuja do medo.
Pule,
realize porque você
merece ser feliz.

AUTORIA:  Lívia Di Bartolomeo
* * * * *
Texto lido no programa
Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 14 de Novembro 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 21 anos.

Nenhum comentário: