quinta-feira, 13 de abril de 2017

Vale a pena morrer por uma causa?

Essa semana eu estava andando na rua quando, um rapaz passou por mim com uma camisa do um conhecido guerrilheiro latino-americano. Isso me levou a pensar. Quantos supostos heróis de guerra, revolucionários, mártires, líderes de causas nobres, gurus já não morreram? 

Para aquele jovem, o líder guerrilheiro morreu por uma causa pertinente, a do Socialismo. Para uma determinada nação ou povo, seu herói de guerra também morreu por algo que valeu a pena, a libertação da Pátria. E ainda existem os mártires silenciosos, ignorados e esquecidos no tempo e no espaço, que morreram por suas convicções humanas. 

Para muitas pessoas seus ídolos não morreram em vão, e quando falo isso, falo do sacrifício que cada um deles fez por sua causa. Mas, infelizmente o que posso dizer é que embora em muitos casos o sacrifício deles não tenha sido em vão, a morte deles foi.

Não existir e nem existirá na história da humanidade outra pessoa que tenha morrido como Jesus, em um sacrifício que não tem como quantificar o preço. 

As pessoas morrem por causas, por seus países e líderes, mas Jesus morreu pela humanidade caída. Uma humanidade que até hoje em muitos casos virar as costas para o sacrifício da cruz, preferindo olhar para as filosofias, ideologias e outros sofismas. 

Para esse jovem, Jesus é mais um revolucionário, que está no mesmo nível do guerrilheiro, e de tantos outros ícones que já morreram. Para nós, Jesus é o cordeiro de Deus, o maior sacrifício vivo que já andou pela face da Terra e que morreu por uma causa, uma humanidade perdida e sem Deus.

Você pode até morrer um por uma causa nobre, mas como disse Paulo em I Coríntios 13, “E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria”. Sua morte terá sido em vão, pois, esse sacrifício só valerá na Terra por um tempo e ainda será julgado quanto a suas motivações e consequências. 

Mas, se morremos em Cristo então, não teremos morrido em vão, pois como Cristo exemplificou na Cruz, morrer para sim mesmo é um ganho, o que é um paradoxo para um mundo sem Cruz, sem Luz. Vale a pena morrer pela causa da Cruz.

TEXTO DE: Vinicius Loiola Bezerra
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 13 de Abril de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

Nenhum comentário: