sábado, 6 de fevereiro de 2016

REALMENTE FELIZES

Jesus disse que são
"felizes as pessoas
que sofrem perseguições
por fazerem a vontade
de Deus,
pois o Reino do
Céu é delas".

É simples:
devemos fazer a
vontade de Deus.

Por que não a fazemos?

É porque tem
um preço.

Fazer a vontade de
Deus pode implicar
em renunciar à
nossa vontade.

Nem sempre achamos
que a vontade
dele é boa,
perfeita e agradável.
Para fazermos a
vontade de Deus,
precisamos parar
de nos comparar uns
com os outros.

Se nos comparamos,
queremos mostrar
que somos melhores
do que eles e então
começa o vale-tudo.

Para fazermos a
vontade de Deus,
precisamos parar
de competir,
como se precisássemos
destruir para construir.

Para fazermos a vontade
de Deus,
precisamos parar
de consumir,
como existíssemos
para o consumo.

Para fazermos a
vontade de Deus,
precisamos parar
de buscar os aplausos
que parecem ser
os objetivos de
nossas vidas,
mesmo sabendo
que são passageiros
como as nuvens.

Quando fazemos a
vontade de Deus,
não somos dignos
do mundo em
que vivemos,
mas somos
aprovados por Deus,
o que nos deveria
plenamente satisfazer.

Quem faz a vontade
de Deus segue na
direção certa.
Quem não faz é que
está errado,
embora tenha o selo
de aprovação do
mundo.

Quem faz a vontade
de Deus não despreza
o mundo em que vive,
mas sabe que o
mundo passará,
com todas as suas
seduções.

Os rumores do outro
mundo o animam a
fazer o que é certo.
Quem faz a vontade
de Deus sabe que poderá
ser perseguido,
porque nem sempre
o certo e bom é lucrativo,
mas também sabe
que é guardado
por Deus.

Talvez seja até morto,
mas será recebido
com um sorriso por
Deus no alto da escada
na entrada do céu.

Bom Dia!

TEXTO DE: ISRAEL BELO DE AZEVEDO
* * * * *
Texto lido no programa
“Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 09 de Fevereiro de 2.016.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 22 anos.

Nenhum comentário: