quarta-feira, 5 de março de 2014

Diamantes

A turbulência no mar 
serve para testar os navios, 
os mais fortes serão 
os mais usados e valorizados.

Os ventos fortes testam 
a resistência dos carros, 
quanto menos impacto, 
mais velozes.

O carbono que passa 
por maiores pressões 
vira diamante, 
o que escapa das pressões, 
vira grafite.

Não há um ser humano 
de real valor que 
tenha passado pela vida 
sem produzir alguma coisa, 
sem passar por duras 
provações.

Olhe para a história 
de quem você admira, 
em quase todas as biografias 
de gente importante de verdade, 
notamos o sofrimento, 
as duras conquistas, 
penas difíceis de serem 
suportadas pelos simples 
mortais.

Queremos a fruta, 
mas poucos querem 
subir no pé e apanhá-la. 
Queremos o arroz, 
mas poucos se dispõem 
a plantá-lo. 
Queremos o amor, 
mas quantos se dispõem 
a suportar as suas provas? 
Queremos o casamento 
duradouro, 
mas na primeira provação, 
pedimos a separação.

Queremos filhos 
maravilhosos, 
mas não sabemos 
dizer não. 
Queremos um 
diploma de primeira, 
mas quantos realmente 
estudam e se dedicam? 
Queremos um mundo de paz, 
mas quantos vivem essa 
paz em suas casas? 

Queremos sempre a verdade, 
mas vivemos contando 
mentiras. 
Queremos a igualdade, 
mas vivemos cortando filas, 
pagando propinas, 
dando um jeitinho. 
Queremos a saúde perfeita, 
mas nos alimentamos mal, 
andamos pouco, 
nos agitamos por nada.

E depois?

Depois, 
resta a cada um, 
pedir por um milagre 
que nem sempre chega, 
pois o milagre é fruto 
do merecimento, 
é ação e reação, 
dentro da mais pura e 
verdadeira lei da justiça.

Pense no que você 
anda fazendo da sua vida. 
Não aquela imagem 
exterior que você passa 
para os outros, 
isso não vale nada. 
O perfume caro, 
as roupas da moda, 
os diplomas na parede, 
tudo isso é ilusório, 
vendedores de ilusões.

O que realmente fica 
é o que você é quando 
se deita, 
quando coloca a cabeça 
no travesseiro e 
pensa no seu dia. 
E ao invés de sorrir, 
molha o travesseiro 
com grossas lágrimas.

Reflita.

Por amor a você, 
reflita. 
Não precisamos 
de milagres! 
Precisamos de consciência, 
de força para suportarmos 
nossas provas. 
De uma vontade 
real de passar, 
aprender e crescer.

Isso você pode fazer. 
Não desanime.

Somos um diamante 
bruto no caminho 
da lapidação.

Você vai brilhar!

Eu acredito em você!

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 06 de Março de 2.014.

Nenhum comentário: