quarta-feira, 1 de março de 2017

Não desperdice alegria

Se tem uma coisa que aprendi na vida, ao entrar na arena mesmo sem ter garantias e certezas absolutas da vitória, é que a alegria nos visita em momentos comuns. 

Às vezes, de tão preocupados e ocupados em perseguir o que julgamos extraordinário, nos esquecemos de que a vida acontece todo dia, de que o tempo presente, o agora, por si só, já é extraordinário e incrível pelo simples fato de nos permitir o recomeço, e de que são os momentos mais singelos, aqueles que a gente nem presta muita atenção, por achar que “não tem nada de mais”, que vão se transformar nas nossas lembranças mais queridas e saudosas.

Não considere o que você tem ou o que você faz banal e corriqueiro, porque não é.

Pode ser que o grande feito que você tanto idealiza te gratifique menos do que o simples abraço que você deu numa pessoa que precisava se sentir acolhida. Ou que o sorriso largo e sincero de alguém faça muito mais efeito em você do que qualquer mega curso de desenvolvimento pessoal que você compre por aí.

As pessoas não precisam de muito para se sentirem mais alegres, amadas e compreendidas nos seus anseios, medos e entraves na vida. Elas só precisam do suficiente. E o suficiente, muitas e muitas vezes, pode estar num pequeno gesto de empatia.

Viver com ousadia e plenitude não tem nada a ver com ganhar ou perder, mas, sim, com ter coragem para arriscar.

Às vezes, a coisa mais importante e mais corajosa a se fazer é simplesmente estar.

TEXTO DE: Ana Paula Ramos
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 03 de Março de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

Nenhum comentário: