terça-feira, 2 de maio de 2017

Seja bom. Seja do bem

Seja bom. Seja do bem. Procure se cercar de pessoas boas também. Não se leve tão a sério. Não leve tudo tão a sério. A vida às vezes fica pesada demais quando a gente dá muita importância a algo que, a bem da verdade, se a gente for parar pra pensar, nem é verdadeiramente importante. 

Saiba quais são as lutas que você quer lutar. Não precisa entrar no campo de batalha pra tudo, entende? Cobre-se menos. Julgue-se menos. Já são tantos os julgamentos e críticas com os quais temos que lidar... Sim, você vai errar. Pode ser que magoe e decepcione alguém. Pode ser que te magoem e te decepcionem também. Releve. Não precisa levar tudo tão a ferro e fogo. 

Aprenda a perdoar. A perdoar-se. A deixar ir. A tratar-se com mais gentileza. A pedir desculpas. A reconhecer que errou. A abrir mão de estar certo o tempo todo, porque não é necessário estar certo o tempo todo. Às vezes é bom estar errado mesmo, nem que seja pra aprender a ouvir. Ou que tudo tem dois lados. 

Procure rir mais de si mesmo. Rir das coisas banais. Brincar com o seu cachorro. 

Cantarolar no chuveiro. Dançar na chuva. Fazer alguma loucura que você só teria coragem de fazer se não tivesse medo. Vá com medo mesmo. Enfrente seus próprios fantasmas. Pule o muro. Quebre a regra. Aprenda com os seus próprios erros. Aprenda com os erros do outro. Peça ajuda. Ajude. Seja grato. Agradeça. Antes mesmo da bênção. Antes mesmo de conseguir o que você tanto pediu. Viva. Mas viva de verdade. Sem arrependimentos pelo que poderia ter sido, mas não foi. 

Experimente o desafio. Desafie-se. Diga mais "eu te amo". Ame mais. Abrace mais. Beije mais. Não diga "tô com saudade" toda hora, mas se faça presente, mesmo na ausência. Mostre que se importa. 

Se importe. Conheça o mundo, viaje, esteja em lugares onde nunca esteve antes. Converse com as pessoas. Escute as histórias dos mais velhos. Escute as conversas das crianças. Brinque com elas. Interaja. Sorria. Aprenda algo novo todos os dias. Diga o que sente. Não tenha medo de ser quem é. Ande descalço. Não se preocupe tanto com a sua aparência. Porque a vida é um sopro. Um sopro. Consegue entender? É isso. Piscou, acabou. É não volta mais.

TEXTO DE: Ana Paula Ramos
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 05 de Maio de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

Nenhum comentário: