terça-feira, 9 de agosto de 2016

DEFINITIVO

Jamais acolhi um
não como resposta
enviesada e provisória
de quem quer.

Pode ser que seja;
não sou doutor
em humanidade,
mas não acolho assim...
como simples versão...
tradução;
estratégia do sim.

Para mim,
um não se traduz
como simplesmente
um não.

Aliás,
ele não se traduz.
É um não.

É aquela semente
que o meu chão
acomoda,
fertiliza e faz
crescer sem medo;
pausa;
nenhum conflito.

Quem tem alguma
intenção de me
dizer sim,
que o faça logo.

Dos meus ouvidos
ao coração,
sim é sim.
Sem sinônimo,
homônimo,
jogo e subterfúgio.
Resposta esperada.

Logo,
facilmente aceita
e absorvida.

Não há jogada plausível
para engambelar
 uma pergunta
ou proposta.

Sendo assim,
a resposta é não...
se não for sim...
se vier incompleta
ou enigmática,
"desenigmatizo"
e decido assim:
é sim ou fim.

TEXTO DE: Demétrio Sena
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 11 de Agosto de 2.016.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 22 anos.

Nenhum comentário: