terça-feira, 13 de dezembro de 2016

SOMOS INSTANTES: SOBRE O VALOR DO AGORA

Não viva do que passou. Se eu pudesse dizer alguma coisa a você, que te fizesse acreditar mais em si mesmo, na sabedoria do Universo, em dias melhores, em pessoas melhores, em recomeços, mudanças e pequenos grandes milagres, a minha mensagem seria essa, em alto e bom som, do fundo do meu coração: não viva do que passou.

Tudo o que te aconteceu, bom ou ruim, alegre, pulsante, doloroso ou penoso demais, tudo, absolutamente tudo, teve uma razão de ser. Pega o que te faz sorrir, leva o que te faz melhor, embrulha no fundo da alma as lições aprendidas e segue em frente. Não fique remoendo feridas que precisam cicatrizar, abraços não dados, tempo não aproveitado, o que poderia ter se calado, o que poderia ter sido dito, o que poderia simplesmente ter sido, mas, por algum motivo maior, não foi.

A vida sabe o que faz. Nada é por acaso e ninguém cruza o nosso caminho em vão. Se feriu, se doeu, se te fez acreditar que não valia mais a pena, abre a janela. Deixe que um sopro de esperança invada cada cantinho da sua existência. Deixe que o passado se vá para que o novo venha quando for a hora. Sacode os tapetes, descabela, desapega, faz faxina. Renove-se de corpo, alma, coração e vontade. Não cultive certezas. Cultive amizades.

Seja de verdade, em todos os momentos, todos os dias, em todos os minutos e segundos, sempre. Quem é de verdade já não se importa mais com o que foi, com o que era, com o que deixou de ser. Quem é de verdade pratica o auto-perdão com tanta força e com tanta fé que nenhum erro passado, nenhuma perda e nenhum grande pesar impera.

Abraça o que te faz mais humano, mais justo, mais generoso e mais confiante na vida e em si mesmo. Abraça a vulnerabilidade sem medo do que os outros vão pensar ou falar a seu respeito.

Se a gente não pode voltar lá atrás e fazer um novo começo, tá aí o presente, pleno, perfeito e sábio em todas as suas ações; tá aí o presente para nos mostrar que toda hora é hora de recomeçar, de fazer diferente, de dar um novo passo, de se perdoar.

Que a sua vida seja feita de presente, porque o pra sempre é tempo demais.

Que você entenda que somos todos amor, mas que também somos todos instantes.

Qual é a fotografia que você quer montar para o quebra-cabeça da sua vida?

A hora é agora.

Não viva do que passou.

TEXTO DE: Ana Paula Ramos
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 15 de Dezembro de 2.016.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos
há 22 anos.

Nenhum comentário: