terça-feira, 15 de março de 2016

Curando as feridas da alma

Você tem um vazio
na alma?
É um buraco que
parece não ter fim?

Talvez a ferida
seja antiga,
mas você ainda está
com raiva.

Ou talvez a ferida
seja recente e você
está magoado.

Uma parte de você
está dilacerada,
e a outra parte
está amargurada.

Parte de você
quer chorar,
e outra parte
quer lutar.

As lágrimas que
você chora são
quentes porque
vêm do coração,
e há um fogo
queimando
dentro dele.

É o fogo da raiva e
do desejo de vingança.

Está ardendo.
Está consumindo.
E você precisa tomar
uma decisão.

"Apago o fogo ou
o aqueço mais ainda?

Supero isto ou pago
na mesma moeda?

Libero perdão
ou guardo?

Deixo que minhas
mágoas sejam curadas
ou permito que elas
se transformem
em ódio?”

Você está deixando
que suas mágoas
se transformem
em ódio?

Se sim,
quero que você
pergunte a si mesmo:

isto está funcionando?

Seu ódio tem feito
algum bem a você?

Seu ressentimento
tem lhe dado
algum alívio,
alguma paz?
Alguma alegria?

Permita à partir de
hoje que o vazio
em seu coração
seja curado.

Pense na misericórdia
de Deus a seu respeito.
Você não merecia nada,
mas Ele lhe perdoou.
Você merecia a morte
por seus pecados,
mas Ele lhe deu
uma nova vida e
o libertou.

Essa é a melhor
maneira para perdoar
e amar aqueles que
não reconheceram
o seu valor.

Pense nisso:
A chave para perdoar
os outros é deixar
de se concentrar no
que eles fizeram e
começar a concentrar-se
no que Deus fez
por você.

(Max Lucado)
"Amem os seus inimigos,
façam-lhes o bem e
emprestem a eles,
sem esperar receber
nada de volta. Então,
a recompensa que terão
será grande e vocês serão
filhos do Altíssimo,
porque ele é bondoso para
com os ingratos e maus.
Sejam misericordiosos,
assim como o Pai de
vocês é misericordioso".
(Lucas 6:35,36)

FONTE: Pastor Antônio Júnior
* * * * *
Texto lido no programa
“Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 17 de Março de 2.016.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 22 anos.

Nenhum comentário: