domingo, 9 de outubro de 2016

Padroeira do Brasil

Nossa Senhora em
suas manifestações,
geralmente adota
a fisionomia do povo
do país ou do lugar
onde ela se manifesta.

No México,
deixou sua imagem
impressa no manto
do índio Juan Diego
e ao contemplar sua
imagem é interessante
observar os traços
indígenas de seu rosto.

Em Lourdes,
na França,
a Virgem Imaculada
Conceição dirigiu-se
a Bernadete no
dialeto falado
naquela região
dos Pirineus.

Em Aparecida,
Maria se deixa encontrar
nas águas do rio Paraíba
do Sul por três pescadores,
em 1717,
período em que no
Brasil Colônia vigorava
o regime de escravidão.

Ao apanharem em
suas redes uma
imagem partida
– corpo e cabeça –
enegrecida por causa
da água do rio e das
velas acesas em
sua honra,
os três homens viram
no acontecimento
uma ajuda especial
para a pesca abundante,
após várias tentativas
em vão.

Entre os muitos milagres
atribuídos à intercessão
de Nossa Senhora Aparecida,
é muito conhecido o
do escravo liberto das
correntes que o
prendiam enquanto,
de joelhos,
invocava a Virgem
Maria.

Maria é venerada e
amada pelo povo
brasileiro,
de norte a sul,
 de leste a oeste e
invocada com os
mais variados títulos,
sendo o título de
Nossa Senhora Aparecida
– que o povo lhe
deu espontaneamente –
o mais querido e
invocado com mais carinho.

Nossa Senhora
Aparecida tem sido,
para muitos de
nosso povo,
inspiração de um
estilo de vida solidária,
fraterna,
de atenção e acolhida
ao outro,
especialmente,
aos mais pobres.

Sua presença e devoção
têm sido um elo de
união e de integração
entre todas as etnias,
e nunca de divisão.

Viva Nossa
Senhora Aparecida!

Rainha e a Padroeira
do Brasil!

Abençoai o povo
Brasileiro.

AMÉM ...

TEXTO DE: Dom Raymundo Damasceno Assis
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 12 de Outubro de 2.016.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 22 anos.

Nenhum comentário: